Maserati de volta às pistas com modelo Trofeo

No Brasil, 25 “gentlemen drivers” vão disputar de 7 a 10 provas em 2004
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Maserati de volta às pistas com modelo Trofeo
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Maserati do Brasil apresentou, sábado 07, no Autódromo José Carlos Pace Interlagos, em São Paulo, o Trofeo, com o qual pretende-se lançar – em 2004 – uma nova categoria de competições no país. A proposta é reunir 25 carros Maserati Trofeo e realizar de 7 a 10 etapas em circuitos nacionais.

Será a volta da Maserati às pistas após 45 anos – em 1957, ano em que o piloto argentino Juan Manuel Fangio, com o modelo 250F, conquistou o campeonato mundial de Fórmula 1, a Maserati retirou-se das competições de F-1.

O Maserati Trofeo foi lançado em setembro do ano passado, durante o Salão de Paris. No entanto, antes do lançamento oficial da competição e do carro, em junho de 2002, foi constituída a Ufficio Maserati Corse, sob o comando de Claudio Berro e Giorgio Ascanelli – ambos com experiência em F-1 –, responsável pela idealização e coordenação do campeonato Maserati Trofeo na Europa.

O Trofeo é derivado do Maserati Coupè Cambiocorsa, com o mesmo motor V8, aspirado, de 4,2 litros, mas com 413 cavalos de potência, mais leve 1.370 Kg contra 1.580 Kg e com introdução de kits de sistema aerodinâmico, de frenagem, de segurança e de suspensão. A velocidade final chega a 285 Km/h, segundo a montadora.

O modelo já foi testado pelo piloto brasileiro Luciano Burti, em Fiorano, Luca Badoer, Fabrizio Giovanardi, Fábio Babini, Rubens Barrichello, Michael Schumacher e Felipe Massa, em circuitos como Ímola, Mugello, Vallelunga, Nürburgring e Varano de Mellegari.

Destinada a “gentlemen drivers”, na Europa a competição ganhou adesão de 26 participantes, de 5 países Alemanha, França, Inglaterra, Itália e Suíça, ainda no último trimestre de 2002. Assim, independente do calendário europeu, foi possível realizar uma première na Austrália, em março deste ano, com todos os carros inscritos.

Até o momento, três etapas da Trofeo Vodafone Maserati foram cumpridas: Barcelona, Magny Cours e Nürburgring. Restam ainda as provas em Lausitzring, Silverstone, Monza e Mugello, sendo que duas delas – Silverstone e Monza – serão realizadas como preliminares dos grandes prêmios de F-1 realizados nos circuitos. A prova final será em Mugello, no dia 19 de outubro, na "Finali Ferrari & Maserati", em conjunto com a competição Ferrari Challenge.

Também no Brasil, a Maserati Trofeo será destinada a “gentlemen drivers”. A exemplo da Europa, onde o campeonato se chama Trofeo Vodafone Maserati, também no país o nome da competição poderá ter o da patrocinadora master, em fase inicial de negociação. A competição seguirá as regras do campeonato europeu, em concordância com as normas da Confcaptionação Brasileira de Automobilismo.

Os carros da Maserati Trofeo serão entregues aos pilotos em regime de admissão temporária e a cota de participação será de US$ 150 mil, mais um "kit-temporada", desenvolvido em conjunto com a Maserati Itália, que contempla jogos de rodas e de pneus, freios, amortecedores, entre outros componentes.

De acordo com Francisco Longo, os circuitos brasileiros serão definidos tão logo seja firmada a parceria com a organizadora. Com uma competição por mês, na média, a Maserati Trofeo brasileira vai ocupar o final de semana completo dos pilotos. No sábado, pela manhã, haverá treinos livres; à tarde, treino classificatório; e no domingo, a prova.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors