Carro voador poderá ser vendido no Brasil

Modelo eslovaco custará entre R$ 5 milhões e R$ 6,2 milhões e pode voar até 750 km

  1. Home
  2. Notícias
  3. Carro voador poderá ser vendido no Brasil
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O futuro parece mais próximo do que nunca. Se anos atrás se cogitava um carro voador apenas como um delírio, algo para alguns milênios de distância, agora o modelo já se tornou realidade na Europa e agora pode chegar ao Brasil. Segundo a reportagem publicada na Quatro Rodas, a empresa eslovaca de engenharia AeroMobil registrou Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) patentes de um veículo híbrido capaz tanto de rodar em solo como voar. A empresa desenvolveu protótipos nos últimos 20 anos. Apesar de já poder reservar o modelo na Europa, as entregas só acontecerão a partir de 2020.

 AeroMobil
Legenda: AeroMobil

O AeroMobil 4.0 STOL, versão que já pode ser reservada, está em testes de certificação da Agência Europeia de Segurança da Aviação e, de acordo com a fabricante, atenderá aos requisitos das autoridades nacionais de aviação de todo o mundo.

O carro voador de 960 kg conta com um motor Subaru 2.0 turbo de quatro cilindros opostos (boxer) a gasolina, que entrega cerca de 300 cv de potência. O 0 a 100 km/h é feito em 10 segundos, enquanto a velocidade máxima é de apenas 160 km/h. A autonomia é de até 700 quilômetros como veículo, graças a propulsores elétricos de 110 cv. No modo avião, o modelo alcança até os 750 quilômetros que voa em velocidades de até 360 km/h.

 Aeromobil
Legenda: Aeromobil

A distância mínima de decolagem ao nível do mar é de 397 metros. O modelo tem 2,24 metros de largura por 6 metros de comprimento. Com as asas abertas, a envergadura chega a 8,80 metros. Na Europa, é preciso ter licença de piloto para conduzir o AeroMobil 4.0 STOL, que pode decolar e aterrissar em locais próprios para pequenas aeronaves.

As primeiras 500 unidades do AeroMobil 4.0 STOL custarão entre 1,2 milhão e 1,5 milhão de euros cada (cerca de R$ 5 milhões e R$ 6,2 milhões, respectivamente, na cotação atual) sem contar taxas de importação, entre outras despesas.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors