FCA pode se juntar a Volkswagen ou Ford

O grupo formado por Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge, RAM, entre outras, acumula uma dívida de US$ 2,96 bilhões

  1. Home
  2. Notícias
  3. FCA pode se juntar a Volkswagen ou Ford
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A FCA se reuniu na última sexta-feira, 13, em Amsterdã, Holanda, para dar início ao último ano de Sergio Marchionne como CEO da FCA. Ainda não há um substituto definido, porém, com a atual situação do grupo, é possível que exista uma nova fusão global de marcas.

O grupo formado por Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge, RAM, entre outras, acumula uma dívida de US$ 2,96 bilhões que precisa ser quitada até junho. Por esse motivo, de acordo com a Bloomberg, há três cenários possíveis para o futuro do grupo.

O primeiro deles é pensando no mercado dos EUA. Dessa maneira, a FCA se uniria à Ford, consolidando a participação no mercado norte-americano e ajudando a resolver a fragilidade econômica da empresa americana. Este cenário teria o desfecho mais rápido.

No segundo cenário, a marca se juntaria com a Volkswagen. Assim, a marca Fiat iria se posicionar melhor na Europa, em troca disso, a Volkswagen teria acesso às tecnologias de motores a diesel do grupo FCA, uma vez que após o dieselgate sua credibilidade nesse segmento está comprometida. Ainda pensando no mercado europeu, o grupo PSA seria uma possibilidade, mas é menos provável segundo a agência de notícias.

Por fim, o terceiro cenário envolve a China. Meses atrás foram noticiados interesses das marcas daquele país no grupo, especialmente na Jeep. Agora, com interesse da FCA de se juntar a outra marca, é possível que a Geely, dona da Volvo e principal acionista da Mercedes-Benz, se torne uma candidata.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors