Logo WM1

O canal de notícias da Webmotors

Limpar buscar

Sete motivos para acompanhar a MotoGP 2017

O mais importante Campeonato Mundial de Motovelocidade vai começar e você não pode perder. Saiba por que

  1. Home
  2. Motos
  3. Sete motivos para acompanhar a MotoGP 2017
Agência Infomoto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Na próxima quinta-feira, 23 de março, os pilotos do Campeonato Mundial de Motovelocidade irão entrar na pista do Circuito Internacional de Losail, no Catar, para os treinos da etapa de abertura da temporada 2017 – a corrida acontecerá no domingo, 26 de março. Milhões de fãs de motos e de corridas de todo o mundo estarão com os olhos pregados na tevê para acompanhar as disputas das três categorias – Moto3 (motos de 250cc), Moto2 (motos de 600cc) e MotoGP (motos de 1.000cc), a principal.


No dia da prova no Catar, a única disputada à noite, às 21h no horário local (15h de Brasília), pode ter certeza: as redes sociais ficaram repletas de posts sobre a corrida e os pilotos mais famosos, Valentino Rossi, Marc Marquez, Jorge Lorenzo, etc. E outros nem tão conhecidos assim, como Andrea Iannone, Maverick Viñales...Para você não ficar perdido no papo de seus amigos durante o próximo passeio de moto, elaboramos essa lista sobre o porquê você deve acompanhar as 18 etapas da temporada deste ano. Confira!

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

1 – Esqueça a Formula 1. Assista à MotoGP. 

Cansou de ver sempre a Mercedes vencer as corridas com Lewis Hamilton e Nico Rosberg se revezando no topo do pódio? Na MotoGP certamente não haverá esse problema: em 2016 foram nove vencedores distintos ao longo das 18 etapas. E este ano não deverá ser diferente, já que as equipes oficiais de Honda, Yamaha, Ducati e até a Suzuki mostraram estar em boa forma nos treinos da pré-temporada.

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

2 – Maverick Viñales, outro jovem promissor espanhol

O jovem espanhol, hoje com 22 anos, estreou na categoria principal, a MotoGP, em 2015 pela equipe oficial da Suzuki. Em 2016, mesmo com a moto da Suzuki, boa de curva, mas menos potente do que as concorrentes, Viñales foi um dos nove vencedores e terminou a temporada na quarta colocação. Resultado que lhe rendeu um convite para pilotar a toda poderosa Yamaha YZR-M1 da equipe oficial ao lado do multicampeão Valentino Rossi. E Viñales mostrou que não está para brincadeira: liderou alguns treinos da pré-temporada e deve brigar pelo título. Fique de olho nele!

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

3 – Jorge Lorenzo na Ducati

O espanhol três vezes campeão mundial da MotoGP (2010, 2012 e 2015) com a Yamaha, trocou a equipe japonesa pela Ducati. De casa nova, Lorenzo, conhecido por sua pilotagem precisa e seu semblante nada simpático, terá um árduo caminho pela frente para se adaptar à potente moto italiana. Na pré-temporada teve dificuldades, mas nos testes realizados no Catar na semana passada terminou na quarta posição. Talentoso, o espanhol quer mostrar que é capaz de vencer em outra equipe.

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

4 – Marc Marquez em busca do quarto título

O espanhol Marc Marquez é considerado um fenômeno da motovelocidade e os números explicam o porquê: em quatro temporadas na MotoGP venceu três títulos mundiais, o primeiro deles logo no ano de estreia em 2013, emendando com o bicampeonato em 2014. Atual campeão da categoria, Marquez é carismático e dá um show à parte com suas derrapadas e ultrapassagens impressionantes. Em busca do quarto título, a “formiga atômica”, como é conhecido, é sempre uma das grandes atrações dos finais de semana de Grande Prêmio.

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

5 – Valentino Rossi, a estrela da MotoGP

Se Marquez é um jovem fenômeno na motovelocidade, a fama de Rossi ultrapassa os muros dos autódromos. Não só pelo que já conquistou nas pistas (seis títulos mundiais da MotoGP, um na 500cc, um na 250cc e outro na 125cc), mas também pelo seu carisma simpatia e irreverência. O veterano Rossi, 38 anos, é um verdadeiro showman e seu fã-clube ajuda com performances hilárias após a vitória do ídolo. Embora não precise provar mais nada como piloto, Rossi sonha em conquistar seu décimo título mundial – e com sua idade o tempo para isso está acabando. Na pista com sua Yamaha M1, o “Doutor”, apelido dado em função e sua precisão cirúrgica ao guidão de uma moto, é garantia de disputas emocionantes.

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

6 – KTM estreia na MotoGP 

Com o crescimento da popularidade da MotoGP – no mundo e também no Brasil – outras marcas estão sendo atraídas para o campeonato. Caso da KTM, famosa nas pistas de terra e ralis off-road, a fábrica austríaca já faz bonito nas categorias Moto2 e Moto3 e vai estrear na MotoGP neste ano. Com a inovadora RC16 que usa motor V4 de 1.000cc e o inédito quadro em treliça, a marca laranja contratou o espanhol Pol Espargaró e o inglês Bradley Smith para guiarem a nova moto. Com as corridas no seu DNA as expectativas com o desempenho da KTM na MotoGP são grandes. Vale a pena ficar de olho!

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

7 – Domingo de corridas emocionantes

Por último, mas não menos importante, é o fato de que, além da MotoGP, os domingos do mundial de motovelocidade ainda contam com as acirradas disputas das categorias menores Moto2 e Moto3. Com motos menos potentes e com orçamentos menores, as categorias de acesso à MotoGP garantem disputas acirradas com diversas trocas de posição na liderança e uma infinidade de vencedores. As provas acontecem antes da MotoGP e, portanto, são transmitidas mais cedo pelo canal por assinatura SporTV. Mas vale a pena acordar cedo para ver o baile das pequenas motinhos e os futuros talentos que irão brilhar na principal categoria em alguns anos.

icon photo
Legenda: MotoGP
Crédito: MotoGP

BOX

Calendário 2017 da MotoGP

Existem outros campeonatos e categorias mundiais, mas o campeão mundial de motovelocidade é mesmo quem levanta a taça da MotoGP. Disputada com motos protótipos de 1.000cc que valem milhões de euros, a principal categoria terá 23 pilotos no grid neste ano. Serão ao todo 18 etapas que acontecem na Ásia, Europa, Oceania, América do Norte e do Sul. A temporada começa na próxima semana, 26 de março, no Catar e só termina em 12 de novembro em Valência, na Espanha. A grande maioria das provas é transmitida ao vivo pela SporTV ou pode ser assistida online com uma assinatura no site www.motogp.com. Confira o calendário e programe-se. 

 

Data Local

26/3 Losail, Catar

09/4 Termas do Rio Hondo, Argentina

23/4 Austin, Estados Unidos

07/5 Jerez, Espanha

21/5 Le Mans, França

04/6 Mugello, Itália

11/6 Barcelona, Espanha

25/6 Assen, Holanda

02/7 Sachsenring, Alemanha

06/8 Brno, República Checa

13/8 Spielberg, Áustria

27/8 Silverstone, Inglaterra

10/9 Misano, Itália

24/9 Aragon, Espanha

15/10 Motegi, Japão

22/10 Phillip Island, Austrália

29/10 Sepang, Malásia

12/11 Valência, Espanha

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors