Audi e-tron S Sportback começa a chegar ao Brasil

Primeiro carro elétrico com três motores no mundo, Audi e-tron S Sportback começa fase de pré-venda e custa R$ 779.990

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Audi e-tron S Sportback começa a chegar ao Brasil
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Há cerca de um mês a Audi revelou que passaria a importar para o Brasil o e-tron GT e sua versão mais nervosa, a RS e-tron GT, além de uma configuração mais apimentada do e-tron Sportback, vendida no Brasil desde o ano passado. Pois esse último carro mencionado, o Audi e-tron S Sportback, começa a ser vendido agora, em fase de pré-venda, com entregas estimadas para o segundo semestre.

O preço da brincadeira? A partir de R$ 779.990 - "a partir" porque o modelo permite personalização de diversos itens, que resulta no aumento do preço. O Audi e-tron S Sportback é o primeiro carro feito em série no mundo que tem três motores - são dois propulsores elétricos no eixo traseiro e um no dianteiro. Juntos, o trio consegue entregar 503 cv e absurdos 99,2 kgf.m de torque (imediatos!).

Audi e-tron S Sportback já está no site da marca

O inédito Audi e-tron S Sportback já pode ser configurado no site oficial da empresa do Brasil. Visualmente, em relação ao e-tron Sportback convencional, o modelo ganha para-choques dianteiro e traseiro com contornos mais destacados e entradas de ar mais expressivas. Há, também, um novo difusor traseiro que se estende por quase toda a largura do veículo.

Os arcos das rodas também são mais largos e o modelo recebe acabamentos cromados na parte dianteira e traseira. Entre os equipamentos, o carro segue com os faróis Full LED com tecnologia matricial como item de série. Outra novidade é a iluminação da faixa de rolagem da estrada: as luzes podem se ajustar à largura da faixa, além de projetar pequenas setas no piso logo à frente do veículo.

Uma terceira característica do Audi e-tron S Sportback identifica a presença de pedestres na beira de uma rodovia e ilumina a área onde ele está para ampliar sua visibilidade em ambientes pouco iluminados. Por último, o conjunto também é capaz de acompanhar os próximos metros da pista e iluminá-la de forma antecipada e dinâmica para aumentar a visibilidade.

Audi e-tron S Sportback
Audi e-tron S Sportback custa R$ 780 mil, mas pode ficar ainda mais caro com opcionais
Crédito: Divulgação

Motor com torque colossal

Você não leu errado ali em cima. Os três motores do Audi e-tron S Sportback podem entregar, juntos, 503 cv e insanos 99,2 kgf.m de torque. Só que em uma condução habitual, apenas motores traseiros são acionados. O dianteiro entra em ação quando o motorista exige mais desempenho - é no modo de condução S que os números absurdos mencionados acima são entregues.

Na prática, o suv-cupê que tem um desempenho bem esportivo acelera de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos (ele pesa 2.620 kg) e sua velocidade máxima é de 210 km/h. A bateria de alta tensão tem uma capacidade bruta de energia de 95 kWh e pode rodar até 380 quilômetros no ciclo WLTP.

Tem mais: se o controle de estabilização estiver no modo "Sport" e o Audi Drive-Select selecionado no "Dynamic", o carro possibilita um alto nível de dinâmica transversal, inclusive com exercícios de drift. A suspensão a ar adaptativa tem acerto esportivo e, de acordo com o modo de condução escolhido, ela pode ter amortecimento regulado e variar a altura em relação ao solo em até 7,6 centímetros.

Audi e-tron S Sportback
Audi e-tron S Sportback tem painel high-tech e retrovisores por câmeras internas, que são opcionais
Crédito: Divulgação

Interior high-tech

Por dentro, o e-tron S vem com sistema de controle digital tátil MMI Touch com duas grandes telas centrais. No terceiro display, o Audi virtual cockpit atrás do volante, o motorista pode selecionar uma tela especial que move o veículo para o centro. O head-up display, por fim, complementa o leque de informações à disposição.

O sistema de som é da grife Bang & Olufsen, em 3D, com 16 alto falantes e 705 watts de potência, e, claro, o carro também oferece os mesmos retrovisores externos virtuais por câmeras que enviam a imagem para uma tela de alta definição dentro do veículo - assim como a versão convencional.

Isso, de acordo com a Audi, gera um coeficiente de arrasto de apenas 0,26, apesar do alargamento dos arcos das rodas. Mas o equipamento é opcional e tem custo adicional, assim como a capa do retrovisor em carbono e a tecnologia dos faróis inteligentes chamada Audi Night Vision.

Audi e-Tron S Sportback
Audi e-Tron S Sportback, versão mais apimentada do SUV cupê, chega ao Brasil por R$ 779.990
Crédito: Divulgação
Comentários