Harley-Davidson cria linha de edições limitadas

A "Icons Collection" terá um ou dois modelos por ano, que lembrarão motos clássicas. Primeira é a Electra Glide Revival

  1. Home
  2. Motos
  3. Harley-Davidson cria linha de edições limitadas
Roberto Dutra
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Harley-Davidson tem uma novidade na linha deste ano: a Icons Collection (coleção de ícones, em tradução livre). Será uma oferta anual de edições limitadíssimas de modelos que tentarão remeter a motos que fizeram sucesso no passado e, ao mesmo tempo, fortalecer o caráter de "premium" da marca americana.

2. Harley Davidson Electra Glide Revival
A Harley-Davidson aposta na recriação de clássicos modernizados e a Electra Revival é o primeiro modelo
Crédito: Divulgação

A Icons Collection terá um ou dois modelos por ano, com poucas unidades produzidas, certificadas e numeradas. É a velha e boa estratégia de apostar em modelos bem exclusivos para valorizar a marca. O plano está em sintonia com a estratégia de negócios "Hardwire" proposta pelo CEO Jochen Zeitz desde que assumiu o cargo.

"É uma série de adaptações de motocicletas de produção que olham para nosso passado histórico e também para o futuro", disse ele, durante a apresentação da novidade, nos Estados Unidos.

3. Harley Davidson Electra Glide Revival
A moto combina as mesmas cores azul e branca do modelo que a inspirou, a Electra de 1969
Crédito: Divulgação

E o primeiro modelo da Icons Collection será a Electra Glide Revival, uma versão retrô da clássica touring da marca. Serão apenas 1.500 unidades produzidas, certificadas e numeradas, que chegarão às concessionárias americanas da marca nos próximos dias com preço inicial de US$29.199 - quase R$ 160 mil.

 

4. Harley Davidson Electra Glide Revival
Na imagem, uma Harley-Davidson Electra FLH de 1969. O visual da nova moto é basicamente o mesmo

O visual da Electra Glide Revival é inspirado no da Electra Glide de 1969, a primeira moto da marca a vir de fábrica equipada com a carenagem frontal - a famosa "batwing". A pintura da moto também remete aos velhos tempos: terá a cor azul nos para-lamas, no tanque e nos painéis laterais, e a cor branca no "batwing" e nos baús laterais de fibra. Junto ao bocal do tanque, a inscrição "Electra Revival" não deixa dúvidas sobre a exclusividade do modelo.

5. Harley-Davidson Electra Glide Revival
Junto ao bocal do tanque, o adesivo com a inscrição "Electra Revival" marca a exclusividade do modelo
Crédito: Divulgação

O banco é solo, do tipo selim, com mola embaixo e suporte traseiro em metal cromado, justamente como nas FL nos anos 60. Rodas raiadas com pneus faixa branca, muitos acabamentos cromados, emblema de tanque inspirado no aplicado naquela época e a inscrição "Electra Glide" nas laterais do para-lamas dianteiro complementam o visual vintage.

Nas laterais do para-lama dianteiro, vão emblemas com a inscrição "Electra Glide": tradição da marca
Crédito: Divulgação

O motor da Electra Glide Revival é o conhecido Milwaukee-Eight 114, um V2 com 1.868 cm³ e torque de 16,3 kgf.m a 3.250 rpm. A potência do ME-114, como sempre, não é divulgada pela Harley-Davidson, mas é estimada em 90 cv. O câmbio tem seis marchas, com secundária por correia.

Outros baratos mecânicos da moto são a suspensão traseira com ajuste por "torneirinha", controle automático de velocidade, sistema de som completo com tela sensível ao toque, GPS e conexões com Android Auto e Google CarPlay, ABS e controle de tração com atuação em curvas, e assistente eletrônico para rampas. Não há informações sobre a vinda da Revival para o Brasil.

Comentários