Por que sedãs não têm limpador de vidro traseiro?

Nessa reportagem, vamos explicar a razão para hatchbacks, peruas e SUVs terem o equipamento e os sedãs não ter

  1. Home
  2. Graxa
  3. Por que sedãs não têm limpador de vidro traseiro?
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Desde criança sempre fui fanático por carros e motos, e uma pergunta curiosa sempre me intrigou: por que a maioria das carrocerias de automóveis, como hatches, peruas, monovolumes e SUVs, têm limpador de vidro traseiro... Mas praticamente nenhum sedã traz o equipamento?

Nesta reportagem vamos decifrar e finalmente descobrir a explicação técnica para tal questão. Se você tem alguma outra dúvida curiosa ou simplesmente quer passar a limpo alguma polêmica, deixe sua mensagem no campo de comentários, no fim desse texto.

Sedãs: porta-malas separado da carroceria

A primeira coisa que vem à mente é básica e física: os sedãs não têm limpador porque são divididos em três volumes. O terceiro deles é justamente o porta-malas e, devido a disso, o bagageiro fica em teoria "separado" do resto da carroceria - o que, de certa forma, tornaria mais difícil a instalação do mecanismo do limpador.

Certo? Na realidade, essa teoria não está errada, mas essa não é a resposta oficial dos fabricantes.

Segundo as montadoras, o motivo é puramente técnico e tem a ver com a aerodinâmica. Isso significa que, na visão das empresas que produzem carros, o sedãs não precisam de limpador traseiro porque a aerodinâmica desse tipo de carroceria reduz sozinha o acúmulo de sujeira e água no vidro, de forma satisfatória, portanto sem a necessidade do acréscimo de um limpador para fazer esse trabalho.

Lancer Evolution
icon photo
Legenda: Curiosamente, esse Lancer Evolution de corrida, um sedã, tem limpador no vidro traseiro
Crédito: Reprodução

Acredite, a força gravitacional sobre um carro em movimento influencia diretamente na dirigibilidade, estabilidade, economia de combustível e até em como o veículo fica sujo. Neste caso do limpador traseiro, a turbulência provocada pelo rodar de modelos como SUVs, hatches, SWs faz com que água e sujeira subam para o vidro de trás sem a "proteção" do terceiro volume.

Tem mais explicação: a instalação desse equipamento em um sedã, além de exigir várias alterações nas características do automóvel, também ocuparia espaço no vão livre do porta-malas, algo impensável para um tipo de carroceria acostumada a roubar clientes de mercado justamente devido ao tamanho do compartimento para bagagens.

Comentários