Aston Martin confirma quais modelos vêm ao Brasil

Marca inglesa volta ao país e anuncia que vai importar os superesportivos Vantage, DB11 e DBS Superleggera e o SUV DBX

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Aston Martin confirma quais modelos vêm ao Brasil
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A UK Motors, nova representante oficial da Aston Martin no Brasil, confirmou que a partir do segundo semestre deste ano vai começar a importar toda a linha de produtos atual da empresa. Isso significa que a inédita concessionária no bairro do Itaim, em São Paulo (SP), vai expor e vender quatro modelos: o SUV DBX e os esportivos Vantage, DB11 e DBS Superleggera.

Três deles virão mediante encomenda do cliente: DB11 Volante, DBS Volante e Vantage Roadster. Unidades equipadas com câmbio manual também serão trazidas somente por meio de pedidos especiais. Já o SUV DBX deve ser o único que contará com uma espécie de "estoque", pois deve ser o mais procurado e vendido.

Quais os carros da Aston Martin no Brasil

DBX

O SUV da empresa "nasceu" em novembro de 2019. Tem motor V8 biturbo de 4 litros capaz de render 550 cv e 71,4 kgf.m de torque (desde as 2.200 rpm). Acelera de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e pode chegar à velocidade máxima de 291 km/h. É movido por uma caixa de câmbio automática de nove marchas.

Além do desempenho, o Aston Martin DBX promete entregar acabamento luxuoso e muita versatilidade por ter aptidão para percorrer diversos tipos de terreno, graças a sistemas eletrônicos de tração inteligente e amortecedores eletrônicos adaptativos.

Aston Martin DBX
DBX deve ser o carro mais buscado e vendido da empresa por ser um SUV - o primeiro da história da marca
Crédito: Divulgação

Vantage

O modelo de dois lugares é clássico. O nome "Vantage" utilizado pela fabricante desde a década de 1950 é sinônimo de desempenho, sendo, por conta disso, um dos modelos de referência da empresa. A atual geração utiliza um motor V8 biturbo de 4 litros com 510 cv e 69,9 kgf.m de torque, que é comandado por uma transmissão automática de oito marchas.

Com esse conjunto, o superesportivo acelera até 314 km/h e consegue arrancar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos.

Vantage Roadster

A versão conversível do Vantage oferece os mesmos atributos de estilo e comportamento dinâmico do cupê. A capota de tecido tem mecanismo de operação ultracompacto que permite abertura ou fechamento em até sete segundos − o mais rápido para qualquer conversível totalmente automático no mundo.

O motor, portanto, é o mesmo. O Vantage Roadster acelera de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e chega a 305 km/h de velocidade máxima.

Aston Martin Vantage
Vantage, um dos carros mais icônicos da empresa, mudou recentemente e ganhou visual bem agressivo
Crédito: Divulgação

DB11 e DB11 AMR

Apresentado em 2016, o DB11 é o substituto do DB9, lançado em 2003. Faz parte da linhagem DB, que se iniciou em 1948. São duas opções de motor: V8 biturbo com 4 litros, 510 cv e 68,8 kgf.m de torque ou a versão AMR equipada com um propulsor V12 biturbo de 5,2 litros, 630 cv e 71,4 kgf.m. Cada versão, segundo a importadora, entrega desempenho excepcional e acabamento de primeira linha.

O DB11 é um cupê "2+2", portanto tem quatro lugares. Equipado com o V8, pode acelerar de 0 a 100 km/h em 4 segundos e chegar a 300 km/h. Já o AMR V12 faz o 0-100 km/h em 3,6 segundos e atinge 335 km/h. O câmbio é sempre automático de oito marchas. Visualmente, a diferença entre os dois pode ser vista por detalhes, em especial aos que são ligados às aberturas para entrada de ar.

DB11 Volante

Volante ("voador", em italiano) foi a palavra que a Aston escolheu para o DB11 com carroceria conversível. Disponível somente com o motor V8, tem desempenho muito semelhante ao da versão cupê, vai de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e pode chegar a 300 km/h. A capota - operada eletronicamente - pode ser aberta ou fechada com o carro em movimento, a até 50 km/h.

Aston Martin DB11
Aston Martin DB11 mantém a clássica nomenclatura "DB" da empresa, que surgiu em 1948, em linha
Crédito: Divulgação

DBS Superleggera

Atual carro-chefe da Aston Martin, nas palavras da importadora, o DBS Superleggera é um super GT com motor V12 biturbo de 5,2 litros ajustado para oferecer potência excepcional (725 cv) e um torque colossal de 91,2 kgf.m desde as 1.800 rpm. Segundo a empresa, esse conjunto é capaz de fazê-lo chegar a 340 km/h e arrancar de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos.

A sigla DBS foi usada pela primeira vez pela Aston Martin em 1967. A Superleggera, fabricante italiana de carrocerias, tem um longo histórico com a clássica marca inglesa, formam parcerias e constroem modelos como os DB4, DB5, DB6 e Mark 1. Lançado em 2018, o atual DBS Superleggera substituiu o Vanquish S.

DBS Superleggera Volante

A versão sem teto e com carroceria aberta do DBS Superleggera faz história por ser o conversível mais rápido da história da Aston Martin: chega aos mesmos 340 km/h do cupê e precisa de 3,6 segundos para ir de 0 a 100 km/h - apenas dois décimos de segundo a mais que o DBS Superleggera cupê.

Operada eletricamente, a capota é aberta em 14 segundos e fechada em 16 segundos. Se desejar, o motorista pode comandar a operação fora do carro, por controle remoto. Como o cupê e o DB11, é outro modelo com carroceria estilo "2+2".

Aston Martin DBS Superleggera é um clássico 2+2 com desempenho alucinante e muita classe no design
Crédito: Divulgação
Comentários