T-Cross 2021 ganha VW Play e fica mais completo

SUV compacto da marca alemã recebe os equipamentos inéditos do "irmão" Nivus e mantém versões de entrada

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. T-Cross 2021 ganha VW Play e fica mais completo
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Volkswagen apresenta o T-Cross 2021. Carro mais vendido do mercado no mês passado, o SUV compacto da marca alemã recebeu importantes novidades, como a central multimídia VW Play, com tela tátil de 10,1 polegadas, que estreou há dois meses com o Nivus. Os preços foram reajustados entre 2% e 3% e agora partem de R$ 91.660 e vão até R$ 120.600 - sem opcionais.

Além da VW Play, o T-Cross passa a oferecer de série em todas as suas quatro versões os sistemas de frenagem automática pós-colisão, de monitoramento de pressão dos pneus e de regulagem de altura do facho dos faróis.

Serão quatro versões na linha 2021, o que anula todo o burburinho agitado pelo mercado e por alguns sites que diziam que o Nivus "mataria" as configurações de entrada do modelo. Na visão da Volks, o T-Cross tem perfil mais familiar, devido principalmente ao espaço interno mais generoso quando comparado ao irmão "acupezado", e portanto não poderia reduzir sua gama.

O conforto para quem vai atrás é maior no T-Cross, principalmente quando comparamos a área para pernas e cabeças. Já no quesito porta-malas, são 415 litros de volume no Nivus e apenas 373 litros no T-Cross - mas esse número pode aumentar para 420 litros graças a uma solução inteligente chamada (S.A.V.E.) disponível nas duas versões mais caras, Comfortline e Highline.

 T-Cross tem perfil mais familiar que o Nivus, na visão da Volkswagen
Legenda: T-Cross tem perfil mais familiar que o Nivus, na visão da Volkswagen
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

As novidades do T-Cross 2021

  • T-Cross 200 TSI M/T: R$ 91.660
  • A versão de entrada é equipada com o motor 1.0 turboflex (250 TSI) - de três cilindros, 128 cv, 20,4 kgf.m de torque e injeção direta de combustível - e câmbio manual de seis marchas. Ela mantém tudo que oferecia e agora, na linha 2021, acrescenta ao pacote de série a central VW Play com tela tátil de 10,1 polegadas que pode se conectar à internet por meio de um smartphone e permitir acesso a diversos aplicativos, como iFood, Deezer e Waze, entre outros - todos por uma loja virtual exclusiva da montadora chamada VW Play Apps.

    A Volks ainda destaca que o T-Cross 2021 oferece seis airbags desde a versão mais básica; controle eletrônico de estabilidade e de tração, bloqueio eletrônico do diferencial e assistente de partida em rampa e sistemas Isofix e Top Tether para fixação de cadeirinhas infantis entre os itens de segurança.

    No quesito conveniência, o carro já vinha de série com ar-condicionado, direção com assistência elétrica, lanterna (na traseira) de LED, luz diurna de posição (o filete frontal dos faróis) também em LED - só os canhões principais dos faróis são halógenos -, rodas de liga leve aro 16". sensor de de ré e volante multifunção, além de vidros elétricos nas quatro portas com sistema anti-esmagamento, alarme e travas elétricas.

    Isso posto, vamos acrescentar o que a linha 2021 incorpora, além da central VW Play: uma nova entrada USB no console central, indicador da pressão dos pneus, regulagem de altura do facho dos faróis e o sistema de frenagem automática pós-colisão. Há apenas um opcional, chamado Interactive III, que adiciona câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro e 2 alto-falantes extras (que totalizam seis em todo o carro).

    • T-Cross 200 TSI A/T: R$ 99.090
    • A configuração 200 TSI automática traz tudo que foi mencionado e a única substituição, obviamente, é na caixa de câmbio, que troca o sistema manual de seis marchas pelo Tiptronic, também de seis velocidades. A transmissão oferece opções de engates pela própria alavanca ou por aletas atrás do volante. O motor é o mesmo de três cilindros, 128 cv e 20,4 kgf.m de torque.

      Na linha 2021, a versão recebe controle de cruzeiro - Atenção: este não é o ACC adaptativo como o do Nivus, mas apenas um sistema convencional de manutenção de velocidade -, saída de ar-condicionado para os ocupantes traseiros, duas saídas USB para recarga de aparelhos eletrônicos também para quem vai atrás, volante revestido de couro, descansa-braço central com porta-objetos e 2 alto-falantes adicionais (os mesmos que são opcionais na configuração anterior).

      Nesse caso, o pacote opcional chama-se Interactive IV e contempla câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro, retrovisores externos rebatíveis eletricamente e rodas de liga leve aro 17" diamantadas e calçadas por pneus 205/55 R17.

      T Cross 2021 Ganha Vw Play
      icon photo
      Legenda: T-Cross 2021 ganhou a central multimídia VW Play, que estreou no caçula Nivus
      Crédito: Divulgação

      • T-Cross 200 TSI Comfortline A/T: R$ 112.120
      • A partir da versão 200 TSI Comfortline (mesmo motor e câmbio da configuração anterior) some a todos os equipamentos os seguintes itens: ar automático, câmera de ré, porta-malas com sistema de ajuste variável de volume, sensor de estacionamento dianteiro, retrovisores externos rebatíveis eletricamente e iluminação interna de LED.

        Leva também, de série, chave inteligente - que permite entrar no carro por sensores e ligá-lo por botão -, três modos de condução e o desejado quatro de instrumentos digital da marca, chamado Active Info Display, em uma tela de 10,25".

        A linha 2021 incorpora no T-Cross Comfortline as rodas de 17 polegadas, opcionais na versão anterior, e um sistema detector de fadiga, que analisa uma série de parâmetros para identificar se o motorista está cansado e precisa fazer uma parada - por meio de sensores e alertas no painel.

        Opcionais do T-Cross 2021 Comfortline: teto-solar panorâmico ("Sky View"), espelho retrovisor interno eletrocrômico e bancos revestidos parcialmente em couro.

        • T-Cross 250 TSI Highline A/T: R$ 120.600
        • A versão mais cara é a única equipada com o motor 1.4 turboflex de quatro cilindros, 150 cv e 25,5 kgf.m de torque com injeção direta - o câmbio é o mesmo, automático de seis marchas. Além de tudo que já falamos, acrescenta itens como molduras e frisos cromados, rack de teto, bancos parcialmente revestidos de couro, retrovisor eletrocrômico, pedaleiras esportivas, sensores de chuva e crepuscular e sistema start/stop, que desliga e religa o carro em paradas rápidas a fim de economizar combustível.

          Os opcionais, nesse caso, são exclusivos da versão: sistema de som premium da grife Beats com subwoofer, faróis full-LED com DRL integrado, Park Assist 3.0 - assistente de estacionamento que permite que o carro faça a baliza autônoma em vagas paralelas e transversais - e teto solar panorâmico Sky View.

          T-Cross ou Nivus? Assista nosso vídeo

          Desempenho e consumo

          O T-Cross "surpreende" nos dois quesitos, garante a Volkswagen. Nas três versões com motor 200 TSI, o carro acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e chega a 189 km/h de velocidade máxima. Na configuração mais forte, com motor 1.4, o 0-100 é feito em 8,7 segundos e a máxima atingida é de 198 km/h - em ambos os casos tanto com etanol quanto com gasolina.

          Já em relação ao consumo, a marca garante que o T-Cross 2021 1.0 200 TSI consegue fazer 8,5 km/litro na cidade e 10,1 km/l na estrada com etanol; e 12,2 km/l e 14,5 km/l, respectivamente, com gasolina. Já o Highline 1.4 250 TSI pode alcançar 7,7 km/l e 9,3 km/l com etanol e 11 km/l e 13,2 km/l com gasolina.

          O T-Cross é feito sobre a mesma plataforma MQB de Polo, Virtus, Nivus, Jetta e Tiguan - essa base permite que várias dimensões do veículo possam ser alteradas, com exceção da distância do centro do eixo dianteiro às pedaleiras. O SUV compacto manteve as medidas que já conhecemos: 4,20 m de comprimento, 1,76 m de largura, 1,57 m de altura e 2,65 m de entre-eixos.

          icon photo
          Legenda: Volkswagen T-Cross 2021 ficou mais completo... e também mais caro
          Crédito: Divulgação
          Comentários