O melhor BMW Série 3 da história

Novo BMW Série 3 quer conquistar maior fatia de mercado e por isso aposta em tecnologia

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. O melhor BMW Série 3 da história
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O carro mais tecnológico da BMW acaba de desembarcar em solo brasileiro. A sétima geração do Série 3 vem na versão 330i M Sport por R$ 269.950 e já será entregue, para os clientes que compraram antecipadamente, no final deste mês. Em junho chegará a unidade mais em conta, 330i Sport, por R$ 219.950. Em julho o modelo deixa de ser importado da Alemanha e começa a ser feito na fábrica de Araquari, Santa Catarina.

Pensando na concorrência, que ano passado deu um banho de vendas no Série 3 (o Mercedes-Benz Classe C emplacou 2060 unidades a mais que o sedã da marca bávara), a BMW traz o modelo mais equipado da história, que teve sua primeira geração produzida em 1975. “Somos um dos primeiros mercados globais a oferecer o novo BMW Série 3 e ele chega com mais tecnologia e ainda maior prazer de dirigir. Com desenvolvimento de tecnologias de conectividade no Brasil, feitas pela nossa engenharia local, tenho certeza que vamos emocionar ainda mais nossos clientes”, ressalta Roberto Carvalho, Diretor Comercial da BMW do Brasil.

icon photo
Legenda: BMW Série 3
Crédito: Divulgação

CONECTIVIDADE

O equipamento inédito desta geração é o Assistente Pessoal Inteligente, que integra o Sistema Operacional BMW 7.0 e pode ser acionado por comando de voz. Basta falar "Olá, BMW" e o sistema fica aguardando o próximo comando, que vai desde ligar o ar-condicionado até pedir explicação sobre algum equipamento do carro.

Há ainda o Driving Assistant Professional, disponível apenas na versão topo de linha, para auxiliar o motorista no trânsito das grandes cidades, avisando sobre tráfego cruzado, riscos de colisão traseira e park assist. Nas rodovias ele avisa sobre a aproximação rápida do veículo à frente, evitando colisões, e mudanças involuntárias de faixa de rolamento.

 BMW Série 3
Legenda: BMW Série 3
Crédito: Divulgação

Na hora de estacionar, a vida do condutor é facilitada pela visão 360° Surround View que, por meio de quatro câmeras, ajuda a visualizar obstáculos na hora de colocar ou tirar o carro de uma vaga.

Esse sistema também pode ser acessado pelo celular, através do aplicativo BMW Connected App, e dar aquela espiadinha no carro. O Reversing Assistant, testado durante o nosso contato com o carro, ajuda o motorista a tirar o carro de lugares apertados. Exemplo: quando o condutor entra em uma via sem saída, e não é possível manobrar, o próprio carro pode sair desta situação, pois ele monitora constantemente os últimos 50 metros percorridos e, através do esterçamento do volante, consegue fazer o caminho em marcha ré.

icon photo
Legenda: BMW Série 3
Crédito: Divulgação

Além dessas comodidades, todos os veículos equipados com o BMW Connected Drive possuem um SIM Card conectado à internet e não é necessário utilizar a rede do celular para atualizar o sistema. Com o veículo conectado é possível monitorar o trânsito, há serviço de alerta de manutenção e Concierge.

A sétima geração do Série 3 não tem revisões programadas, pois o serviço de telemetria ajuda a analisar qual peça ou fluido deve ser substituído. Assim, basta o carro avisar o proprietário para agendar uma consulta na concessionária.

 BMW Série 3
Legenda: BMW Série 3
Crédito: Divulgação

O Concierge, muito utilizado no Brasil, é uma prestação de serviço que não tem custo nos primeiros três anos e auxilia a encontrar restaurantes, reservar hotéis e também no momento do socorro, com a Chamada de Emergência Inteligente.

O acabamento no habitáculo é um capítulo à parte. O volante tem boa empunhadura, com couro, comandos para o sistema multimídia e limitador de velocidade, além do Lane Assist e borboletas para trocas de marcha. Os mostradores aparecem em uma tela digital configurável de 12,3 polegadas. Já no centro do painel encontra-se a tela de 10,25 polegadas do multimídia, com as saídas de ar-condicionado e teclas logo abaixo. No console há porta-objetos e um seletor giratório para utilizar o infotainment, que também é sensível ao toque. Ao lado deste seletor está a manopla do câmbio e os modos de condução Sport, Comfort e Eco Pro.

O ar-condicionado de três zonas favorece também quem vai atrás, que pode escolher a temperatura e a direção do ar. Mas há um ponto negativo na parte de trás: Um enorme duto central impede que o passageiro do meio acomode bem as pernas e o espaço para três ocupantes não é dos melhores.

ELEGÂNCIA

O sedã cresceu 8 cm, ficou 1,5 cm mais largo e o entre-eixos está 4 cm maior; só a altura permaneceu a mesma (1,43M). Assim, ele tem 1,43m de comprimento, 1,82m de largura e 2,85m de entre-eixos.

icon photo
Legenda: BMW Série 3
Crédito: Divulgação

Os faróis à laser são outra novidade, com alcance de até 530 metros. A grade frontal com duplo rim cresceu e agora tem contorno cromado único, enquanto as extremidades do para-choque dianteiro abrigaM as luzes auxiliares e entradas de ar.

Para conseguir diferenciar a versão mais em conta (Sport) daquela com pacote M, as entradas de ar são no formato de "T" deitado e não possuem faróis de neblina. Já na traseira as lanternas continuam com o formato de "L", com seta e ré debaixo de uma camada fumê. A dupla saída cromada indica que por ali a diversão é garantida.

NA PISTA

O motor 2.0 de quatro cilindros turbinados ajuda o Série 3 a cumprir a tarefa de 0 a 100 km/h em 5,8 segundos, tendo a velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h. Na pista do Autódromo Velo Città, no interior de São Paulo, o modelo alcançou 164 km/h na reta e ainda havia muito para extrair. O câmbio de oito marchas Steptronic ajuda a ganhar velocidade quando o Sport está ativado, mas suas reduções são teimosas e não deixam o motorista diminuir as marchas quando bem entende.

Entre as melhorias para a sétima geração estão o uso de alumínio em longarinas, capô e para-lamas, reduzindo o peso do sedã em 55 kg. Além disso, o motor passa a ter um virabrequim mais leve e um novo gerenciamento, oferecendo 13 cv e 5 kgfm de torque a mais do que a geração anterior.

icon photo
Legenda: BMW Série 3
Crédito: Divulgação

A direção esportiva dá um toque especial à tocada, porque ao aumentar a velocidade o Servotronic auxilia o piloto diminuindo o esforço de esterçamento, deixando o conjunto mais ágil e com respostas bastante sensíveis. A suspensão na versão 330i M Sport é 1 cm mais baixa, fazendo com que o coeficiente aerodinâmico do sedã passasse de 0,25 cx para 0,23 cx. O carro ficou com a estrutura mais rígida, tendo 200 pontos a mais de solda do que o antecessor.

Assim, o modelo ficou mais apimentado, apesar da cara de bom menino. Com seus 258 cv e muito fôlego, o sedã é confortável sem deixar de ser esportivo. Os 1.470 kg não atrapalham o desempenho e com o controle de tração desligado é preciso dosar o acelerador para não sair de traseira.

A tração nas rodas de trás é outra marca registrada do Série 3. O controle de estabilidade entra em ação ao enfiar o pé no freio no final da reta, ajudando o carro a apontar para a curva. Os pistões duplos nos freios dianteiros conseguem parar o sedã sem sustos e, ao exigir o máximo do acelerador, o controle de estabilidade segura a potência até que o volante esteja em posição reta, liberando toda a cavalaria assim que ele perceber que não há risco de rodar.

Para quem não precisa de tanto ímpeto, o modo Eco Pro é ideal para rodar com o mínimo de ruído na cabine e economizar combustível. Em rodovias, por exemplo, quando o carro está em velocidade constante e o motor não é tão exigido, o câmbio desacopla a engrenagem permitindo que o propulsor gire livremente, diminuindo a rotação sem perder velocidade. Esse sistema chamado de "Roda Livre" já é conhecido em outros modelos, como no Audi A3 Sedã, por exemplo.

VERSÕES

Além de todos os equipamentos citados acima, presentes na topo de linha 330i M Sport, há ainda pacote aerodinâmico com saias laterais e spoiler, sistema de som Harman Kardon, teto-solar, head-up display colorido e rodas de 19 polegadas.

Já na 330i Sport há rodas de aro 18, câmera de ré e sensores traseiros, freio de estacionamento com Auto Hold e monitoramento de pressão dos pneus. Os seis airbags (duplo frontal, laterais e de cortina) são de série em todas as versões, além de pneus runflat e estepe provisório.

Com todos esses atributos, o Série 3 quer conquistar consumidores com todo tipo de necessidade, desde aficcionados por tecnologia até os puristas que gostam de turbo e tração traseira. A BMW já confirmou a vinda de uma versão mais em conta, que deve ser a 320i, além de versões Touring, Coupé, Cabrio e Gran Turismo.

VÍDEO RELACIONADO

Informações de Vinícius Montoia

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors