Jaguar mais barato da história, XE chegará no

Sedã tem tudo para ser feito no Brasil e quer peitar as alemãs Audi, BMW e Mercedes
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Jaguar mais barato da história, XE chegará no
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


(Los Arcos, Espanha) O Jaguar XE representa um rompimento de paradigma da marca britânica. Conceituada pelo luxo e oferta de veículos apenas para consumidores da classe “triple A”, a fabricante decidiu lançar o veículo mais barato de sua história, levando em consideração o câmbio de todas as época. O sedã médio ainda não tem data, nem preço oficial para o Brasil. A estimativa da Jaguar é que ele seja importado a partir de meados do segundo semestre com etiqueta inicial de R$ 170.000.

Não há confirmação ainda sobre os rumores de o XE ser fabricado no Brasil, mas o cenário converge para que o boato seja concretizado:

1)      A Jaguar Land Rover já deixou claro que a planta a ser erguida em Itatiaia, Rio de Janeiro, tem expertise para produzir qualquer modelo da gama;

2)      O grupo JLR não deve escapar das premissas determinadas pelas outras marcas premium que estão construindo suas fábricas no País. Isto é, deve construir no Brasil obrigatoriamente um SUV e um sedã;

3)      O utilitário esportivo já foi escalado. É o Discovery Sport, modelo de entrada da Land Rover, que entra na linha de produção no início de 2016. O três-volumes deve ser o XE, por ser a porta de entrada para o universo da Jaguar;

4)      Os principais rivais do XE são ou serão feitos no País: Audi A3 Sedan, BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C.

O certo é que as duas configuração do novo propulsor de alumínio a gasolina serão disponibilizadas para os brasileiros. Há um 2.0 de 240 cv e 34,6 de torque, além do furioso Supercharged 3.0 V6 de 340 cv a 6.500 giros e kgf.m 45,8 de força motriz a 4.500 rpm. Enquanto o primeiro impulsiona o sedã da inércia aos 100 km/h em 6,8 segundos, o mais poderoso cumpre o trajeto em 5,2 segundos.

IMAGE

Ambos são alocados à impecável transmissão automática de oito velocidades. Ela torna a viagem agradável nas ruas e estradas, mas fica de prontidão quando é necessário robustez em ultrapassagens ou mesmo ímpeto para diversão.

Mas no Circuito de Navarra, na Espanha, o câmbio foi um show à parte. Põe o V6 para segurar a onda em pouco mais de 3.000 giros quando ele chega à casa dos 160 km/h (sem dificuldades) ainda no modo convencional de condução. Porém, quando o câmbio está no modo S (Sport), o botão de comportamento dinâmico é acionado e o controle de tração é desligado, o bloco é colocado ao limite. Suas rotações são jogadas para escalonar as marchas em 6.500 rpm.

Com o motor V6, o XE ganha a assinatura S, grafada nos modelos mais vigorosos da Jaguar. Apesar de fabuloso, ainda está um nível abaixo dos esportivos BMW M3 e Mercedes-AMG C63S. Os números comprovam: o bávaro cumpre o 0 a 100 km/h em 4,1 segundos, enquanto o rival da estrela de três pontas precisa de um segundo a menos.

Aí o cenário se inverte. Enquanto a versão padrão do XE é mais luxuosa e refinada do que os rivais, quando falamos de divisão esportiva, as alemãs aumentam o nível da brincadeira. Em termos de preço, por exemplo, o BMW M3 vale quase R$ 400.000. O XE S não deve chegar nesse patamar.

Além dos modelos a gasolina, o WebMotors também acelerou o XE com propulsor a diesel 2.0 de 180 cv – há ainda uma configuração de 163 cv. Apesar de bem menos potente, o motor comportou-se bem nas ruas e estradas sinuosas do cenário inspirador do norte da Espanha. Chamou atenção ainda pelo nível de ruído aceitável e pela baixa emissão de poluentes: 99 gramas de gás carbônico emitidos a cada 100 quilômetros.

As curvas estreitas e sequenciais também provaram o bom desempenho da suspensão. Sofisticada, possui de suspensão dianteira com triângulos duplos sobrepostos e traseira com Integral Link, que é macia quando necessário, mas passa segurança e não coloca os ocupantes para dançar nos bancos.

IMAGE

Também é digno de elogios o acabamento interno do veículo. Impecável, como não poderia deixar de ser em se tratando de um Jaguar, chama atenção também pelo layout do cockpit. Uma espécie de arco é formado pelo desenho aerodinâmico utilizado de uma porta a outra e passando por cima do console. Houve solução interessante ainda em relação às saídas de ar-condicionado, posicionadas um pouco abaixo do convencional e que melhoraram também em ergonomia.

Já a parte externa é mais discreta, porém, sempre elegante, marca dos ingleses. Mas a falta de ousadia tornou o veículo muito semelhante ao sedã XF.

Em termos de tecnologia, também há novidades. O novo sistema multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas possui hostspot Wi-Fi, isto é, emite sinal de internet e permite a conexão de smartphones e tablets.

O Jaguar XE oferece ainda itens como sensor de estacionamento frontal, lateral e traseiro, câmera de ré, park assist (opcional em qualquer versão), sistema de som Meridian de 11 alto-falantes, piloto automático, além de carroceria com 75% de alumínio que transmite leveza e segurança ao veículo que ganhou cinco estrelas nos testes de impacto do Euro Ncap.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors