Chrysler traz Town & Country

Modelo para família chega ao Brasil por R$ 173,9 mil
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Chrysler traz Town & Country
Adriana Bernardino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Os carros grandes caíram, definitivamente, nas graças do brasileiro. De olho nesse terreno, a Chrysler anunciou, no último sábado, sua estratégia para conquistar os consumidores “adormecidos” de minivans grandes. Pioneira no Brasil neste segmento com a Chrysler Voyager, de 1993, a fabricante começa a vender aqui, por R$ 173,9 mil, sua líder de vendas nos Estados Unidos, a Chrysler Town & Country, uma gigante para “espaçoso” nenhum botar defeito.

As três versões da Town & Country – Limited , Touring e Touring L – são produzidas na fábrica da Chrysler no Canadá. No Brasil, apenas a Limited está disponível e tem a meta de vender 200 unidades em 2011. Para 2012, a expectativa, segundo Luiz Tambor, gerente de Vendas e Marketing da Chrysler do Brasil, é de comercializar 800 unidades. “O mercado de minivans é pouco explorado no Brasil, mas tem potencial para crescer muito”, diz.

No pedal
Um Pentastar V6 de 3,6-litros é o novo motor que equipa a Town & Country. Ele tem necessários 86 cv de potência a mais que o motor antigo. No pedal do acelerador – com regulagem elétrica – o motorista tem à disposição a potência de 283 cv e 353 Nm de torque para dar fôlego à grandalhona de 2,74 toneladas. Novidade para uma minivan, a Town & Country tem transmissão automática de seis marchas. Em relação ao consumo, ela faz 6,3 km/litro na cidade e 12,6 km/litro na estrada, segundo dados da fabricante.


Espelho, espelho meu...
A Town & Country exibe o estilo típico das minivans americanas. O visual é sofisticado, mas conservador. Primeiro veículo da Chrysler a estrear o novo logotipo com asas, a dianteira e a grade frontal buscaram inspiração no novo Chrysler 300C. Na parte traseira, as novidades são a tampa com vidro curvado, aerofólio na corda da carroceria, para-choque com faixa brilhante e novas lanternas de LED. Destaque para o hack de teto que, quando não usado, fica embutido, evitando aumentar o consumo de combustível. Quanto às cores, o interessado na minivan poderá misturar-se na multidão com os clássicos prata, preto e branco, ou destacar-se com um “amora”, vermelho cereja ou safira.

O melhor do bolo dessa minivan, entretanto, está no recheio, distribuído em 5,15 m de comprimento delineado por um friso cromado, 1,99 de largura e 1,72 m de altura.

RECHEIO

Ponto frágil da marca em modelos anteriores, a Chrysler melhorou o acabamento interno. Reduziu o número de plástico e melhorou a qualidade dos que restaram.

Espaço – entre as opções de configurações dos bancos de couro com aquecimento, está o rebatimento da segunda e terceira fileira de assentos em nível do assoalho, ou transformar, apertando um botão, a terceira fileira de bancos em um sofá. Sacada superlegal para a hora do piquenique, com a vantagem de os pais não precisarem se preocupar com a tampa do porta-malas fechar acidentalmente, já que tanto a traseira quando as portas deslizantes laterais têm sensor antiesmagamento.

Entretenimento e tecnologia– a ansiedade dos passageiros em viagens longas promete ter vida curta dentro da minivan. Há 2 telas de DVD, com fones sem fio, e 1 multimídia; entrada auxiliar para equipamentos eletrônicos, disco rígido de 30Gb, acionamento por comando de voz e tela touchscreen.

Boa parte da interatividade pode ser controlada pelo motorista no volante com opção de aquecimento, que tem comandos integrados. Destaque para a discreta alavanca de câmbio no painel.

Segurança – entre os equipamentos de segurança que equipam a minivan estão airbags laterais para todos os ocupantes do veículo, Programa de Estabilidade Eletrônica, sistema de proteção de assento infantil e sensores de proximidade traseiros.

Interessado? Teste a minivan nos pontos de venda da Chrysler.

______________________

Já escolheu seu próximo carro? Teste a busca WebMotors. A gente ajuda você a descobrir.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors