Assystem City Car propõe futuro da mobilidade

Empresa de engenharia mostra como serão os próximos veículos urbanos
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Assystem City Car propõe futuro da mobilidade
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Todo carro tem de ter um motor, volante, pára-brisa e quatro rodas, certo? E se o carro tivesse não um, mas dois ou mais motores? E se, em vez de pára-brisa, o motorista tivesse uma tela de LCD diante dos olhos? No que se refere às rodas, e se, em vez de dois eixos, com duas rodas cada, houvesse apenas um eixo central, uma roda na dianteira e outra na traseira? Pode parecer ficção científica, mas a proposta existe e partiu da Assystem, uma empresa de engenharia francesa que, ao lado do estilista Franco Sbarro, criou o City Car, carro-conceito com chances de ser produzido em série apresentado este ano no Salão de Genebra.

O aspecto mais inovador do veículo é a disposição de uma roda na frente e outra atrás. As duas são direcionais, ou seja, elas se movem com o volante. Com essa disposição de rodas, ele pode girar sobre seu próprio eixo, o que torna balizas completamente desnecessárias e permite que o carro entre em qualquer vaga em que seu comprimento se encaixe.

Para sair, basta que ele gire a dianteira e a traseira e saia suavemente de onde foi estacionado.

As rodas da frente e de trás também são motrizes: há um motor em cada uma delas, que pode ser a combustão ou elétrico. Isso melhora a distribuição de peso do carro e o torna mais estável. Esse sistema é chamado de AMU, Autonomous Motor Unit, ou unidade motora autônoma. Esse é apontado por especialistas como o futuro dos veículos, com um motor em cada roda, possivelmente elétrico. Isso permitirá usar motores menores e menos peças, com significativa economia de peso, entre outras vantagens.

Essa revolução no modo de o carro virar e de se mover não é a única novidade que o City Car traz. Ele também inova com o sistema Dual Frame, que separa a carroceria, de plástico, do chassi de alumínio. Isso poderia parecer algo semelhante ao que picapes e veículos mais antigos têm, mas é mais do que apenas isso.

Na verdade, trata-se de uma preparação para as novas regras de reciclabilidade européias, ditadas pela ECE 64. Segundo essa lei, que entrará em vigor em 2008, os carros devem ter 85% de seus elementos completamente recicláveis, 10% recuperáveis e apenas 5% podem ser não-recicláveis.

Com a volta ao sistema de chassi separado da carroceria, a reparabilidade fica mais fácil, já que apenas as peças danificadas em um acidente precisam ser substituídas. Além disso, um mesmo chassi pode receber diferentes tipos de carrocerias, todas feitas de plástico injetado, como a do City Car. Além de recicláveis, elas são mais leves que as equivalentes feitas de chapa de aço.

Segurança

Em termos de segurança, o City Car promete oferecer mais do que os carros hoje em produção. Primeiro porque o eixo central ajudaria a reforçar a resistência da carroceria a impactos laterais. Nos casos de choques frontais, o formato ovóide da carroceria, além de torná-la mais resistente o ovo é considerado a estrutura mais forte da natureza, faria o City Car desviar. Como não tem superfícies retas, ele não trava, mas desliza pela superfície do outro objeto envolvido no choque.

Também direcionada à segurança é a tela de LCD de mais de 40”, que fica embutida atrás do painel de instrumentos. Quando se aciona um botão no painel, ela emerge e ocupa o espaço entre o motorista e o pára-brisa. Sua principal função é auxiliar o condutor em situações de pouca visibilidade, como em tempestades e à noite.

Por meio de quatro câmeras externas, o carro capta o que vai à frente e atrás e coloca essas informações diante do motorista. Também conta com visão infravermelha, que exibe ao condutor tudo que se passa à noite com muito mais nitidez, inclusive pessoas e animais escondidos ou camuflados. É o caso de crianças com roupas escuras que correm para o meio da rua sem avisar ou, em casos mais extremos, bandidos à espreita.

Além desse tipo de assistência, a tela também integra todos os sistemas de telemática do carro, como telefone, vídeo, localizador, navegador por GPS, DVD e o que mais possa ser algum dia considerado útil ao motorista.

Não bastasse fornecer ao motorista estas informações, o carro também o alerta quando ele excede a velocidade máxima permitida, se ele entra na contramão de uma rua e se não freia diante de um sinal de pare, entre outras funcionalidades.

Uma outra câmera, voltada para o motorista, monitora seus olhos. Em caso de sonolência ou qualquer outro estado alterado de atenção, o automóvel alerta o condutor para que ele pare e descanse ou até se recusa a funcionar.

Além de zelar pela integridade física do motorista, o City Car também protege seu patrimônio, ou seja, consegue se defender sozinho de gatunos. Se alguém não autorizado tentar guiar o carrinho, ele o reconhecerá pela diferença do padrão da íris e parar o motor. Também manda a seu dono uma mensagem de texto avisando que pode estar sendo roubado.

Se reconhece quem não é seu dono, o City Car também sabe diferenciar quem manda nele. Com isso, basta que o proprietário entre para que ele carregue as preferências do motorista e dê a partida. Como se vê, ele não precisa de chaves ou de botões para isso.

Produção

Questionada sobre a produção do carro em série, Ludmilla Pareemanen, gerente de Marketing da Assystem, afirmou que há, sim, todas as possibilidades para que o City Car encontre o caminho das ruas. “Há diversas empresas interessadas em produzi-lo e estamos avaliando qual é o sócio mais adequado para isso.” Pena é que, se isso acontecer, o carro deverá ganhar apenas as ruas européias, de início, até porque a tecnologia empregada no City Car não é barata.

O City Car não é exatamente bonito, mas isso é algo que pode ser resolvido. O importante, em sua proposta, é a mudança de padrão de mobilidade, algo a que os automóveis não estão muito acostumados, mas a que os consumidores devem começar a se habituar. O futuro, hoje, chega cada vez mais rápido.
________________________________

Oferecimento: Volkswagen

Volkswagen
________________________________

Veja outras matérias de Genebra:

SEGREDO! – Opel Vectra

Spyker C12 Zagato

Genebra dá a receita para um trânsito mais limpo

A bela de Genebra

Salão de Genebra lota no primeiro dia aberto ao público

Além de chocolates, a Suíça produz o Enzmann 506

Os velhinhos do Salão de Genebra

Genebra esquenta os motores

Fiat Lamborghini Gallardo Superleggera

Fiat Grande Punto Abarth

Mestres italianos fazem a festa em Genebra

VW Golf Variant

Audi A5 e S5

Maserati GranTurismo

Novo Ford Mondeo

Peugeot SW Outdoor

Dodge Demon

KTM X-Bow, pronto para sair do forno

Volvo V70 foca em segurança e esportividade

Novo Peugeot 207 CC

Rinspeed eXasis

Fiat Bravo________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
________________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors