Colunista conta como foi o terceiro dia em Detroit

Fernando Calmon, correspondente do <b>WebMotors</b> no Salão, fala das principais novidades
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Colunista conta como foi o terceiro dia em Detroit
Fernando Calmon
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Detroit, EUA - Detroit amanheceu com temperatura de -3ºC e sob uma camada de 10 cm de neve no terceiro dia reservado aos 4.000 jornalistas que cobrem o Salão do Automóvel nos outros salões internacionais são apenas dois dias. A exemplo das últimas exposições ao redor do mundo, a ênfase continua sendo nos temas ligados ao ambiente e ao preço dos combustíveis. Nesta centésima primeira edição do maior salão dos EUA, quando a gasolina atingiu seu pico de preço na Califórnia – US$ 3,80 o galão, cerca de R$ 1,80/litro – os motoristas americanos estão realmente assustados.

Em um país de dimensões continentais, com uma frota em torno de 230 milhões de veículos nove vezes superior à brasileira e de perfil eminentemente gastador de combustível, o preço da gasolina acima de US$ 3 tem forçado a mudança de hábitos e do perfil dos tipos de veículos vendidos. As picapes cedem parte de seu espaço para os utilitários esporte e estes para os crossovers. Os automóveis subcompactos compactos, no Brasil estão ganhando, de forma lenta e gradual, uma fatia já não-desprezível do mercado.

Uma ausência neste salão foi a da Porsche. Há seis meses a fábrica alemã comunicou que preferiu participar apenas de exposições nos EUA, nas regiões onde seus produtos apresentam melhor desempenho de vendas. O espaço tradicional da empresa alemã foi ocupado pelos estandes vizinhos da BMW e da Mini marca pertencente a BMW e pela realocação da Subaru. Este ano a Smart carrinho de dois lugares do grupo Mercedes-Benz ganhou um espaço no pavilhão principal, bem como a Fisker.

A Ford anunciou na segunda-feira à noite, em encontro com jornalistas brasileiros e mexicanos no Guardian Building centro de Detroit, que o crossover Edge, fabricado no Canadá, será exportado para o Brasil no terceiro trimestre de 2008. Lançado neste mesmo salão em janeiro de 2006, teve boa acolhida no mercado americano: 130 mil unidades em 2007, 30% acima das previsões da empresa. Crossover junta características de mais de um tipo de carroceria – no caso, utilitário esporte e station wagon – para baixar o peso e melhorar a estabilidade.

O motor escolhido para o Brasil é o V6 Duratec, de 3,5 litros e 269 cv, câmbio automático de seis marchas, controle de estabilidade, seis airbags e até monitoração de pressão de pneus item obrigatório nos EUA. Trata-se de uma versão bastante completa. A Ford não tem ainda o preço fechado.

Chineses

As marcas chinesas estão de volta a Detroit. Há dois anos, apenas uma delas conseguiu uma área no Cobo Center, fora do pavilhão principal, na realidade entre os corredores de acesso. Em 2007, duas participaram pela primeira vez em estandes no subsolo, um setor pequeno e menos nobre onde se abrigam expositores secundários. Agora são cinco marcas – todas confinadas neste espaço meio esquecido – que trouxeram um total de 20 veículos entre utilitários esporte, automóveis e picapes.

Chagfeng, Geely, BYD, Zhongxing e Li Shi Guang Ming compuseram a delegação da China. Os modelos atendiam diferentes meios de propulsão BYD, fabricante de baterias, mostrou um interessante híbrido duo mode, incluindo microcarros puramente elétricos e até a versão chinesa do famoso táxi londrino, cujo projeto foi adquirido pelos chineses.

Fisker

A empresa californiana de automóveis premium, filosoficamente ligada às causas ambientais, fez a estréia mundial do Karma com discrição. Seu estande foi pouco procurado pela imprensa, embora tivesse um horário na escala apertada de mais de 30 lançamentos uma apresentação a cada 25 minutos, nos dois dias, das primeiras horas da manhã ao final da tarde.

Liberou um modesto material informativo, incluindo um pen drive estiloso com fotos e textos. Melhor que a filial americana da Rolls-Royce, que se limitou a entregar aos jornalistas um cartão em que informava o endereço do site na internet...

Nissan

Estranhamente a Nissan deixou de solicitar horário na programação diária para exibição do veículo conceito Forum. Trata-se de um monovolume de sete lugares, sem coluna central e portas laterais que dispensam trilhos. O carro, de fato, pouco apresenta de extraordinário, embora entre os mimos no seu interior muito espaçoso se inclua um pequeno forno de microondas.

É possível que, à falta de outras novidades no estande, os diretores da empresa tenham preferido dispensar a visita formal da imprensa. Existe a desconfiança, porém, de que estariam querendo evitar possíveis perguntas incômodas em relação ao recente anúncio de que projetará um sedã para a Chrysler.

Anunciado na semana passada, o carro utilizará a mesma arquitetura do Versa nome do Tiida nos EUA, desenhado especificamente para o mercado sul-americano e produzido na fábrica na Nissan em Aguas Calientes, México. Ou seja, deixará de empregar operários americanos, um tema cada vez mais delicado aqui.

Presidenciáveis americanos acenam, pela primeira vez, com algum apoio aos fundos de aposentadoria e pensão que se tornaram um tormento financeiro para as chamadas Três Grandes GM, Ford e Chrysler. Em troca, estas teriam de investir ainda com mais vigor na economia de combustível dos veículos fabricados no país.

Gosta de picapes?

Confira algumas ofertas desses segmentos, todas do WebMotors:

Dodge RAM

Ford F-250

Chevrolet Silverado

Toyota Bandeirante

Ford F-1000

Leia mais sobre o Salão de Detroit:

Ford F-150

Fisker Karma

Ferrari F430 Spider Biofuel

Honda Pilot Prototype

Rick Wagnoner analisa o futuro e faz aposta no etanol

Dodge Ram 2009

VW Passat CC

Audi R8 V12 TDI

Ford Verve Concept

Audi TTS, a nova versão do carro mais bonito do mundo

Toyota A-BAT, a picape conceito para Detroit

Buick Riviera: a evolução das portas asa-de-gaivota

Cadillac mostra sua versão do Chevrolet Sequel, o Provoq

Ford Explorer America, conceito próximo da realidade

Mazda Furai quer levar a marca de volta a Le Mans

Vision GLK, uma prévia do futuro utilitário da Mercedes

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors