O que é virabrequim? Nunca foi tão fácil entender!

Saiba tudo sobre esta peça fundamental do motor de forma descomplicada. Qual é a função, os componentes e muito mais

  1. Home
  2. Graxa
  3. O que é virabrequim? Nunca foi tão fácil entender!
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Você sabe o que é virabrequim? Se nunca ouviu falar de nada parecido na vida, mas precisa entender para cuidar melhor do seu carro, explicaremos de maneira simples e sem enrolação.

O que é virabrequim?

Virabrequim é um dos principais componentes mecânicos de um motor de combustão interna. É um jeito popular de chamar essa peça, uma vez que o nome “verdadeiro” – ou seja, o nome técnico – é árvore de manivelas.

Virabrequim: qual é a função?

A função do virabrequim é converter o movimento linear do pistão em movimento rotativo no volante. Como isso acontece e o que quer dizer exatamente? Quando acontece a explosão – devido à mistura ar combustível, isso dentro das câmaras de combustão –, essa explosão gera uma imensa força!

Essa força fica comprimida entre a parte superior do bloco e a parte inferior do cabeçote, o que acaba por empurrar os pistões para baixo. Em “parceria” com as bielas, o virabrequim é responsável por transformar essa força em energia rotativa.

Onde fica o virabrequim?

O virabrequim fica dentro do propulsor do motor, fixado. Em um de seus extremos está a polia e, no outro, o volante de inércia.

Quais são as partes do virabrequim?

O virabrequim é dividido em braços e moentes, que formam as manivelas e os munhões. Eles correspondem às superfícies de contato do virabrequim com o bloco do motor. Todas as partes do virabrequim são: espiga, moentes, munhões e flange.

Além dessas partes, o virabrequim tem “parceiros”. Ou seja, para desempenhar o seu papel, a árvore de manivelas precisa das bielas e dos pistões, principalmente.

Quais são os tipos de virabrequim?

Há dois tipos de virabrequim: o fundido e o forjado. Carros com motor a gasolina, GNV, álcool ou diesel têm virabrequim fundido. Já os veículos de competição ou de performance – assim como os aviões – têm virabrequim forjado.

Detalhes do virabrequim do motor
icon photo
Legenda: Virabrequim do motor é responsável pelo movimento rotativo do volante

O que faz quebrar o virabrequim?

Como a função que o virabrequim desempenha é “pesada”, ele apresenta níveis altos de cargas de torção. Sendo assim, quanto maior for a torção, maior será a probabilidade de algo ruim acontecer. As peças do virabrequim podem deformar, rachar ou até quebrar.

Também pode acontecer de as bielas serem de medidas diferentes, se o volante ou a polia não estiverem balanceados, se a lubrificação for de má qualidade ou se houver superaquecimento devido a falhas no sistema de refrigeração.

E podem acontecer outras coisas, por exemplo: os metais podem sofrer atritos excessivos, o que afeta os pistões também.

Qual é o tempo de vida útil do virabrequim?

Como qualquer peça de um carro, o tempo de vida útil do virabrequim depende da forma como o carro é usado: se é forçado ou bem cuidado, se costuma percorrer asfalto ou estradas de terra e por aí vai. Pode ser tanto de 250 mil quilômetros, como apenas de 60 mil km.

Como saber se o virabrequim está quebrado?

O veículo emite alguns sinais quando o virabrequim está danificado ou quebrado. Por exemplo, o carro consome combustível e óleo em excesso, surgem muitos barulhos metálicos, o motor superaquece, entre outros.

Quanto custa trocar?

Se algo acontecer e você vier a precisar trocar o virabrequim, o custo da troca gira em torno de R$ 600 a R$ 800.

Quer saber mais dicas sobre carros e até conhecer um modelo ideal?

Depois de saber sobre virabrequim, você pode conhecer mais dicas sobre carros e motos aqui no WM1! E se o que você quer mesmo é trocar de carro, pode contar com a gente também. Confira agora o nosso estoque Webmotors e descubra o melhor automóvel 0 km ou seminovo para você.

Comentários