Fiesta abandona versões sedã, turbo e PowerShift

As opções do Fiesta desapareceram do configurador de veículos na página oficial da Ford; nos EUA, modelo será aposentado

  1. Home
  2. Notícias
  3. Fiesta abandona versões sedã, turbo e PowerShift
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A linha do Ford Fiesta acaba de sofrer uma redução acentuada de versões no Brasil. No site oficial da marca não aparecem mais as variantes sedã, turbo (EcoBoost) e 1.6 com câmbio automatizado PowerShift de dupla embreagem. Restaram apenas três opções, todas dotadas do 1.6 Sigma de 128 cv e transmissão manual de cinco marchas: SE (R$ 52.690), SE Style (R$ 56.590) e SEL (R$ 58.090).

Mesmo com a reestilização em 2017, o Fiesta perdeu terreno para o Ka, best-seller da Ford por aqui e medalha de bronze no ranking geral. A marca também optou por não trazer a nova geração que surgiu na Europa. Nos Estados Unidos, o Fiesta será descontinuado. A configuração sedã tinha idas e vindas. Em duas oportunidades (2015 e 2017) parou de ser importado do México, local de sua fabricação.

icon photo
Legenda: O questionável câmbio PowerShift parece ter sido abolido de vez
Crédito: Ford New Fiesta 2018

A transmissão automatizada PowerShift, em um primeiro momento, surpreendeu na época que foi lançada. Mas com o tempo, o componente se mostrou problemático com vários modelos apresentando ruídos, trepidações, superaquecimento do sistema, demora na resposta para troca de marchas, além travamento e perda força em aclives. A Ford até resolveu as falhas e estendeu a garantia, mas, aparentemente, não foi suficiente. Tanto que o EcoSport estreou uma caixa automática de seis velocidades (com conversor de torque) em sua última reestilização. A transmissão também está presente na linha do Ka.  Procurada, a Ford não se manifestou sobre o assunto.

VÍDEO RELACIONADO

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors