BMW começa a produzir o sedã elétrico i4

Mais novo carro da família de modelos a bateria da marca alemã está confirmado para chegar ao Brasil em 2022

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. BMW começa a produzir o sedã elétrico i4
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Revelado em março deste ano, o BMW i4 teve a sua primeira unidade produzida na fábrica da marca, em Munique, na Alemanha. O sedã elétrico já teve a sua estreia confirmada no Brasil em 2022.

“Em 2023, mais da metade de todos os veículos de nossas instalações de Munique terão uma direção eletrificada. Então, a fábrica será totalmente elétrica”, afirma Milan Nedeljkovic, membro do Conselho de Produção da BMW AG.

Além do início da produção do i4, a BMW também anunciou uma meta de redução de emissões locais de dióxido de carbono nos próximos anos na logística de transporte na fábrica de Munique. Segundo a fabricante, os índices cairão gradualmente para zero com o maior uso de transporte ferroviário e de caminhões elétricos.

Como é o BMW i4

P90441927 Lowres Start Of Production
Primeiro BMW i4 fabricado em Munique, na Alemanha
Crédito: Divulgação
toggle button

Criado para competir com sedãs elétricos de outras marcas tradicionais e o Tesla Model S, o i4 tem desenho inspirado nos esportivos M3 e M4 e deverá desembarcar no mercado brasileiro no primeiro semestre do ano que vem.

A carroceria com linhas de cupê é montada sobre a plataforma desenvolvida para acomodar baterias de alta voltagem, compostas por quatro módulos com 72 células e três módulos de 12 células, o que totaliza 81 kWh de capacidade. Juntos, fornecem autonomia de 590 quilômetros, independentemente da versão.

Bmw I4 2
BMW i4 é o primeiro carro elétrico da marca que recebeu tratamento da divisão esportiva M
Crédito: Divulgação
toggle button

O i4 mede 4,78 metros de comprimento (cerca de 7 cm mais comprido que o Série 3). O porta-malas, com tampa de abertura inteiriça, acomoda 470 litros de bagagem (1.290 litros com o banco traseiro rebatido).

O sedã é dotado da tecnologia eDrive de quinta geração, que integra o motor elétrico, o sistema eletrônico e a transmissão em um único conjunto. Na versão i4 eDrive 40, são 340 cv de potência e tração traseira, enquanto na i4 M50 são 544 cv e tração integral.

Na variante mais potente há a função Sport Boost, que é ativada por dez segundos para entregar o máximo de potência e torque. Para reforçar a experiência ao volante, o sistema emite um ronco artificial “bem convincente”, de acordo com o fabricante.

A energia das baterias é parcialmente recuperada pelos freios regenerativos com diferentes modos de atuação (alta, média e baixa).

Bmw I4 6
O painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas é integrado a tela do sistema multimídia
Crédito: Divulgação
toggle button

A BMW informa que o i4 é dotado de suspensão traseira pneumática de série na versão de entrada. Já a esportiva i4 M50 conta com amortecedores adaptativos, que se ajustam de acordo com as condições do piso de condução.

Entre os equipamentos de série estão o painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas integrado ao sistema de multimídia de 14,9”, com sistema operacional 8 da BMW e diversas funcionalidades, como detecção de semáforos e atualizações via internet sem fio.

Recarga

O carregamento das baterias é feito com corrente contínua de até 200 kW. Isso representa uma recarga de 10% a 80% em apenas 31 minutos. Também é possível adicionar entre 140 km (i4 M50) e 164 km de autonomia (i4 eDrive40i) em 10 minutos se o estado inicial da carga estiver em 10%. Em corrente alternada, o carregamento total demora 8,5 horas.

Comentários