Carro autônomo do Google se envolve em acidente

Minivan Pacifica foi atingida por outro veículo em um cruzamento nos EUA. Polícia diz que não foi culpa do autônomo

  1. Home
  2. Notícias
  3. Carro autônomo do Google se envolve em acidente
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Uma minivan Chrysler Pacifica do Waymo, divisão de veículos autônomos do Google, envolveu-se em um acidente na cidade de Chandler, no estado norte-americano no Arizona. De acordo com a polícia local, o carro de testes foi atingido por um Honda na sexta-feira passada (4) e resultou apenas em ferimentos leves. A Pacifica adaptada para rodar sozinha não teria tido responsabilidade na colisão, segundo a polícia.

A batida aconteceu em um cruzamento. As investigações apontam que o Honda invadiu a contramão ao desviar de outro veículo e acabou acertando a minivan do Google, que estava com o modo autônomo ativado e um operador atrás do volante, para assumir a direção em caso de emergência. Aparentemente, ele não teve tempo de reagir.

icon photo
Legenda: Acidente carro do Google
Crédito: Reprodução

O funcionário do Waymo foi quem se feriu sem gravidade e policiais suspeitam que o Honda ou um terceiro veículo tenha passado com o sinal vermelho.

Esse é o segundo acidente recente envolvendo veículos autônomos de testes nos Estados Unidos. Em março, um Volvo XC90 adaptado do Uber atropelou e matou uma pedestre em Tempe, também no Arizona, também com um operador atrás do volante.

Por conta da morte, o Uber suspendeu os testes com autônomos no Arizona, cujo governo em seguida retirou a licença para a companhia rodar com os protótipos no estado.

Também em março, o "motorista" de um Tesla Model X morreu ao colidir contra uma barreira de concreto em Mountain View, na Califórnia, com o Autopilot, o modo de condução semiautônoma, ativado. Na ocasião, a Tesla afirmou que o condutor "recebeu vários alertas visuais e um alerta sonoro antes do acidente e as mão do motorista não foram detectadas no volante por seis segundos antes da colisão".

Para atender à legislação de trânsito, tanto os carros da Tesla quanto outros veículos com tecnologia de condução semiautônoma exigem que após determinado período o motorista recoloque as mãos na direção - atualmente, não existe nenhum automóvel totalmente autônomo à venda.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors