G-Power Hurricane RS bate Brabus Rocket com 367,4 km/h

Recorde, batido no circuito de Papenburg, dá ao derivado do M5 o título de sedã mais veloz do mundo
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. G-Power Hurricane RS bate Brabus Rocket com 367,4 km/h
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Quando falamos do G-Power Hurricane pela primeira vez, falamos que ele tinha potencial para quebrar o recorde de velocidade do Brabus Rocket, então o sedã mais veloz do mundo. Na primeira tentativa, em fevereiro deste ano, ele chegou a 360 km/h, ainda distante dos 365,7 km/h do derivado do Classe CLS. Pois hoje a G-Power anunciou ter quebrado o recorde do Rocket por pouca diferença: atingiu 367,4 km/h no mesmo circuito de Papenburg.

A empresa conseguiu isso ao aumentar a pressão dos compressores que tornaram o motor V10 do M5 ainda mais bravo, passando dos 730 cv do Hurricane convencional para os 750 cv.

O Hurricane RS usa o kit G-Power Evo II, um sistema de sobrealimentação especial, com um compressor mecânico para cada bancada de cilindros do V10 deste BMW. Diferentemente dos compressores mecânicos comuns, que desperdiçam uma boa parte da energia em atrito, por exemplo, os usados pela G-Power têm uma taxa de eficiência de 80% e são pequenos, daí a possibilidade de haver dois em um cofre de motor apertado como o do M5.

A beleza deste kit é que o motor continua girando alto. A potência máxima é atingida entre 7.500 rpm e 8.200 rpm. Para quem acha que bater 6.000 rpm é sinal de esportividade, como acontece hoje em dia, só o som deste motor gritando já deve servir de lição. E inspiração.

O aumento de pressão parece ter sido o suficiente para que o supersedã atingisse a marca que queria, mas, segundo a G-Power, ainda dá para apertar mais o motor. Sem problemas de durabilidade ou segurança. A empresa, obviamente, só fará isso se o Rocket voltar a ameaçar, mas o mais certo é que a Brabus passe essa tarefa para o Bullit.

Interessados no G-Power Hurricane furacão, em inglês podem comprar o seu, na Europa, pela “bagatela” de 240 mil euros, ou pouco mais de R$ 790 mil ao câmbio de hoje. Considerando que um M5 original custa R$ 550 mil, no Brasil, o valor não parece nenhum absurdo, para quem pode comprar um veículo assim. A questão é que, quem pode, deve se sentir lesado por levar 507 cv quando poderia ter 730 cv à disposição. Sorte dos europeus, que não podem pagar tanto por um carro. Sabe como é, ganham em euros, são mais pobrezinhos...

Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

Gosta de esportivos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas:

Audi R8

Bugatti Veyron

Aston Martin

Porsche

Ferrari

Lamborghini

Leia também:

Maserati apresentará o Quattroporte Sport GT S em Detroit

Feito na Rússia, EMM Marussia usa propulsão híbrida

Mercedes-Benz homenageia Stirling Moss com SLR especial

Gumpert Apollo atinge 40 unidades produzidas

Zenvo ST1, dinarmarquês, tem alma norte-americana

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors