Nismo: tradição em tuning nipônico

Criada há mais de 20 anos, a Nismo, divisão esportiva da Nissan, oferece componentes exclusivos para toda a linha de veículos da empresa
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Nismo: tradição em tuning nipônico
Alexandre Ramos
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Em 1985 a Nissan resolveu que era hora de criar uma divisão esportiva. Dessa forma surgiu a Nismo Nissan Motorsports, que no Brasil, até bem pouco tempo, era pouco conhecida. Com a chegada do 350Z, porém, essa história mudou. Basicamente a Nismo surgiu para o desenvolvimento dos modelos de pista da Nissan, que participam de inúmeros eventos esportivos, como a Formula Nippon, JSPC, JTCC campeonato de turismo japonês, 24 Horas de Le Mans, 24 Horas de Daytona e, em dias mais atuais, no Super GT japonês, antigo JGTC Japan Gran Touring Car Championship.

Hoje a Nismo desenvolve e fabrica componentes para preparação, kits aerodinâmicos, componentes mecânicos discos de embreagem, por exemplo, rodas, kits de suspensão e freios para os modelos da Nissan. Mas há peças também para modelos fora de linha, como as disponíveis para o motor KA24E, que além de equipar durante muitos anos a linha de picapes pequenas da empresa, está presente também numa das maiores paixões dos drifters: o 240SX.

A Nismo já dedicou esforços em inúmeros modelos para pista, realizando trabalhos realmente fantásticos no sedã Skyline, que na geração anterior era voltado exclusivamente para o mercado japonês, mas que arrebanhou legiões de fãs pelo mundo afora. Antes dele o Z original, que teve três versões 240, 260 e 280 e foi o primeiro carro esportivo japonês que fez sucesso no mercado americano, já havia passado pelas mãos dos engenheiros da Nismo.

Mas um dos produtos mais interessantes da empresa, pelo menos para o público em geral, surgiu no segundo semestre de 2005, quando a divisão esportiva comemorou seus 20 anos de existência. Trata-se do Skyline GT-R R34 V Spec, ou simplesmente o Z-Tune, um trabalho da Nismo sobre o GT-R R34 original, que foi lançado em 1999 e já era especial.

Verdadeiro estado-da-arte em esportividade, esse Skyline tinha câmbio de 6 marchas e tração nas quatro rodas, sendo que a distribuição do torque podia ser alterada eletronicamente pelo motorista, chegando a 100% para o eixo traseiro, por exemplo – voltaria automaticamente a 50/50 em casos de necessidade. Esse sedã trazia no painel um equipamento interessante: um “acelerômetro”, que servia para medir a força-G em curvas. Depois o motorista podia fazer o download das informações e compará-las com os dados de seus amigos, por exemplo.

Como o Skyline daquela geração já saíra de linha, a Nismo foi atrás de 20 modelos seminovos, todos com menos de 30 mil quilômetros rodados e intactos. Os proprietários foram muito bem pagos e os carros voltaram para a fábrica, sendo encaminhados para a Nismo.

A preparadora efetuou várias mudanças no GT-R R34, como reforços na carroceria e assoalho, substituição de peças originais por outras de fibra de carbono, retrabalho nas suspensões, adição de freios Brembo com pinças de seis pistões na dianteira disco de 365 mm de diâmetro e quatro na traseira disco com 355 mm de diâmetro, rodas 18 calçadas com pneus Bridgestone RE55 Potenza, na medida 265/35 R18, árvore de transmissão cardã feita de fibra de carbono, novo câmbio, embreagem de liga de cobre e uma revisão no motor.


E que motor! Era o RB26DETT2Z, um seis-em-linha de 2,8 litros de cilindrada baseado no 2,6-litros original de 280 cv nomeado RB26DETT e ele próprio nascido nas pistas de competição, em que chegava aos 507 cv de potência, mas equipado com dois turbos com 1,5 kg de pressão nominal em cada um. Além do aumento de cilindrada, o motor recebeu novas árvores de comando de válvulas, pistões e bielas, entre outros componentes revistos, passando a desenvolver potência de nada menos que 500 cv e 55 kgfm de torque.

O preço era de US$ 146 mil em dezembro de 2005, mas o pacote de acessórios podia ser comprado separadamente para equipar qualquer Skyline, por “meros” US$ 108 mil ambos os preços no mercado japonês. Hoje os 20 carros já valem bem mais do que isso...

Atualmente a Nismo oferece pacotes de acessórios para todos os modelos da Nissan, incluindo os utilitários. Com isso os proprietários do Altima, 350Z, Sentra e até mesmo do utilitário esporte Pathfinder podem sentir o gostinho de ter um carro tunado com garantia da própria fábrica. No Brasil, os componentes Nismo são disponíveis para o 350Z sob encomenda – há discos de freio especiais, disco de embreagem de cerâmica, acessórios e kits aerodinâmicos, entre outros. Um investimento que vale a pena.
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors