5 coisas que o Hyundai i20 tem que o HB20 não tem

Primo europeu oferece mais itens de condução semiautônoma e equipamentos premium

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. 5 coisas que o Hyundai i20 tem que o HB20 não tem
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Durante a semana, a Hyundai viu as fotos do novo i20, primo europeu do HB20, vazarem na internet. Apesar da apresentação oficial estar marcada para o Salão de Genebra, em março, a marca adiantou algumas informações. Com base nisso, resolvemos comparar o que o compacto de lá tem que o nosso não tem.

Antes disso, vale ressaltar que o posicionamento de ambos é semelhante, enfrentando rivais como Volkswagen Polo e Toyota Yaris. No entanto, na Europa a Hyundai ainda trabalha com um modelo abaixo do i20, o pequeno i10, além de um acima, o i30. Por aqui, o HB20 precisa praticamente ocupar as três faixas.

Hyundai I20 na cor azul quase de perfil com caróis em forma de asa e linha de cintura em cunha
icon photo
Legenda: Hyundai I20 tem mais equipamentos que o compacto brasileiro HB20
Crédito: Divulgação

Apesar da evolução dessa geração do Hyundai brasileiro, ele ainda fica deve algumas coisas em relação ao hacth do velho continente. Separamos algumas delas, confira:

Híbrido leve

O sistema híbrido leve de 48V estará presente no i20. O que isso significa na prática? Uma bateria de maior capacidade e uma espécie de super-alternador são responsáveis por auxiliar o motor em determinadas situações. Com isso, há maior economia de combustível e até mesmo mais força. É o caso do motor turbo, que rende 17,5 kgf.m no Brasil e 20,3 kgf.m na Europa.

Câmbio de dupla embreagem

Nesse ponto alguns verão como vantagem o HB20 usar uma transmissão automática convencional, com conversor de torque. Esse tipo de caixa realmente é mais confiável e de manutenção mais simples. Ainda mais quando levamos em conta os problemas que Powershift e DSG apresentaram no Brasil.

No entanto, a caixa automatizada de dupla embreagem, presente no i20, é mais rápida nas trocas, garantindo melhor desempenho. Também "rouba" menos potência do motor, ajudando na economia de combustível.

ACC e semiautônomos

A configuração mais cara do HB20 até trouxe um importante item de segurança: a frenagem automática de emergência. No entanto, isso é pouco ao comparar com o i20 que.

Hyundai HB20 2020 vermelho de frente
icon photo
Legenda: Hyundai HB20 brasileiro tem só frenagem de emergência como equipamento semiautônomo
Crédito: Divulgação

Além da frenagem automática, o europeu recebe controle de cruzeiro adaptativo com assistente de permanência em faixa, sensor de ponto cego, aviso de colisão frontal com detecção de pedestres, alerta de tráfego cruzado na traseira e assistente de estacionamento.

Seis airbags e chamada de emergência

Ainda no quesito segurança, o HB20 chegou com até quatro airbags para as versões mais caras, além dos obrigatórios cintos de três pontos e apoio de cabeça. O brasileiro tem ainda controle de tração e estabilidade e auxiliar de partida em rampa (opcionais nas versões mais baratas).

Na Europa, além dos citados, há seis airbags e chamada para os serviços de emergência em caso de acidente.

Som premium

Se no hatch nacional a central multimídia é de 8 polegadas, no europeu é de 10,25 polegadas, que. Esta também é a medida do painel digital configurável - inexistente no HB. Além disso, o sistema de som é assinado pela Bose, com oito alto-falantes e um subwoofer.

Hyundai I20 azul de traseira tem lanternas pontiagudas em forma de asa que se abrem para a terceira coluna
icon photo
Legenda: Hyundai i20 supera o parente brasileiro em vários aspectos tecnológicos
Crédito: Divulgação
Comentários