Salão de Tóquio

Evento japonês tem muita tecnologia, criatividade - e bizarrices
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Salão de Tóquio
Luís Figueiredo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- De todos os grandes salões realizados no mundo, o de Tóquio é, sem dúvida, o que reserva os exemplos mais inusitados de criatividade em carros - sejam eles interessantes ou muito esquisitos. O evento é realizado bienalmente para carros de passeio e motocicletas, intercalando-se com exposições exclusivas a veículos comerciais.

No deste ano, que abre as portas ao público 22 de outubro e segue até 6 de novembro, a Suzuki exibirá carros-conceitos que talvez sejam a melhor tradução dessa característica nipônica. Começando pelo PX, mistura de minivan e esportivo, com três fileiras de bancos Recaro. Já o Ionis é um minicarro-conceito movido a pilha a combustível fuel cell. Suas curvas "de proporções generosas", segundo a Suzuki, sugerem formas aquáticas. O Ionis tem um sistema de entretenimento que permite aos passageiros baixarem música via conexão sem-fio à internet ou assistir a TV por satélite. Já o LC é outro minicarro que expõe o apreço japonês por desenhos infantis. De acordo com a fábrica, o LC "é um carro com estilo despretensiosamente fofinho e encantador, pronto a colocar um sorriso em seu rosto".

O quarto carro-conceito Suzuki tem nome auto-explicativo. Mom´s Personal Wagon, ou algo como Perua Pessoal da Mãe, uma proposta da fábrica para minicarro de transporte infantil. Essas características são encontradas na dianteira do veículo, com desenho que lembra um sorriso, e no revestimento interno - o banco do passageiro é dobrável, para permitir melhor acesso ao interior do veículo.

A Toyota também leva seus conceitos a Tóquio. O Fine-X é uma minivan híbrida movida a pilha a combustível cujo maior atrativo, no entanto, é seu interior. Desenvolvido sob a filosofia Claridade Vibrante, embora o Fine-X tenha apenas 3,86 metros de comprimento apenas 4 cm maior do que um Fiat Palio, oferece bastante espaço para quatro passageiros - que têm bom acesso graças às portas tipo asa-de-gaivota. Seus bancos dianteiros giram, da mesma forma que o veículo, que tem rodas de esterçamento independente - uma facilidade na hora de estacionar. O Toyota i-swing o nome é escrito em minúsculas tem apenas um lugar e carroceria acolchoada para proteger os pedestres em caso de colisão. O i-swing pode ser operado em duas rodas, para trânsito lento ou ruas movimentadas, ou em três rodas, para transporte rápido. Para manobrar o i-swing utiliza-se um manche no painel ou pedais, como esqui.

Para quem tem problemas em estacionar, o conceito Nissan Pivo lê-se pivô pode ser a solução. Com desenho em formato de bolha, três lugares e plataforma a bateria, capaz de girar 360 graus, o Pivo dispensa marcha a ré. Essa característica giratória faz com que todos os controles do Pivo sejam sem fio: há controles eletrônicos para o acelerador, freios e direção. O objetivo da Nissan é demonstrar com o Pivo todas as possibilidades oferecidas pela tecnologia "by-wire".

É também da Nissan o conceito Amenio, que leva o motorista para um "passeio pela Terra". Com teto todo envidraçado, o Amenio tem assentos desenhados à semelhança e funcionalidade de poltronas - incluindo apoios para as pernas como os de jatos executivos. O Amenio usa e abusa da telemática. Em uma tela de alta resolução e 18 polegadas colocada no console central são fornecidas informações em tempo real com imagens do que acontece ao redor do carro, incluindo pontos de interesse fornecidos por escritórios, restaurantes e outras localidades. No modo Navegação pela Terra, segundo a a Nissan, "os passageiros podem observar do espaço os carros trafegando na superfície terrestre". Se isso não for o bastante, no modo Navegação pelo Espaço o monitor exibe "imagens de constelações na direção em que o Amenio trafega".

Tendo como mote a expressão "FINE!", em dedicação a liberdade de pensamento, inteligência e tecnologias de ponta, a Honda exibe conceitos como o W.O.W.. O modelo tem portas corrediças, assoalho plano, utiliza vasta aplicação de madeira em seu interior e traz um detalhe bastante interessante: um compartimento à frente do passageiro dianteiro foto de abertura da matéria destinado a um cachorro. Será também exibido o sedã FCX, movido a pilha a combustível.

No estande da Mazda será exibido o esportivo Senku "pioneiro" em japonês. O conceito, de quatro lugares, é equipado com motor rotativo Wankel e injeção direta de combustível, combinado a unidade elétrica. Segundo a Mazda, o Senku tem perfeita distribuição de peso em 50/50, graças à combinação de motores.

Americanos têm vez no salão de Tóquio. A Chrysler leva o conceito Akino, veículo de cinco lugares que ganhou o nome de seu criador, o designer Akino Tsuchiya. O Akino utiliza materiais naturais e recicláveis em sua construção, como assoalho feito de bambu, iluminação suave como de candeeiro e há mantas e travesseiros em seu interior.

E para mostrar que nem só de "bizarrices" vive o evento nipônico, a Mitsubishi exibe o Concept-X, que poderá ser o novo Lancer Evolution. O modelo é equipado com motor 4 cilindros de 2,4 litros, transmissão automática com acionamento seqüencial e tração nas quatro rodas. Para reduzir o peso do Concept-X, teto e capô são de alumínio.

Todos carros-conceito, nenhum dos modelos acima tem preço sugerido. E se alguma dessas idéias mirabolantes vai chegar às ruas? É esperar para ver...
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors