SEGREDO - Veja como deve ser o futuro Chevrolet Viva

Projeto deve ganhar dimensões mundiais e substituir o Aveo nos países em que ele é vendido hoje
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. SEGREDO - Veja como deve ser o futuro Chevrolet Viva
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O Chevrolet Viva ainda demora a chegar, mas, considerando o quanto ele tem atraído a atenção, a GM deve ter nele um bom suporte para se recuperar dos tempos difíceis. Nossa matéria sobre ele, flagrado em Nürburgring na semana passada, foi uma das mais lidas do mês. Isso porque o carro estava todo camuflado. Imagine essa, que o traz sem disfarces, nas ilustrações feitas por nossos parceiros da Automedia.

Quando dizemos que o Viva vai ajudar a GM, não nos referimos à filial brasileira, que vai muito bem, obrigado. Estamos falando é da matriz, mesmo, já que o Viva deve ser vendido em diversos mercados pelo mundo, inclusive nos EUA, onde ele deve ser apresentado como o novo Aveo. Diversos de nossos leitores comentaram que o carro já existe nos países onde moram Angola, Portugal, México e Colômbia – obrigado pela audiência!, mas o Aveo a que nos referimos é o novo, minha gente!

O Viva deve começar a ser vendido no Brasil no segundo semestre deste ano. O carro flagrado pela Automedia em Nürburgring chegou a ser confundido pelo serviço de informações europeu como o novo Lacetti, mas esse carro é um modelo médio, mais exatamente o Cruze.

A plataforma do novo carro, chamada de Gamma II, é a mesma utilizada no Corsa de quarta geração, o chamado Corsa D, que o WebMotors mostrou no Brasil em outubro de 2007 com a ajuda de um leitor que não podia se identificar. Nem ele nos contou, na época, que o Corsa D tinha vindo ao Brasil para o desenvolvimento do Viva, mas era disso que se tratava.

O novo Aveo/Viva terá um entreeixos de 2,51 m, com a versão sedã um pouco maior do que isso, para competir com o Fiat Linea, Toyota Corolla e o futuro VW Polo Sedan, que também terá entreeixos mais longo para entrar no segmento de sedãs médios propriamente ditos, substituindo o combalido VW Bora. Ainda este ano chega ao mercado o Honda City, que, por conta da crise, vai começar a ser feito no Brasil, passando à Argentina quando a fábrica da Honda naquele país ficar pronta.

A motorização do carro deve continuar a ser a mesma do Corsa atual, ou seja, uma versão do 1,4-litro e uma do 1,8-litro melhorada, a exemplo do que foi feito com o motor de 2 litros do Vectra Next Edition e do Vectra GT, que agora tem 140 cv em vez dos 121 cv do antigo. O 1,8-litro passará de 114 cv para 129 cv com álcool.

Além do modelo hatch, com três e cinco portas, chegarão ao mercado também a versão sedã, picape, minivan e utilitário esportivo, já apresentado como o conceito GPix.

Se você, leitor, conseguir flagrar algum deles no Brasil, não hesite em entrar em contato pelo e-mail editorial@webmotors.com.br e nos enviar as imagens, pelas quais não haverá nenhuma outra remuneração que não o gosto de dividir a novidade com os outros leitores. Não se esqueça de autorizar expressamente a publicação das fotos e também de nos contar a história do flagrante. A comunidade de leitores agradece!

Colaboração da Automedia


_____________________________________

TwitterTwitter
_____________________________________


Gosta de compactos premium?

Então veja aqui em nossos estoques a melhor oferta para você:

VW Polo

Fiat Punto

Chevrolet Corsa

Ford Fiesta

Citroën C3

Leia também:

SEGREDO - Fiat Linea deve ser vendido nos EUA como Dodge Neon

SEGREDO - Bajaj ULC deve ser futuro Renault brasileiro

SEGREDO - Imagens do Renault Clio IV vazam na internet

Citroën apresenta na China o novo C-Quatre Sedan

SEGREDO - ZX Auto Grandtiger é flagrada na Fernão Dias

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors