10ª Edição do Rally dos Sertões deve ser a mais difícil

Prova começa quarta-feira 24 e conta com mais de 200 veículos inscritos
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. 10ª Edição do Rally dos Sertões deve ser a mais difícil
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Começa nessa quarta-feira 24, em Goiânia, a 10a edição do Rally dos Sertões, uma das provas de longa duração mais difíceis do mundo. Serão 214 veículos – divididos nas categorias Carros, Motos, Caminhões, Quadriciclos e Expedition veículos de passeio. Para se ter uma idéia, a edição de 2000 do rali Paris-Dakar, o maior do mundo, contou com 225 inscritos.

A caravana com aproximadamente 1100 pessoas, entre pilotos, navegadores, equipes de apoio, imprensa e organização, vai percorrer quase 4.400 quilômetros, passando por cinco Estados durante os dez dias de prova. O rali se encerra dia 2 de agosto, em Fortaleza.

Os pilotos enfrentarão diferentes climas e tipos de vegetação – desde o cerrado de Goiás e Minas Gerais, passando por áreas de caatinga na Bahia e no Piauí, até chegar na restinga e nas salinas das praias cearenses.

A largada, cuja ordem é definida em circuito fechado na cidade de Gioânia, ocorre à noite, e dia 25 todos seguem para Pirenópolis, também em Goiás.

A expectativa da organização é que a edição deste ano seja a mais difícil da história da prova. O motivo foi a inclusão de trechos de “trial”, nos quais os obstáculos naturais poderão definir o resultado da competição.

Isso fez com a que a maior preocupação das equipes se voltasse para a resistência dos carros. Além disso, a ausência do “dia de descanso’ foi apontada como fator decisivo para a prova.

Como em toda prova de automobilismo de ponta, há os grandes favoritos ao título do Sertões. Na categoria Carros, a disputa deve se fechar em torno dos pilotos das equipes oficiais de fábrica: Troller, Chevrolet e Mitsubishi. Além de toda a infra-estrutura e dos veículos bem preparados, os pilotos são figuras carimbadas da cena off-road nacional.

O piloto catarinense Édio Füchter, que participa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade pela equipe Subaru, venceu as duas últimas edições do Sertões – em 2000, com o também piloto Luis Tedesco como navegador. Ano passado, conquistou o bi-campeonato a bordo, a exemplo do ano anterior, de uma picape Chevrolet S-10, tendo Milton Pereira, seu atual navegador, ao seu lado.

O campeão do Rally em 1999, Riamburgo Ximenes, será companheiro de Füchter na equipe este ano.

Buscando a volta à vitória, Klever Kolberg – vencedor em 1997 e 1998 e o mais experiente piloto brasileiro em provas internacionais, tendo disputado o Paris-Dakar por 15 vezes – competirá em uma picape Mitsubishi L200 Evolution Diesel preparada pela Mitsubishi Racing, equipe oficial de fábrica, e terá a seu lado o navegador Lourival Roldan.

A equipe também conta com os pilotos Guilherme Spinelli, vice-campeão do Sertões, e Ulysses Bertholdo, fortes candidatos ao título. Ambos competiam no Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, até a equipe, campeã absoluta nos últimos três anos com Bertholdo, decidir abandonar a competição.

Na Troller, com grandes chances de vitória, compete a dupla Reinaldo Varella/Edgar Fabre. Eles lideram o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e Varella já teve passagens – nem tão memoráveis assim – pelo Paris-Dakar.

Entre os caminhões, a disputa promete ser quente entre as duplas Alfredo Yahn e João Hermann, atual campeã, a bordo de um Volkswagen 8-150, e André Azevedo e Robson de Oliveira, que corre pela primeira vez com um Mercedes-Benz 2428.

Quem participar na categoria Expedition seguirá uma rota diferente. Com chegada também em Fortaleza, seis motos e 31 carros saem de São Paulo dia 24, passam pelo Parque Nacional de Itatiaia RJ, Serra do Cipó MG e Parque Nacional de Jericoacoara CE, alguns dos principais pontos turísticos e de aventura do país.

A Webmotors estará presente no Rally dos Sertões, pelo quinto ano consecutivo. A Equipe Crystal-Fly, que vai disputar a prova deste ano com apoio da WebMotors, é formada pelos empresários Sylvio de Barros, Carlinhos Ambrósio, Dener Pires, Bob Keller, José Vicente, José Mário Ambrósio e Luciano Fernandes, todos veteranos em provas de enduro, conduzindo cinco motocicletas KTM 520 E/XC e uma picape Mitsubishi L200. O grupo vai contar com apoio de três mecânicos, que acompanharão a prova num caminhão Mercedes 808 e num Motor Home, seguindo o rali através de um roteiro paralelo.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors