Opel Corsa OPC, o SuperCorsa!

Divisão OPC cria Corsa de série mais forte de todos os tempos, com 192 cv
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Opel Corsa OPC, o SuperCorsa!
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Opel, braço da GM do qual a maior parte dos carros vendidos pela Chevrolet no Brasil deriva, apresentou hoje a versão de série mais apimentada que o Corsa já teve, a OPC. Desenvolvido pela divisão de alto desempenho da marca, também chamada de OPC que significa Opel Performance Center, o carrinho tem 192 cv, extraídos de um motor 1,6-litro com turbo.

Apesar de interessante, o carro chega correndo atrás do prejuízo, já que a Renault também lançou um carro do mesmo porte, o Clio III Sport, que tem motor maior e mais potente: um 2-litros de 197 cv leia mais sobre ele aqui! Certo é que os fãs da quinta geração do Corsa não poderia deixar de ter na linha uma opção mais “nervosa”.

E o Corsa OPC faz jus às expectativas: 0 a 100 km/h em 7,2 s e máxima de 225 km/h. O torque máximo do motor 23,5 kgm, com picos de 26,5 kgm quando a função “overboost” for solicitada. A transmissão, como no Clio, é dianteira, com um câmbio manual de seis marchas.

O consumo declarado pela fábrica para o Corsa OPC é surpreendentemente baixo: 12,7 km/l , possivelmente em circuito misto, o que certamente conquistará muitos dos consumidores europeus, que verão o carro no Salão de Genebra, em março, e poderão comprá-lo pouco depois.

Acertado no circuito de Nürburgring, o Corsa OPC teve a barra de torção traseira reforçada e recebeu uma barra estabilizadora dianteira também mais forte, com novos amortecedores e molas, com rebaixamento da carroceria em 1 cm.

Pode parecer pouco, mas lembre-se de que, na Europa, os carros são naturalmente mais baixos que os brasileiros cerca de 3 ou 4 cm porque as ruas e estradas de lá não têm ondulações, buracos, valetas e quebra-molas como as daqui.

O sistema de controle de estabilidade, além de ABS, são itens de série no carro, mas o primeiro pode ser desligado ao gosto do freguês. Além de forte, o Corsa OPC vem muito bem calçado, com rodas de aro 17”, de liga-leve, com pneus 215/45 R17. Há rodas de aro 18” e pneus 225, para essas rodas, disponíveis como opcionais.

Os freios também sofreram alterações, mais do que necessárias. Afinal, parar esse canhão de bolso não seria muito fácil com o sistema convencional usado no Corsa. Os freios de 308 mm na dianteira e 264 mm na traseira, ventilados, têm o charme de pinças pintadas em azul, cor oficial da OPC.

Por dentro, bancos Recaro em estilo concha, com airbags laterais integrados novidade mundial do carro são o que de mais interessante o carro oferece, fora os pedais de alumínio e o volante esportivo, de praxe em veículos assim e presente até no Corsa SS brasileiro, a uma geração e muitos cv de distância do OPC.

Tomara que o consumidor brasileiro um dia tenha acesso a um carro destes, mas, antes disso, é recomendável que tenha uma atitude mais responsável no trânsito, tirando o Brasil do ranking dos países que mais matam no trânsito. Na condição atual, um carro pequeno e potente como o Corsa OPC, longe de ser um prazer, poderia se tornar um perigo.

Gosta de “foguetes de bolso”?

Então veja aqui as opções brasileiras destes veículos, todos presentes no WebMotors:

Chevrolet Corsa GSI

Fiat Uno Turbo

Ford Ka Action

Ford Fiesta CLX 1.4

Honda Civic VTi

Volkswagen Gol GTi

Leia também:

Mitsubishi Prototype X antecipa Lancer Evolution

Rinspeed eXasis

Missão: mais de 400 km/h

SEGREDO! – BMW M3

Brabus Rocket vai a 365,7 km/h
________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
________________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors