Uma esportiva de peso: Yamaha FZ6

Com motor de quatro cilindros em linha e desenho moderno, a Yamaha FZ6-N vem brigar no concorrido mercado de nakeds de média cilindrada
  1. Home
  2. Motos
  3. Uma esportiva de peso: Yamaha FZ6
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A receita é antiga: um motor de quatro cilindros em linha exposto em uma motocicleta com “cara” de moto, sem carenagem, apenas com o farol. Apesar de repetida à exaustão, a receita faz sucesso desde os primórdios da Honda CB 750, no final da década de 60. Claro que foi sendo atualizada, como nos últimos anos quando essas nakeds ganharam um visual futurista e arrojado, como na nova Hornet CB 600F, na Suzuki B-King 1300 e nas Yamaha MT-03 e FZ6-N, lançadas por aqui no final do ano passado.

Apresentada sem muito alarde no Brasil, a Yamaha FZ6-N é sucesso de vendas na Europa. Por aqui os números ainda são tímidos. Entre janeiro e a primeira quinzena de maio deste ano, apenas 289 unidades foram emplacadas de acordo com o Denatran. Uma das razões é seu alto preço – R$ 35.000,00 – em comparação à forte concorrência encabeçada pela nova Honda CB 600F Hornet preço sugerido de R$ 30.837,00 na versão standard e também pela Suzuki Bandit GSF 650N R$ 31.151,00.

Coração esportivo

O principal ingrediente para a receita de sucesso dessas nakeds é o motor. No modelo Yamaha não é diferente. Seu propulsor de quatro cilindros em linha é derivado do motor da superesportiva YZF R6. Tem 600 cm³ de capacidade, comando duplo no cabeçote DOHC e refrigeração líquida. Alimentado por injeção eletrônica, desenvolve 98 cv de potência máxima a 12.000 rpm e torque de 6,44 kgf.m a 10.000 rpm. Apesar da estreita faixa útil, este motor demonstra vigor desde as baixas rotações.

Justamente nesse caráter “esportivo”, mas versátil, reside uma das qualidades dessa Yamaha. Basta girar o acelerador para os giros crescerem rapidamente e a velocidade aumentar no velocímetro digital de design ousado. À esquerda o painel traz uma tela de cristal líquido com informações como: velocímetro, hodômetro total e dois parciais, nível de combustível, relógio e temperatura. À esquerda, um mostrador analógico informa as rotações deste quatro em linha. Completam o cockpit diversas luzes de advertência, luzes indicadoras de combustível reserva, status do motor, ponto morto neutro, luz alta e a ativação do sistema de imobilização.

Completam o desenho arrojado da FZ6-N, o farol multi facetado e as duas ponteiras de escape que saem por baixo da rabeta. Outra peça de destaque nesta Yamaha é o belo quadro de alumínio. Moldado por um processo que dispensa soldas e elimina 30% do ar encontrado na liga de alumínio, faz com que o quadro seja mais rígido e leve, se comparado ao processo tradicional de produção.

Ciclística e ergonomia

Com motor fixado ao quadro, outra qualidade desta FZ6-N é a boa distribuição de massas. O que faz dela uma moto fácil de pilotar – assim como suas concorrentes, vale citar. No quesito suspensão, a FZ6-N tem o tradicional garfo telescópico na dianteira e uma balança monoamortecida na traseira. Ambas com 130 mm de curso, uma característica da linha Fazer. Na prática, o conjunto de suspensões oferece a medida certa entre conforto e esportividade. Nada muito radical, mas também não se trata de um acerto “mole” demais.

As rodas de liga-leve são calçadas com pneus sem câmara 120/70 R17 na dianteira e 180/55 R17 na traseira. Para parar com eficiência, a FZ6-N conta com dois discos ventilados de 298 mm de diâmetro na frente, equipados com pinças monobloco de dois pistões. Mais compacta, leve e rígida, a pinça monobloco torna a frenagem mais progressiva, além de diminuir a fadiga dos freios. Atrás, disco simples de 245 mm e pinça de um pistão.

Com motor esportivo e ciclística equilibrada, a FZ6-N traz ainda uma posição de pilotagem bastante confortável – tanto para uso urbano quanto para viagens. Só chega a incomodar, nesta versão naked, o vento em velocidade superior a 140 km/h, mas assim como acontece em todas as nakeds da mesma categoria. Com as mesmas características e os mesmos ingredientes, a Yamaha FZ6-N segue a receita de sucesso que tem encantado motociclistas há décadas.

FICHA TÉCNICA – Yamaha FZ6-N















MOTOR DOHC, 4 tempos, 4 cilindros paralelos, refrigerado a água de 600 cm³
POTÊNCIA98 cv a 12.000 rpm
TORQUE6,44 kgm a 10.000 rpm
ALIMENTAÇÃO Sistema Yamaha de Injeção eletrônica
CÂMBIO 6 velocidades
PARTIDA Elétrica
RODAS Dianteira e traseira de aro 17”, em liga-leve
PNEUS Dianteiro 120/70 ZR17M/C; traseiro 180/55 ZR17M/C
CHASSI Dupla trave superior em alumínio, com comprimento de 2.095 mm, largura de 755 mm m, entreeixos de 1.440 mm, altura do assento de 795 mm, altura em relação ao solo de 145 mm e peso a seco de 180 kg
TANQUE19,4 l
SUSPENSÃO Dianteira com garfo telescópico de 130 mm de curso e traseira com balança de amortecimento hidráulico, com 130 mm de curso
FREIOSDianteiro com duplo disco e traseiro com disco ventilado
COR preto
PREÇO R$ 35.000


Gosta de motos naked?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Honda CB 600F Hornet

Suzuki Bandit 650 S

Leia também:

KTM RC8 virá ao Brasil no segundo semestre

MV Agusta Brutale 910R será vendida no Brasil

BMW F 800 GS, a alemã com cara de aventura

Moto Guzzi Stelvio, a big-trail da marca italiana

Vectrix mostra em Milão a Electric Superbike

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors