Honda Hornet: essa rainha nunca perde a majestade

Modelo é o mais buscado no estoque Webmotors, pouco desvaloriza e ainda impressiona. Confira aqui os principais motivos

  1. Home
  2. Motos
  3. Honda Hornet: essa rainha nunca perde a majestade
Roberto Dutra
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

É impressionante como a Honda CB 600F Hornet ocupa, de forma permanente, o primeiro lugar entre as motos mais buscadas no estoque Webmotors. Por isso, resolvemos listar os principais motivos para que ainda seja tão cobiçada e valorizada - e olha que os preços variam bastante: vão de R$ 18.000 a R$ 42.000! Além disso, vamos relembrar a história dessa rainha que nunca perde a majestade:

Cb 600f Hornet 2008
A Honda CB 600F Hornet é a moto mais procurada no estoque Webmotors: preços de R$ 18.000 a R$ 42.000
Crédito: Divulgação
toggle button

Porque a Hornet é tão cobiçada e valorizada?

1. O design, que mudou três vezes, ainda é atraente - nas três versões

2. O desempenho impressiona tanto com 96,5 cv quanto com 102 cv

3. É versátil: responde bem no trânsito urbano e viaja longas distâncias sem sofrimento

4. A manutenção básica (óleo, filtros, pastilhas de freio, pneus) tem custo acessível

5. Os preços de compra são acessíveis para uma moto média de 600 cm³ e ótimo desempenho

6. Ela ainda tira onda!

A história da Honda CB 600F Hornet

A Hornet surgiu no Japão em 1998. Seu nome significava "zangão" - isso mesmo, o "marido" da abelha - ou "vespa", e reza a lenda que a denominação se deve à traseira arrebitada e gorducha, como as desses insetos. No Brasil, a moto chegou apenas em 2004. Era a segunda geração do modelo, que na Europa já estava na quarta. Mas isso não foi problema: foi um sucesso imediato e o Brasil foi o maior comprador de Hornet no mundo, naquele ano.

A Hornet conquistou uma legião de fãs com seu design agressivo e, principalmente, performance nervosa. O motor de quatro cilindros em linha, 599 cm³, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote e refrigeração líquida rendia 96,5 cv de potência máxima a 12.000 rpm e torque de 6,4 kgf.m a 9.500 rpm.

Honda Cb 600f Hornet 2004
A primeira Hornet a chegar ao Brasil, em 2004: moto já estava na quarta geração, na Europa
Crédito: Divulgação
toggle button

Ou seja, gritava alto e proporcionava um desempenho furioso, que exigia certa habilidade do piloto sob pena de comprar um terreno rapidamente. A velocidade máxima era superior a 200km/h e o zero a 100 km/h era feito em 4,5 segundos. O design era harmonioso com seu farol redondo e grande, retrovisores quadrados, painel clássico com dois relógios, escape elevado e linhas gerais sinuosas. Era uma moto com cara de moto!

Outros baratos da moto eram o freio dianteiro com dois discos flutuantes e o disco simples traseiro, um conjunto herdado das esportivas CBR 600F e CBR 600 RR - de quem, aliás, também recebeu o motor "amansado".

Honda Cb 600f Hornet 2009
Em 2008, a Hornet ganhou novo farol com moldura, painel triangular e escape rebaixado, entre outras mudanças
Crédito: Divulgação
toggle button

Em 2008, a Hornet sofreu suas primeiras alterações no Brasil. O design mudou bastante, com linhas então mais modernas. O farol foi redesenhado, o painel passou a ser triangular e a vir por cima do farol, o escapamento foi rebaixado e, como se precisasse, o motor foi recalibrado para gerar 102 cv de potência. Os freios passaram a ter sistema C-ABS, mas opcionalmente.

Honda Cb 600f Hornet 2012
A terceira versão chegou em 2012 e já preparava terreno para futura CB 650F: mesmo desempenho e menos charme
Crédito: Divulgação
toggle button

Já no final de 2011 (como linha 2012) a moto passou por novas mudanças. O design se aproximou do exibido pela então mais nova CB 1.000R, o painel mudou novamente de lugar (virou um "filete" digital), e a rabeta ficou mais fina e perdeu as alças para garupa.

Essa versão durou até o início de 2014, quando a moto deixou de ser fabricada e deu lugar à CB 650F, essa sim uma legítima irmã menor da CB 1.000R.

Honda Hornet 2.0
Honda Hornet 2.0 é, na Índia, uma pequena naked que usa o mesmo motor da nossa XRE 190
Crédito: Divulgação
toggle button

Atualmente, conforme mostramos aqui essa semana, o nome Hornet é usado por um modelo de baixa cilindrada vendido na Índia,   Lá, a "CB Hornet 2.0" é uma pequena naked que usa o mesmo motor da nossa XRE 190.  Até charmosa, bem que poderia ser vendida no Brasil..

Tags:cultura
Comentários