Audi Q5 chega e não quer brincadeira: vai custar R$ 205,84 mil

Valor é o mais em conta para os utilitários esportivos médios premium do mercado, menor que o do Mercedes-Benz GLK e que o o do BMW X3
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Audi Q5 chega e não quer brincadeira: vai custar R$ 205,84 mil
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Audi se cansou de assistir de longe às vendas do BMW X3 e do recente sucesso do Mercedes-Benz GLK e resolveu participar do promissor mercado de utilitários médios de luxo. Sua arma para isso será o novo Q5, que chega ao mercado com trunfos que devem balançar o consumidor. E não falamos dos motores com injeção direta de combustível nem da famosa tração nas quatro rodas quattro, marca registrada da empresa das quatro argolas, mas sim de outros atributos. Entre eles, preço: o Q5 começa em R$ 205,84 mil. Sai mais em conta que o GLK e que o X3.

Esse valor é para o modelo menos sofisticado da linha, o Q5 Attraction, que vem equipado com motor 2-litros turbinado e com a tal injeção direta de combustível, que ajuda a economizar gasolina e melhora o desempenho, duas coisas aparentemente díspares.

Para ter ideia do que isso representa, basta dizer que o carro tem 211 cv de 4.300 rpm a 6.000 rpm e torque de 350 Nm de 1.500 rpm a 4.200 rpm. Ainda que estejamos falando de um veículo com 4,63 m de comprimento, 1,88 m de largura, 1,65 m de altura e 2,81 m de entreeixos, com 540 l de porta-malas e 1.740 kg de peso, o motor dá conta do recado. Para comprovar com dados mais objetivos, a Audi informa uma velocidade máxima de 222 km/h e 0 a 100 km/h em 7,2 s, para o que contribui a excelente aerodinâmica do utilitário, com um cx de 0,33.

É evidente que só isso não justificaria o preço do utilitário, ainda que ele tenha se dado tão bem nos testes da EuroNCAP, que estabelecem quais são os carros mais seguros à venda na Europa. O Q5, desde a versão Attraction, vem também com tração nas quatro rodas integral permanente, a quattro, suspensões independentes nas quatro rodas, do tipo fivelink na dianteira e fourlink na traseira, câmbio S Tronic, o DSG, da Volkswagen, com dupla embreagem e sete marchas o que explica o fato de o recém-lançado VW Tiguan não oferecer o recurso, ABS, EBD e belas rodas de aro 18”, com pneus 235/50 R18. As rodas, aliás, são o que denuncia de modo mais evidente a versão do Q5 diante da qual se está.

A versão Attraction deve ficar com 55% das vendas do Q5. Para quem não se encaixa entre a maioria dos compradores, e quer um veículo um pouco mais sofisticado, há a versão Ambiente, oferecida com rodas de aro 19” e dois motores, o 2-litros e um 3,2-litros V6 de 265 cv a 6.500 rpm e 330 Nm a 3.500 rpm. O peso da versão V6 é mais alto: 1.795 kg. Elas custam, respectivamente, R$ 229,23 mil e R$ 263,3 mil. As fatias de vendas das duas versões, segundo a Audi, devem ficar em 25% e 15%, também de modo respectivo.

De diferentes, além das rodas, as versões Ambiente têm ar-condicionado digital de três zonas para motorista, passageiro do banco da frente e passageiros do banco de trás, aletas para troca de marcha atrás do volante, duas memórias para o banco do motorista e retrovisores elétricos, que também são rebatíveis e aquecidos, sensor de iluminação e de chuva, retrovisor interno com sistema anti-ofuscamento automático, teto panorâmico “Open Sky” e Audi Parking System, sensores de estacionamento com auxílio gráfico ao motorista na tela do sistema de entrenimento do carro, com 6,5”.

A versão mais cara do novo utilitário médio da Audi é a Ambition, que não tem a menor ambição de liderar as vendas: vai ficar com 5% do total, segundo a marca alemã. Isso se explica pelo preço, de R$ 274,5 mil. As rodas da versão Ambition serão de aro 20”. Fora elas, a versão Ambiente não vai muito mais longe. Ela tem airbags laterais traseiros e um porta-malas com sistema de trilhos, para facilitar a carga, e kit de fixação.

Dois sistemas muito interessantes, o Audi Drive Select, que muda o comportamento do carro dependendo do tipo de modo de dirigir que o motorista quer, e o Audi Side Assist, que auxilia em manobras de mudança de faixa, avisando quando há algo ou alguém nos pontos cegos do carro, só são oferecidos como itens opcionais, mesmo na versão Ambition, o que é uma pena. Em todo caso, quem paga quase R$ 300 mil em um utilitário e quer esses sistemas tende a não reclamar do valor de equipamentos adicionais.

Para quer quiser saber mais sobre o Q5, a Audi criou um microsite com diversos filmes e dados interessantes sobre o lançamento. Quer saber como ele anda? Fique de olho que a gente conta para você em breve.

Gosta de utilitários de luxo?

Então veja aqui em nossos estoques a melhor oferta para você:

Mercedes-Benz GLK

BMW X3

Land Rover Discovery 3

Infiniti FX45

Infiniti FX35

Lexus RX 300

Volkswagen Touareg

Volvo XC90

Leia também:

Nacional Truck, de Uberlândia, cria Limusine Ford F-250 de 9 m

Versões a gasolina mantêm Toyota SW4 caro demais

Dacia Duster antecipa o Renault anti-EcoSport

Porsche Cayenne S Hybrid deve chegar ao mercado em 2010

Kia Sorento de nova geração estreará no Salão de Seul

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors