Teste: Honda NC 750X aposta em menor preço

Custando R$ 32.500 a racional crossover da Honda se sai bem em ruas e estradas e parte para cima da concorrência

  1. Home
  2. Motos
  3. Teste: Honda NC 750X aposta em menor preço
Agência Infomoto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Na parada para abastecimento, a inevitável pergunta do frentista - “cadê a tampa do tanque?” - soou como uma velha piada aos meus ouvidos. Ao girar a chave para ter acesso ao bocal, que fica sob o assento da garupa, aproveitei para contar que o modelo já está há cinco anos no mercado brasileiro. “Conhecia não”, disse o frentista, enquanto a bomba de combustível enchia o tanque, com capacidade para 14,1 litros da NC 750X, uma moto ainda pouco conhecida no Brasil e que não repetiu o mesmo sucesso que teve na Europa. 

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



Curioso, ele perguntou o que havia no lugar comumente reservado aos tanques de combustível nas motos. Mostrei o espaço para o capacete, jogo de ferramentas e outros pequenos objetos. “Cabe tudo aí”, disse ele animado, para depois me desejar boa viagem.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



A surpresa do frentista é a mesma de muitos motociclistas ao olharem a NC 750 X que, no modelo 2018, ganhou novas cores (vermelho e verde, ambas perolizadas) e também um preço mais competitivo: passou de R$ 36.500 para R$ 32.500. Ela não mudou em nada – motor ou ciclística –, porém o novo posicionamento a coloca em excelente patamar de disputa com modelos como a Triumph Tiger 800 XR (R$ 40.990) e a BMW F 700 GS (R$ 34.900), modelos que antes eram suas algozes pela maior capacidade cúbica do motor e pela vasta eletrônica embarcada, algo que a NC não tem, oferecendo apenas freios ABS.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



Racional


Para dizer a verdade, a NC 750X é uma moto simples. Sua eletrônica se resume ao painel digital e ao sistema de freios ABS. O conjunto se mostrou bem sensível e transmitiu confiança ao encarar as estradas secundárias da região do Sul de Minas, em direção à Monte Verde.


Embora asfaltado, o trajeto é repleto de “armadilhas” como poças de lama, trechos úmidos do asfalto e areia perto das lombadas. Nessa situação o sistema ABS permitiu frenagens fortes e manteve a NC em sua trajetória. Sem sustos. Na dianteira, há um disco de 320 mm e, na traseira, outro de 240 mm de diâmetro. Em qualquer situação se mostraram adequados à proposta da moto.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



Embora seja uma crossover, segundo a Honda, ela não gosta de estradas de terra e pistas esburacadas. Suas rodas de liga-leve, de 17 polegadas, não convivem bem com terrenos acidentados. Ela até encara uma estradinha de fazenda, mas convém não abusar. Caso tenha de percorrer algum trecho mais complicado – com lama, por exemplo, – vale a pena diminuir a calibragem dos pneus para ter maior aderência. Mas fique atento com pedras pontiagudas, elas podem danificar rodas e pneus.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



Motor comportado e econômico


Assim como a maioria das motos Honda, a NC transmite aquela sensação de “velha amiga”. O motor de dois cilindros e 745 cc gosta de trabalhar em baixos giros. Aos 4.750 giros já oferece o torque máximo de 6,94 kgf.m, o que permite acelerações vigorosas e muita segurança nas ultrapassagens. Ao subir de giros o escapamento emite um som grave e agradável em busca da modesta potência máxima de 54,5 cv disponível a apenas 6.250 giros.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



Ao pegar uma rodovia quase não se usa o câmbio. Basta engatar a sexta, e última marcha, e viajar tranquilamente a 120 km/h, na faixa dos 3.500 rpm. Nessa condição – rodando dentro do limite das estradas – seu consumo foi de 32 km/litro. Mas se pesar a mão no acelerador, pode chegar a 24 km/litro.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



Por falar em aceleração, ela atinge facilmente os 170 km/h, quando sua estabilidade parece chegar ao limite. O piloto começará a sentir uma oscilação bem desagradável por conta do vento desviado pelo grande para-brisa. Porém, com quase 40 cm de altura, mas sem regulagem, a bolha ajuda a desviar a chuva e o frio. Para aumentar o conforto em viagens valeria a pena investir em um protetor de mão.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



“Scooter” com câmbio 


De volta à cidade, a NC mostra sua versatilidade ao encarar sem problemas os congestionamentos de São Paulo. Alta, ela permite que o guidão passe acima dos retrovisores dos carros e, se for necessário, consegue mudar de direção com facilidade por conta da roda (aro 17) e o bom torque do motor. 

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018



O comportamento da 750X é similar aos dos grandes scooters. Fácil de pilotar, econômica e ainda com um bagageiro que completa seu “jeitão” urbano.


Conclusão


Com suas novas cores, a NC 750X consegue atrair olhares curiosos e transmitir status. Não é uma moto empolgante de se pilotar, ao contrário. Seu DNA é de um veículo racional, econômico e prático. Entretanto, a crossover da Honda sempre carregou o estigma de ser uma moto cara quando comparada a outros modelos que, na mesma faixa, ofereciam mais recursos eletrônicos. 

Mas, agora, com o novo preço sugerido de R$ 32.500, três anos de garantia e a assistência 24 h em todo o Brasil e América do Sul, a NC 750X passa a ser uma boa opção para quem busca uma moto para viajar e usar no dia-a-dia.

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018

Veja ofertas da NC 750X aqui.

Ficha Técnica

Honda NC 750X 2018

Motor: Dois cilindros em linha, OHC e arrefecimento líquido

Capacidade cúbica: 745 cc

Diâmetro x curso: 77 x 80 mm

Relação de compressão: 10,7: 1

Potência máxima: 54,5 cv a 6.250 rpm

Torque máximo: 6,94 kgf.m a 4.750 rpm

Sistema de alimentação: Injeção Eletrônica 

Sistema de lubrificação: Forçada, por bomba trocoidal

Câmbio: 6 velocidades

Embreagem: Multidisco em banho de óleo

Sistema de partida Elétrica

Chassi: Tipo Diamond em aço

Suspensão dianteira: Garfo telescópico com 153,5 mm de curso

Suspensão traseira: Monoamortecedor fixado por links com 150 mm de curso e ajuste na pré-carga da mola

Freio dianteiro: Disco de 320 mm de diâmetro ABS

Freio traseiro: Disco de 240 mm de diâmetro ABS

Pneu dianteiro: 120/70 ZR17M/C

Pneu traseiro: 160/60 ZR17M/C

Comprimento x Largura x Altura: 2.228 x 844 x 1.353 mm

Distância entre-eixos: 1534 mm

Distância mínima do solo: 164 mm

Altura do assento: 832 mm

Capacidade do tanque: 14,1 litros (2,9 litros para a reserva)

Peso seco: 210 kg 

Cores disponíveis: Verde ou Vermelho perolizado

Preço Praticado: R$ 32.500 (São Paulo – SP)

icon photo
Legenda: NC 750 X 2018
Crédito: NC 750 X 2018

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors