Atlas Cross Sport é o primeiro SUV-cupê da Volks

Modelo faz parte da estratégia global da marca de expansão no segmento de utilitários. Chegada ao Brasil ainda é incerta

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Atlas Cross Sport é o primeiro SUV-cupê da Volks
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Baseado no conceito de mesmo nome, a Volkswagen acaba de apresentar o inédito Atlas Cross Sport. O SUV-cupê foca no público que não procura algo tão familiar e gosta da ideia de ter um utilitário com caimento mais esportivo na traseira. Receita já adotada por modelos de alto luxo, como BMW X6 e X4, Mercedes-Benz GLE e GLC Coupé, Lamborghini Urus e Audi Q8.

Com a premissa de oferecer uma parcela adicional de estilo sem sacrificar tanto o espaço interior, o Atlas Cross Sport diversifica a linha de SUVs da Volks. Sua presença não está confirmada para o Brasil, mas por aqui teremos, em 2020, um modelo chamado T-Sport, que será uma espécie de T-Cross Coupé, que brigará com os SUVs pequenos de entrada. Clique aqui para saber mais.

No Brasil seria incerto saber seu posicionamento, pois isso depende do tamanho, mas principalmente da quantidade de equipamentos embarcada. WM1 aposta que o Atlas Cross Sport ficaria entre o Tarek (futuro SUV médio acima do T-Cross) e o Tiguan.

Ou seja: meio que como uma espécie de Tarek Coupé, um rival para modelos que já têm essa proposta, como por exemplo o Mitsubishi Eclipse Cross.

Nos Estados Unidos, onde ele será fabricado (na planta de Chattanooga, no Tennessee), ele ficará posicionado abaixo do Tiguan.

QUAL É O TAMANHO?

Segundo dados da Volks, o Atlas Cross Sport é 5,8 centímetros mais baixo que um Atlas tradicional de sete lugares - chamado de Teramont em alguns mercados -, enquanto largura (1,98 m) e a distância entre os eixos (2,87 m) são as mesmas.

Visualmente, além do caimento diferenciado da coluna traseira, foram substituídos os para-lamas e todo o conjunto óptico. Também há novas opções de grade e rodas.

No interior, o Atlas Cross Sport adota novo volante, que também promete estar na oitava e nova geração do Golf, que deve surgir no final deste mês.

Em termos de mecânica, o novo SUV usa os mesmos motores do Atlas convencional: um 2.0 quatro-cilindros turbo de 230 cv (o mesmo de Golf GTi e Jetta GLi) e um V6 de 3,6 litros com 276 cv. Ambos podem ser acoplados a uma transmissão automática Tiptronic de oito marchas.

icon photo
Legenda: Traseira tem lanternas grandes e design polêmico
Crédito: Divulgação
Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors