O perigo das luzes: painel aceso, faróis apagados

Com sensores de luminosidade, é cada vez mais comum ver carros com cabine acesa e faróis apagados à noite; o que fazer?

  1. Home
  2. Graxa
  3. O perigo das luzes: painel aceso, faróis apagados
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Com o aumento da tecnologia aplicada nos automóveis nos últimos anos, uma coisa tem se tornado cada vez mais comum: rodar à noite com faróis apagados, mesmo que a cabine esteja acesa.

Muita gente tem um equipamento caracterizado pelos faróis de acendimento automático (chamado por algumas montadoras de sensor crepuscular), que tem como principal função ligar e desligar os faróis de acordo com a luz ambiente (do lado de fora).

Só que nem todo mundo sabe usar... E muitas pessoas esquecem que para fazê-lo funcionar, a chave de comandos dos faróis precisa estar no "Auto".

Desse modo, muita gente roda com o painel aceso (outra tecnologia aplicada nos carros atuais, que automaticamente mantém a luminosidade da cabine acesa quando o ambiente for escuro) e acaba não percebendo que o carro pode estar circulando com as luzes desligadas do lado de fora.

icon photo
Legenda: Dirigir com farol apagado é perigoso, mesmo que seja sem querer
Crédito: Reprodução

NÃO É SÓ À NOITE

Tem mais: de acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), esse tipo de confusão não acontece só à noite, mas também em condições climáticas que exigem o uso de faróis, como por exemplo o de neblina.

Laís Vieira, 23, psicóloga de São Paulo, é a personagem desta matéria. Ela disse à reportagem do WM1 que costuma rodar de carro à noite e sempre vê a mesma cena. "É comum ver pessoas dentro dos carros com a luz do painel acesa, mas com os faróis e lanternas apagados, o que é bem perigoso".

icon photo
Legenda: Acenda os faróis: no Brasil eles são obrigatórios só nas estradas, mas não custaria nada rodar com eles acesos também na cidade
Crédito: Reprodução

O QUE DIZEM AS AUTORIDADES

Rodar dessa maneira, segundo autoridades especialistas em trânsito, aumenta o risco de acidentes porque os dispositivos de luz têm a função de iluminar, mas também de chamar a atenção de outros motoristas e pedestres, além de ciclistas e motociclistas.

Além de ser perigoso, rodar com faróis e lanternas apagados ou queimados pode render multa, pois de acordo com o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) circular com o carro nessas condições é considerado infração média, passível de multa de R$ 130,16 e quatro pontos na CNH.

Muito por conta desse problema que vários outros mercados automotivos, como o europeu, por exemplo, tornou obrigatório o uso dos faróis acesos em período integral, seja de dia ou de noite. Por aqui em nosso país, atualmente, a lei obriga o uso contínuo dos faróis/DRL apenas em estradas.

O que fazer? A recomendação da Webmotors é bem simples: acenda os faróis. Como por aqui eles são obrigatórios nas estradas, não custaria nada rodar com eles acesos também na cidade, não é?

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors