​Top 10: motos legais entre R$ 10.000 e R$ 25.000

Lista traz dez motos de diferentes estilos para você ficar bem na “foto” sem esvaziar sua conta bancária

  1. Home
  2. Motos
  3. ​Top 10: motos legais entre R$ 10.000 e R$ 25.000
Agência Infomoto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

APara quem procura um veículo de duas rodas para se locomover no dia-a-dia e ainda passear aos finais de semana, mas não quer “gastar os tubos”, as fábricas oferecem mais de duas dezenas de opções até R$ 25.000. Pensando nisso, nós, da Agência INFOMOTO, e a repórter Karina Simões do WM1 elaboramos uma lista de dez motos legais de diferentes estilos para você ficar bem na “foto”. E como a ideia é listar modelos que, além de facilitarem seus deslocamentos, tenham estilo, optamos por restringir essa lista para motos que tenham preço sugerido acima de R$ 10.000 e abaixo de R$ 30.000. Confira os modelos escolhidos por nós e veja o porquê cada um deles figura em nossa lista.

Yamaha NMax 160
Yamaha NMax 160
Crédito: Yamaha NMax 160

1 – YAMAHA NMAX 160 – R$ 11.690

Além do design moderno e dos faróis em LED, o scooter lançado pela Yamaha no ano passado trouxe a novidade dos freios ABS para a categoria. Equipado com disco nas duas rodas, o NMax oferece frenagens seguras com o auxílio do sistema anti-travamento – útil em dias chuvosos, pisos escorregadios e situações de emergência. Sem falar no bom desempenho do seu motor de 155 cm³ que produz 15 cv de potência máxima e a facilidade do câmbio CVT. Se você procura um scooter estiloso, prático e seguro, o NMax é a pedida da vez.

VEJA TAMBÉM

Honda XRE 190
Honda XRE 190
Crédito: Honda XRE 190

2 – HONDA XRE 190 – R$ 13.300

Lançada em 2016, a trail da Honda chegou para ocupar o espaço entre a Bros 160 e a XRE 300. E trouxe bons atributos para cumprir tal missão: motor com mais torque, um visual novo e agradável, painel totalmente digital e freio ABS na roda dianteira. Legítima representante das trails urbanas, a XRE 190 combina a agilidade do aro 19 na dianteira com a versatilidade das suspensões de longo curso para rodar em qualquer terreno: daquela esburacada avenida na zona sul de São Paulo até aquela estradinha de terra que leva a uma cachoeira deliciosa.

VEJA TAMBÉM

Honda CB Twister
Honda CB Twister
Crédito: Honda CB Twister

3 – HONDA CB TWISTER – R$ 14.100

Renascida em 2015, a nova CB Twister herdou apenas o nome e a capacidade cúbica da antiga CBX 250. Seu desenho é mais atual, o motor é completamente novo e o peso, menor. Com apenas 135 kg a seco e assento baixo (a apenas 78 cm do solo), a nova Twister é ágil para rodar na cidade com estilo. O novo motor bicombustível tem comando simples no cabeçote, o que proporciona mais torque em baixos giros e reduz as trocas de marchas, além de ser econômico – faz até 34 km/litro com gasolina. Ainda oferece uma versão com freios ABS e grafismos diferenciados por R$ 15.640.

VEJA TAMBÉM

Yamaha Ténéré 250
Yamaha Ténéré 250
Crédito: Yamaha Ténéré 250

4 – YAMAHA XTZ 250 TÉNÉRÉ – R$ 15.890

Se a sua ideia é comprar uma moto para pegar a estrada, a Ténéré 250 merece atenção. Equipada com o motor de 250cc da Yamaha que, embora tenha um desempenho modesto, já provou ser confiável, a aventureira de 250cc oferece conforto para piloto e garupa – o banco é largo e o para-brisa ajuda a desviar o vento. Com tanque de 16 litros tem boa autonomia, já que o consumo varia entre 27 e 29 km/litro. E, no modelo 2016, ganhou uma rabeta mais harmoniosa, painel digital e motor bicombustível.

VEJA TAMBÉM

Kawasaki Z300
Kawasaki Z300
Crédito: Kawasaki Z300

5 – KAWASAKI Z 300 – R$ 18.890

Equipada com o mesmo motor bicilíndrico de 300cc (e bons 39 cv) que equipa a esportiva Ninja 300, a Kawa Z 300 custa menos, é mais leve e confortável se a sua ideia é ter uma moto para rodar no dia-a-dia. Com um visual arrebatador, que a faz ser confundida com modelos maiores da própria Kawa, a Z 300 é uma legítima representante do segmento de compactas premium. Apesar do motor de baixa capacidade cúbica, tem acabamento superior e porte de moto maior. Há também uma versão com freios ABS à venda por R$ 20.890.

VEJA TAMBÉM

Yamaha MT-03
Crédito: Yamaha MT-03

6 – YAMAHA MT-03 – R$ 19.190

Outro modelo cheio de estilo e com porte de moto maior, a MT-03 chegou ao Brasil no ano passado e briga de frente com a Z 300. Equipada com um motor de dois cilindros e 321 cc, mas que produz bons 42 cv de potência máxima, a menor representante da família MT tem painel completo, iluminação diurna com LEDs e um design pra lá de moderno. Mas saiba que economia não é seu forte – já que faz entre 18 e 22 km/litro – mas é bastante divertida de pilotar. Também pode ser adquirida com freios ABS por R$ 21.190.

VEJA TAMBÉM

Yamaha R3
Crédito: Yamaha R3

7 – YAMAHA YZF-R3 – R$ 20.990

Agora se o seu sonho é ter uma esportiva acessível, a Yamaha YZF-R3 foi feita para você. Empurrada pelo mesmo bicilíndrico de 321 cm³ e 42 cv de potência – o suficiente para se divertir até mesmo em uma pista – a R3 tem carenagem integral, conjunto óptico duplo e o mesmo design da linha R da marca japonesa. A base mecânica é a mesma da MT-03, porém com uma posição de pilotagem menos confortável. A R3 ainda oferece uma versão com freios ABS por R$ 22.990.

VEJA TAMBÉM

KTM Duke 390
Crédito: KTM Duke 390

8 – KTM 390 DUKE – R$ 21.990

A naked austríaca, montada no Brasil, aposta no baixo peso (139 kg a seco) e no bom desempenho do seu monocilíndrico de 373,2 cm³, que produz 44 cv, para fazer sucesso. Ágil na cidade e precisa nas curvas, a 390 Duke não se preocupa muito com o conforto, mas retribui a vibração do seu motor e o banco duro com muita diversão nas ruas e estradas. Equipada com painel digital, balança monoamortecida em alumínio e freios ABS de série, a Duke 390 oferece até embreagem deslizante.

VEJA TAMBÉM

Honda CBR 500R
Crédito: Honda CBR 500R

9 – HONDA CBR 500R – R$ 23.990

Outra opção para quem gosta de motos esportivas é a Honda CBR 500R, que foi reformulada em 2016. A esportiva bicilíndrica ganhou novas carenagens, faróis de LED e ronco mais empolgante nessa nova geração. Com semi-guidões e banco bipartido faz o motociclista se sentir em uma esportiva de verdade. Mas o bicilíndrico de 471 cm³ tem funcionamento bastante liso, bom torque em baixos giros e razoáveis 50,4 cv, capaz de levá-la a 175 km/h. O modelo 2017 é vendido apenas com freios ABS.

VEJA TAMBÉM

Honda CB 500X
Crédito: Honda CB 500X

10 – HONDA CB 500X – R$ 24.990

Se a ideia for viajar com garupa e fazer uma aventura mais longa, a Honda CB 500X é outra boa opção. O modelo passou por um face-lift no ano passado e recebeu um para-brisa mais alto e um tanque maior (para 17,7 litros). O motor é o comportado bicilíndrico de 50,4 cv da Honda, mas que tem bom torque e baixo consumo: roda em média 27 km/litro. A CB 500X tem suspensões de bom curso, mas não é uma off-road: suas rodas de liga-leve e o aro 19 na dianteira limitam incursões no fora-de-estrada. Mesmo assim, enfrenta uma estradinha de terra batida com segurança e conforto. Freios ABS são de série.

VEJA TAMBÉM

Comentários