Honda Civic Si 2020 é um esportivo a ser celebrado

Andamos no cupê manual que resiste em mercado de raras opções. Modelo custa R$ 179.900 e vem com motor turbo

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Honda Civic Si 2020 é um esportivo a ser celebrado
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O Honda Civic Si 2020 é de uma espécie rara no Brasil: esportivo de duas portas com carroceria cupê e câmbio manual. Agora, na linha 2020, o modelo importado do Canadá ganhou mais equipamentos e novos detalhes estéticos. Mas será que as novidades justificam a tabela de R$ 179.900?

Para descobrir, aceleramos a novidade na pista de testes da fabricante, em Sumaré (SP). Lá foram realizados alguns percursos capazes de atestar a capacidade de aceleração do carro, bem como o ajuste de estabilidade e o sistema de frenagem.

A única alteração dinâmica na linha 2020 fica no câmbio manual de seis marchas, que teve as relações encurtadas em 6%. Na prática, isso significa que a manopla é ainda mais utilizada, o que não é estorvo. A Honda tem tradição em encaixar ótimas transmissões e desta vez não foi diferente.

A montadora, porém, não informou o que o novo ajuste de câmbio proporciona em termos de desempenho. A projeção é de que a aceleração de 0 a 100 km/h possa ser cumprida na casa dos 7 segundos - tal faixa atesta que o Honda Civic Si 2020 é um esportivo respeitável, mas que seu desempenho não é tão expressivo.

Embora tenham propostas diferentes, sedãs como Volkswagen Jetta GLI (arrancada de 0-100 km/h em 6,8 s) e Subaru Impreza WRX (6,3 s) são mais ligeiros.

Honda Civic Si 2020: um unicórnio

Uma vez que citamos outros modelos, vale enfatizar que o Honda Civic Si não tem um concorrente adequado. Aqui, vale ressaltar que o câmbio manual e a carroceria de duas portas dão ao esportivo um status de "unicórnio", ou seja, algo único no segmento.

Os modelos supracitados de Volkswagen e Subaru são os que mais se aproximam em termos de desempenho e preço - o Jetta GLI custa R$ 162.250, enquanto o WRX sai por R$ 188.900.

Abaixo dos R$ 100 mil, a única opção realmente esportiva é o Renault Sandero RS (R$ 75.490), que tem ajuste muito mais simples do que os modelos aqui mencionados. Já carros esportivos de marcas consideradas premium ultrapassam com folga a casa dos R$ 200 mil.

Fora o pequeno ajuste no câmbio, nada muda na mecânica do Civic Si 2020. Sob o capô segue o motor 1.5 turbo que também equipa as versões Touring de HR-V, CR-V e a variante sedã do Civic. A diferença é que o propulsor foi remapeado e tem turbocompressor e intercooler maiores a fim de entregar mais potência - são 208 cv a 5.700 rpm, enquanto o torque é de 26,5 kgf.m a 2.100 rpm.

Com o botão Sport acionado, o esportivo ganha comportamento mais arredio. As respostas do acelerador são mais rápidas, a suspensão fica mais rígida e a direção é ainda mais direta.

Como estávamos em ambiente controlado, foi possível aliar os atributos do modo Sport ao desligamento do controle de tração. Mesmo assim, o carro estava sempre na mão, com equilíbrio impressionante nas provas de slalom (trocas rápidas de direção).

 Honda Civic Si 2020 ganhou detalhes externos, câmbio mais rápido e aumento na etiqueta: R$ 179.900
Legenda: Honda Civic Si 2020 ganhou detalhes externos, câmbio mais rápido e aumento na etiqueta: R$ 179.900
Crédito: Divulgação

Novos equipamentos

Ajuda a transmitir segurança o encaixe perfeito dos confortáveis bancos esportivos tipo concha que agora ostentam o logo Si, além de faixas vermelhas. A mesma cor também enfeita as costuras dos elementos revestidos em couro, como volante e manopla do câmbio, assim como as saídas do ar-condicionado.

Em termos de equipamentos, as novidades ficam por conta do carregador de celular por indução e de sensores de chuva. Eles se juntam a outros itens de série como a central multimídia tátil de sete polegadas com Android Auto e CarPlay, ar-condicionado de duas zonas, quadro de instrumentos digital, faróis full-LED, teto solar, escapamento central cromado e sistema de som de 450 watts.

icon photo
Legenda: Uma das grandes novidades da linha 2020 do novo Honda Civic Si foi um carregador de celular sem fio
Crédito: Divulgação

Destaque ainda para os itens de segurança do Honda Civic Si 2020. Ele tem seis airbags, controles de estabilidade e tração e uma câmera no retrovisor direito que existe para diminuir os pontos cegos.

Por fora, visualmente, o cupê agora tem faróis de neblina em LED e rodas de 18 polegadas com novo design - elas ainda calçam pneus de 235 milímetros.

icon photo
Legenda: Esportivo ganhou novo design de rodas e câmbio com relações ainda mais curtas
Crédito: Divulgação

Embora sejam valorosas, as novidades não mudam o patamar do Si. O cupê é válido para um público restrito de compradores que apreciam um bom esportivo com câmbio manual. Por ser tão raro, o modelo precisa ser celebrado - em um país com escassas opções esportivas, carros como este simbolizam a resistência do prazer ao dirigir.

Por outro lado, é preciso deixar claro que falamos de um brinquedo caro e que subiu ainda mais de etiqueta - quando chegou ao Brasil, em 2018, esta atual geração custava R$ 159.900. Outros fatores que depõem contra o cupê são o sistema de entretenimento antiquado e sua configuração nada versátil. Mesmo com os empecilhos, ainda é um sonho possível para puristas mais exigentes.

Assista ao nosso vídeo com o Civic Si 2020

 

Comentários