Range Rover Sport 2018 fica mais próximo do Velar

Modelo ganha sistema de telas de alta resolução e três versões de acabamento. Preço começa em R$ 440.211

  1. Home
  2. Notícias
  3. Range Rover Sport 2018 fica mais próximo do Velar
Rodrigo Ferreira
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Land Rover se inspirou no Velar, que recentemente ganhou o título de World Car Design (carro mais bonito do mundo) na premiação World Car Awards, para promover a mais profunda atualização do Range Rover Sport desde o seu lançamento por aqui, em 2013. A marca começará a vender o modelo 2018 a partir de hoje com preços que partem de R$ 440.211.

A marca importará oficialmente o utilitário esportivo em três configurações – SE (R$ 440.211), HSE (R$ 488.229) e a top esportiva, SVR (R$ 739.600) – que contemplam duas opções de motores (3.0L V6 turbodiesel ou 5.0L V8 Supercharged à gasolina).

O comprador, porém, poderá criar a sua própria versão através do site da marca (www.landrover.com.br). Neste caso, o SUV é encomendado para a matriz, na Inglaterra e, em até seis meses o veículo desembarcará por aqui, explica Vinicius Frata, gerente de produtos da Jaguar Land Rover. “As possibilidades são inúmeras de equipamentos e materiais”, conta o executivo.

 Range Rover Sport 2018
Legenda: Range Rover Sport 2018
Crédito: Divulgação

A primeira vista o facelift do Range Rover Sport pode passar desapercebido. Primeiro porque as principais novidades estão no interior do veículo e também, convenhamos, não é um modelo que se vê facilmente pelas ruas. Mas é fato que houveram atualizações.

Os faróis são novos e, agora, em full LED. A grade frontal em colmeia foi redesenhada, assim como o para-choque que ganhou entradas maiores. A saída do capô também mudou e ficou mais esportiva.

Na traseira, o para-choque também teve o desenho renovado e agora é personalizado para cada versão, sempre com duas saídas de escapamento nas laterais. As lanternas também são novas e foram alongadas para ficar semelhante as do Velar. As rodas passam a ser de aro 21 desde a versão de entrada (antes eram 20).

 Range Rover Sport 2018
Legenda: Range Rover Sport 2018
Crédito: Divulgação

No interior, o Range Rover Sport passa a contar com o sistema de entretenimento Touch Pro Duo – que entrega duas telas HD de 10 polegadas no console central mais um display de 12,3 como cluster para o motorista. O modernoso conjunto foi inaugurado com o irmão Velar.

O sistema é fácil, intuitivo e também é agradável aos olhos. Por lá é possível configurar as principais funções do veículo. Desde a temperatura do ar-condicionado até fazer a seleção do modo de tração do Terrain Response 2.

As versões SE e HSE serão oferecidas com motor 3.0L turbodiesel que entrega até 306 cavalos de potência máxima e um torque de 71,3 kgf.m entre 1.500 e 1.750 rpm. Segundo a marca, a aceleração de 0 a 100km/h é feita em 7,3 segundos com este propulsor.

 Land Rover Range Rover Sport SVR
Legenda: Land Rover Range Rover Sport SVR
Crédito: Divulgação

Já a configuração esportiva SVR traz o propulsor V8 de 5.0L que teve a sua potência elevada de 550 cv para 575 cv. Com isso, o 0 a 100 km/h pode ser alcançado em apenas 4,5 segundos. Já a velocidade máxima é de 280km/h! Isso mesmo, quase 300km/h em um SUV deste porte.

Com estes números, o Range Rover Sport SVR é o Land Rover mais rápido da história. O câmbio para todas as versões continua a ser da marca alemã ZF de oito velocidades.

Segundo Vinicius Frata, gerente de produtos da Jaguar Land Rover, o Range Rover Sport fará a estreia da marca no segmento de híbridos no segundo semestre deste ano, quando passará a ser importada a versão PHEV, que é um híbrido do tipo plug-in. “Os modelos Range Rover e Range Rover Sport serão os primeiros da marca a chegar com a tecnologia no país, ainda este ano. Mas antes faremos palestras e eventos com consumidores da marca para explicar as vantagens e características das versões. Não queremos que nenhum possível comprador deixe de efetivar a aquisição por falta de informação”.

Entre as vantagens em relação aos propulsores convencionais, Frata destaca a autonomia de 51 quilômetros apenas com os geradores elétricos. O sistema irá combinar um propulsor 2.0L de quatro cilindros com dois motores elétricos. A aceleração de 0 a 100km/h, segundo dados da marca, poderá  ser feita em 6,7 segundos.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors