Kawasaki Z 650 RS e Triumph Speedmaster vêm aí!

Naked da marca japonesa e custom da fábrica inglesa prometem esquentar seus respectivos segmentos no Brasil

  1. Home
  2. Motos
  3. Kawasaki Z 650 RS e Triumph Speedmaster vêm aí!
Roberto Dutra
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Duas novidades quentes no mercado brasileiro de motocicletas: a Kawasaki anunciou que vai lançar por aqui a naked Z 650 RS, enquanto a Triumph confirmou que venderá a Speedmaster no país.

Kawasaki Z650rs 2022
Kawasaki Z 650 RS tem um estilo de naked clássica, com tanque gorducho e rabeta curta
Crédito: Reprodução
toggle button

A Kawasaki Z 650 RS é uma naked clássica, moto com cara de moto. Ela tem farol redondo, tanque gorducho à moda dos anos 1970 e rabeta curta e estilosa. As modernidades são a iluminação full-LED e os freios com ABS, entre outros. O motor é nosso velho conhecido: o bicilíndrico de 650 cm³ que equipa a Versus 650 e a Ninja 650. O propulsor tem 68 cv de potência a 8.000 rpm e 6,5 kgf.m de torque a 6.700 rpm.

A Z 650 RS deverá custar por volta de R$ 45 mil e vai brigar com a Honda CB 650R e até mesmo com a Royal Enfield Interceptor 650.

Já a Speedmaster íntegra a família de "clássicas modernas" da Triumph. Ao contrário de Bonneville e afins, nunca foi vendida por aqui. Ela mistura um visual retrô com uma pegada custom, e tentará alcançar os órfãos da Harley-Davidson, cuja linha foi enxugada e hoje é vendida a preços proibitivos.

Thumbnail 7. Triumph Speedmaster 2021
Triumph Speedmaster será vendida pela primeira vez no Brasil
Crédito: Divulgação
toggle button

A Triumph Speedmaster tem motor bicilíndrico de 1.200 cm³, que gera 76 cv de potência a 6.100 rpm e torque de 10,8 kgfm a 4.000 rpm. Na Inglaterra, ela custa 12.100 libras esterlinas (cerca de R$ 89.600 em conversão simples na cotação atual) e é o modelo mais caro da linha Bonneville. No Brasil a Speedmaster será vendida na faixa dos R$ 70 mil.

A Triumph Speedmaster tem chegada prevista para o primeiro semestre de 2022. Já a Kawasaki Z 650 RS chega no segundo semestre.

Tags:Motos
Comentários