Carro elétrico da Hyundai, Ioniq5 tem visual retrô

Primeiro modelo da nova marca Ioniq da empresa sul-coreana será feito sobre plataforma modular e terá estilo bem vintage

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Carro elétrico da Hyundai, Ioniq5 tem visual retrô
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A partir de agora é oficial: a Ioniq se tornou uma marca de automóveis (100% elétricos, comandada pela Hyundai) e apresentou seu primeiro modelo produzido em série: o Ioniq5, que é uma espécie de crossover e por isso passa a integrar a gama de SUVs com propulsão elétrica do conglomerado sul-coreano.

Este novo modelo será o primeiro de muitos que o Grupo Kia-Hyundai vai oferecer montado sobre a plataforma modular E-GMP, com dimensões que são mais longas que a de um Tucson (de nova geração), de modo que seja capaz de competir e disputar clientes com Tesla Model Y, Ford Mustang Mach-E e o recém-apresentado Chevrolet Bolt EUV.

Carro elétrico da Hyundai tem linhas polêmicas

Felizmente, os designers da Hyundai mantiveram as linhas futurísticas do Hyundai 45 Concept de alguns anos atrás neste modelo de produção, agora oficialmente nomeado Ioniq5. São polêmicas, mas ao menos têm personalidade.

Isso significa que encontramos as linhas geométricas que misturam um estilo retrô com ares futuristas, que preferimos chamar de vintage. É interessante notar as dobras ao longo do corpo, juntamente com os grupos ópticos de LED em forma de pixel, que dão uma visão agressiva ao carro.

Dentro da linguagem de design batizada pela Hyundai de “Design Paramétrico”, destacam-se também as maçanetas ocultas, o capô envolvente e as caixas de rodas com linhas que combinam com as demais molduras ao redor da carroceria.

Além do estilo geométrico do exterior, a nova plataforma permite que a distância entre eixos do Ioniq5 seja maior do que a de um Hyundai Palisade, um dos maiores SUVs da empresa, o que proporciona um ótimo espaço interno.

Hyundai Ioniq5 2022
SUV, hatch ou crossover? Modelo tem design polêmico, características das três categorias e muito espaço
Crédito: Divulgação

Crossover, SUV ou hatch?

Mesmo assim, o carro conseguiu manter uma silhueta mais próxima de um hatchback de grandes dimensões do que de um SUV ou um crossover. Aliás, alguns mercados poderão substituir os retrovisores externos por câmeras de baixa resistência aerodinâmica, assim como fazem os Audi e-tron e e-tron Sportback.

Dentro, o tema “Concept Car” é mantido com uma cabine espaçosa que aproveita a embalagem mecânica mais compacta, combinada com materiais de acabamento leves, justamente para aumentar a sensação de espaço.

Hyundai Ioniq5 2022
Painel tem duas telas de 12 polegadas, uma para o quadro de instrumentos e outra para a central multimídia
Crédito: Divulgação

O painel horizontal, com um volante de apenas dois raios e um sistema de entretenimento que combina em um único painel duas telas digitais (uma para a central multimídia e outra para o quadro de instrumentos) também influencia nessa sensação de bom espaço interno. Elas têm 12 polegadas e incluem muita tecnologia de conectividade e um head-up display com tecnologia de VR.

Na mesma cabine, note que o console central não se junta ao painel, o que deixa um piso totalmente plano na parte da frente, com o seletor de marcha posicionado na coluna de direção. Para aproveitar todo esse espaço disponível, o Ioniq5 ainda tem bancos dianteiros reclináveis para tornar o tempo entre as recargas da bateria mais confortável.

Enquanto isso, a segunda fileira de assentos tem vários ajustes para aumentar o espaço para as pernas. O estofamento é feito com material reciclado (de garrafas PET) ou vegetais.

Hyundai Ioniq5 2022
Bancos dianteiros podem ser reclinados (eletricamente)
Crédito: Divulgação

Motores nos dois eixos

O Ioniq5 será vendido com um motor elétrico montado no eixo traseiro ou um par de motores distribuídos pelos dois eixos. A configuração com tração traseira e monomotor produz 215 cv e 35,7 kgf.m de torque, enquanto a configuração bimotor e tração nas quatro rodas produz 302 cv e 61,7 kgf.m - em ambos os casos, alimentados por duas opções de baterias: 58 kWh ou 72,6 kWh.

Desta forma, as baterias de maior capacidade (72,6 kWh) podem fazer o Ioniq5 acelerar de 0 a 100 km/h mais rápido do que as de menor capacidade (58 kWh), nas duas configurações: 7,4 segundos e 8,5 segundos no Iconiq5 monomotor; e 5,2 segundos e 6,1 segundos na configuração bimotor, respectivamente.

Um motor no eixo traseiro e tração traseira ou dois motores, um em cada eixo, e tração integral. Assim é o Ioniq5
Crédito: Divulgação

Em termos de autonomia, a Hyundai divulgou apenas as estimativas projetadas pelo Ioniq5 com motor traseiro e configuração de bateria grande, com a cifra de 480 quilômetros com uma única carga, no ciclo WLTP. Com isso, baseado no que o Hyundai Kona EV oferece com sua bateria de 64 kWh, podemos esperar que o Ioniq5 com bateria de 58 kWh consiga alcançar de 320 a 400 km.

Tem mais: o sistema elétrico da plataforma modular E-GMP suporta recargas rápidas de sistemas 400V e 800V, ​​o que significa que o carro vai poder recuperar de 10% a 80% da autonomia em apenas 18 minutos, ou 5 minutos para atingir 100 km adicionais em um carregador de 350 kW.

A Hyundai tem previsão de iniciar as vendas do Ioniq5 ainda no primeiro semestre deste ano, em "mercados selecionados" - é por isso esperamos que sua comercialização comece na Europa no segundo semestre, já como modelo 2022. No Brasil, por ora, não há qualquer tipo de confirmação ou mesmo especulações.

Comentários