Documento do veículo digital: tire suas dúvidas

Veja o que você precisa saber sobre o CRLV eletrônico, que já chegou ao DF e estará disponível em todo o país em breve

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Documento do veículo digital: tire suas dúvidas
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O Ministério das Cidades, o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) do Distrito Federal lançaram nesta segunda-feira a versão digital do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), o famoso documento de porte obrigatório. Inicialmente, o documento virtual fica disponível apenas para proprietários de veículos licenciados no Distrito Federal, mas será estendido aos demais estados até o fim deste ano.

O CRLV digital é acessado por um novo aplicativo chamado de Carteira Digital de Trânsito, que também passa a exibir as informações da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) eletrônica, para quem já tem esse documento - disponível em todo o território nacional desde abril.

Aplicativo Carteira Digital de Trânsito exibe versão idêntica à impressa diretamente na tela do celular
Aplicativo Carteira Digital de Trânsito exibe versão idêntica à impressa diretamente na tela do celular
Crédito: Divulgação

Tanto o CRLV quanto a habilitação eletrônicas substituem o documento impresso em uma abordagem de trânsito e contam com dispositivo de segurança criptografado, por meio de um QR Code. As versões virtuais podem, inclusive, ser usadas como cópia autenticada em cartório, via exportação em formato PDF, para usuários que tenham certificado digital. Veja abaixo as principais dúvidas sobre o novo documento, com base em informações do Denatran e do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), responsável pela implantação e desenvolvimento do aplicativo e dos documentos digitais.

O que é

O CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) eletrônico nada mais é que uma reprodução do documento impresso, que pode ser visualizada na tela do celular ou do tablet por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, que traz tanto a CNHe (Carteira Nacional de Habilitação eletrônica) quanto o CRLV virtual, os dois documentos de porte obrigatório. O novo aplicativo substitui o antigo CNH Digital, que deixa de existir. Quem possuir certificado digital poderá exportar o CRLV em formato PDF (e também a CNHe, como já acontece), servindo como uma cópia autenticada em cartório.

Não precisa ter certificado digital ou ir pessoalmente ao Detran

Para fazer o cadastro do CRLV digital, basta acessar o aplicativo a Carteira Digital de Trânsito e seguir o passo a passo indicado na tela, sem a necessidade de solicitação presencial no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) nem de portar certificado digital. O processo é mais simples que o cadastro da CNHe, que pode ser feito on-line, mas exige o certificado digital - que é pago à parte, fornecido por empresas especializadas. Sem o certificado, pedir a habilitação eletrônica requer a confirmação de dados pessoalmente no órgão de trânsito.

Passo a passo

Quem já possui a CNHe

  • Atualize o aplicativo para a Carteira Digital de Trânsito, caso a opção de atualização automática não esteja acionada no dispositivo
  • Adicione o CRLV, informando o número do Renavam e o código de segurança impresso no CRV (Certificado de Registro de Veículo), antigo DUT

    Quem não possui a CNHe

    • Baixe o aplicativo Carteira Digital de Trânsito na loja virtual App Store ou Google Play
    • Faça o cadastro de usuário no próprio aplicativo
    • Adicione o CRLV, informando o número do Renavam e o código de segurança impresso no CRV (Certificado de Registro de Veículo), antigo DUT
    • Custo depende do Detran

      O aplicativo Carteira Digital de Trânsito tem download gratuito, mas os Detrans têm a liberdade de cobrar pela emissão do CRLV eletrônico ou não. No caso do Detran-DF, o primeiro a oferecer o documento virtual de porte obrigatório do veículo, o serviço não terá custo adicional, porém ficam mantidas as taxas de licenciamento e seguro obrigatório do documento impresso, que seguirá sendo emitido normalmente em todo o país. As versões digital e de papel vão conviver, tal como já acontece com a CNH eletrônica

      Quem pode pedir o CRLV eletrônico

      Por enquanto, apenas os proprietários de veículos registrados no Detran do Distrito Federal, mas a Resolução 720/2017 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) determina que todos os estados disponibilizem o documento eletrônico até 31 de dezembro. Para obter o CRLV digital, o licenciamento de 2018 deve estar pago. Além disso, apenas o proprietário do veículo pode solicitá-lo, pois deverá informar dados pessoais no cadastro. O aplicativo Carteira de Digital de Trânsito vai notificar o usuário quando a versão digital do documento de porte obrigatório do veículo estiver disponível no seu estado

      Como proceder se você já tem a CNH eletrônica

      Caso você já possua a versão digital da Carteira Nacional de Habilitação, basta atualizar o respectivo aplicativo para a Carteira de Trânsito Digital. Para quem ainda não possui a habilitação eletrônica, basta baixar a Carteira de Trânsito Digital , que tem download gratuito nas lojas virtuais Google Play, para dispositivos Android, e App Store, para aparelhos iOS

      Para usar a Carteira Digital de Trânsito não é preciso ter CNH eletrônica

      Você pode ter a Carteira Digital de Trânsito apenas com o CRLV eletrônico e vice-versa: também é possível ter o aplicativo somente com a CNH Digital, desde que a sua habilitação em papel já traga o QR Code (veja o passo a passo para solicitar a CNHe)

      Pode registrar mais de um veículo

      O aplicativo Carteira Digital de Trânsito permite adicionar mais de um CRLV digital. Basta informar o número do Renavam e o código de segurança impresso no CRV (Certificado de Registro de Veículo), antigo DUT

      Como a autenticidade é verificada

      Assim como acontece com a CNHe, a versão digital do CRLV vem acompanhado de um QR Code, criptografado, gerado automaticamente após a inserção do documento na Carteira Digital de Trânsito. Utilizando a câmera do celular e o aplicativo Lince, o agente de trânsito "lê" o QR Code e tem acesso a todos os dados do CRLV, incluindo a data de vencimento do licenciamento

      Não precisa ter acesso à internet

      Da mesma forma como acontece com a CNHe, o acesso à internet é necessário apenas na hora do cadastro do CRLVe. Depois, o documento do veículo digital fica armazenado e criptografado no dispositivo e sua visualização pode ser realizada off-line

      Comentários