Zagato deixa Ferrari ainda mais exclusivo com 575 GTZ

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Zagato deixa Ferrari ainda mais exclusivo com 575 GTZ
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Um Ferrari já é um carro exclusivo. Imagine um feito sob medida, único, só seu. Se é um sonho difícil de imaginar, tem quem já tenha conseguido realizá-lo. O nome dele é Yoshiyuki Hayashi, um colecionador japonês famoso por ter raridades como o 166MM e o 250 Spyder California. Conversando com o designer Andrea Zagato, ele perguntou se não seria possível dotar seu 575 M do mesmo estilo do 250GTZ Berlinetta. Zagato, empolgado com o desafio, avisou a Ferrari sobre o pedido, dizendo que seria uma boa oportunidade de comemorar o cinquentenário do legendário modelo. Deu samba.

Ao redor do 575 M, o designer italiano criou uma carroceria toda em alumínio, de apenas dois lugares, com pintura em dois tons. A tarefa de reproduzir o 250 GTZ, de todo modo, era dificílima, uma vez que ele é um dos carros mais valiosos existentes atualmente e considerado por muitos um dos carros mais bonitos que já foram fabricados.

A base mecânica é das melhores. O 575M, apresentado em 2002 e já fora de linha, tem um motor de 12 cilindros em "V" com 5.750 cm³ de capacidade e 515 cv a 7.250 rpm, com 60 kgm de torque a 5.250 rpm. Na carroceria original, ele rendia um tempo de 0 a 100 km/h em 4,2 s e 325 km/h de velocidade máxima.

A exemplo do modelo original, apresentado em 1956 em um evento de carros antigos denominado de concours d’elegance, ou concurso de elegância, o 575 GTZ também testará a sua em um, o Villa D’Este, na Itália. Tradicionalmente, aparecem ali apenas os carros mais raros e exclusivos do mundo. Com o novo carro de Zagato, a história se repete com um quê de originalidade.

Confira as opções de Ferrari anunciadas no WebMotors
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors