Traxx TSS 250 parte de R$ 9.950

Moto chega com design moderno e preço competitivo
  1. Home
  2. Motos
  3. Traxx TSS 250 parte de R$ 9.950
Agência Infomoto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


Ter uma street de 250 ou 300 cc na garagem é o sonho de muitos motociclistas. Elas oferecem desempenho razoável, conforto e, claro, status. Afinal, rodar com uma Honda CB 300R, Yamaha Fazer YS 250 ou Dafra Next 250 significa ter deixado para trás o mundo das motos entre 125 e 150 cc, consideradas “pequenas” e muito utilizadas como ferramentas de trabalho. Para fisgar esse consumidor, a chinesa Traxx apresentou a TSS 250 que tem como atrativos um design moderno e preço sugerido menor entre as mais vendidas do segmento: R$ 9.590,00.

O novo modelo é montado na fábrica da Traxx em Manaus (AM) e usa o mesmo motor que a trail Fly 250. O propulsor tem um cilindro, 223 cm3, comando simples e duas válvulas. Alimentado por injeção eletrônica, o motor tem a potência máxima de 16 cv a 7.500 giros e torque de 1,7 kgf.m a 6.000 giros. Um olhar mais atento percebe o enorme radiador de óleo. O lubrificante tem a função, junto com as aletas, de refrigerar o motor. Câmbio de seis velocidades completa o conjunto mecânico do novo modelo Traxx.

O visual da moto é bastante harmonioso e oferece ao consumidor alguns “luxos” como duas luzes espia, em tom azul, que destacam o farol do modelo. Pode não ser uma unanimidade, mas chama atenção. Para completar, uma fileira de LEDs abaixo do farol ajuda na missão de avisar que a TSS 250 está chegando para disputar um concorrido segmento.

Seu painel, que lembra bastante o da mini-esportiva Honda CBR 250 R, é completo com destaque para o conta-giros analógico, enquanto informações como velocidade, hodômetros, relógio de horas e marcha engatada são facilmente lidas no mostrador digital. O sistema de segurança da chave (shutter key) também está presente e oferece mais segurança contra roubos. Os comandos no guidão são os básicos, além de corta corrente (engine-stop) e lampejador de farol alto. Os botões tem acabamento espartano e combinam com a proposta da moto de ter preço abaixo da concorrência.

Seu tanque de combustível tem a capacidade para 15 litros de gasolina – ao contrário da Fazer Blue Flex e Honda CB 300R, o modelo não oferece a possibilidade de abastecer também com etanol. A tampa do bocal em padrão aeronáutico, os retrovisores hexagonais e os piscas com lentes cristal ajudam a reforçar o apelo esportivo do modelo.

Aliás, o apelo esportivo, ao menos visualmente, é uma marca da TSS 250 que ainda conta com um spoiler sob o motor e piscas dianteiros integrados às aletas do tanque. O para-lama dianteiro, com protetor do garfo, também se destaca. 

O conjunto ciclístico da TSS 250 não traz novidades, segue a mesma receita que as demais motos da categoria. Na dianteira, um par de bengalas convencionais que oferece curso de 115 mm; na traseira, a balança usa um amortecedor e tem curso de 35 mm com regulagem na compressão da mola. Rodas em liga de 17 polegadas são calçadas com pneus Maggion Sportissimo nas medidas 110/70 na frente e 130/70 atrás. Discos em formato margarida nas duas rodas completam o conjunto.

Primeiras impressões

Experimentamos o modelo em uma pista fechada às margens do Rio Negro, em Manaus (AM). A Traxx TSS 250 é uma moto leve que se “entrega ao piloto” no primeiro momento. As mãos alcançam os comandos naturalmente e, ao girar a chave, o check-up da injeção no painel eletrônico dá as boas vindas. 

 

O botão de partida desperta facilmente o motor e o escapamento emite um som grave. Primeira marcha acionada e é preciso acelerar para vencer a inércia, demonstrando pouco torque em baixos giros. Na pista plana e livre de tráfego foi possível conhecer a desenvoltura do motor que gosta de trabalhar em altas rotações. Ideal para os pilotos que gostam de usar bastante o câmbio e buscar o giro do motor até atingir a faixa de corte nos 10.000 rpm.

Nessa tocada, a moto mostrou vigor até engatarmos a sexta marcha. Os giros ficam lentos, assim como o desempenho do motor. Talvez na estrada seja possível ver o motor “encher”, mas nas condições do teste, a sexta marcha parece ser um exagero na moto. Por falar em marcha o câmbio ofereceu engates precisos e, mesmo no calor de Manaus, achar o ponto-morto, não foi difícil.

Garupa e piloto desfrutam de um banco largo e com boa camada de espuma. Claro que a qualidade do componente só pode ser avaliada em longos períodos, mas neste primeiro contato, o assento foi aprovado. Os comandos de freio e embreagem têm acionamento dócil e não devem cansar em meio ao trânsito travado das cidades. E por falar em trânsito, a TSS 250 mostrou facilidade nas mudanças de direção, simulando o rodar entre os automóveis.

Conclusão

O modelo pode ser uma opção a ser considerada, porém o consumidor deve saber que a rede de concessionárias é bem reduzida nas regiões Sul e Sudeste. Segundo Fernando Zhang, diretor comercial da empresa, o plano é passar de 120 para 180 concessionários em três anos. Nesse plano de crescimento, a Traxx pretende ampliar a presença nessas regiões. 

No teste ride o modelo conseguiu agradar por conta de seu design e facilidade de pilotagem. Porém, o desempenho comedido e a falta de concessionárias podem ser a grande barreira para o sucesso de vendas da moto, que tem como forte argumento seu preço. Como comparação, o preço sugerido da Honda CB 300R é de R$ 12.736; Yamaha Fazer 250 sai por R$ 13.145 e a Dafra Next 250, R$ 13.790.

FICHA TÉCNICA

Motor Um cilindro, OHC, quatro tempos e arrefecimento misto com radiador de óleo

Capacidade cúbica 223 cm³

Potência máxima 16 cv a 7.500 rpm

Torque máximo 1,7 kgf.m a 6.000 rpm

Câmbio Seis marchas

Transmissão final Corrente

Alimentação Injeção Eletrônica

Partida Elétrica

Suspensão dianteira Garfo telescópico, 115 mm de curso

Suspensão traseira Monoamortecedor, 35 mm de curso

Freio dianteiro Disco simples, tipo margarida, 276mm de diâmetro

Freio traseiro Disco simples, tipo margarida, 220mm de diâmetro 

Pneus 110/70 – 17 (dianteira) / 130/70 - 17 (traseira)

Comprimento 2066 mm

Largura 753 mm

Altura 1070 mm

Peso (a seco) 134 kg

Tanque de combustível 15 litros

Cores Vermelha e Preto; Branca e Preto

Preço sugerido R$ 9.590,00

Consulte preços de motos novas e usadas na Tabela Fipe e WebMotors.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors