Mercedes dos anos 90 à venda por US$ 2,7 milhões

CLK GTR exposto em loja alemã é é mais caro que próximo superesportivo da marca

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Mercedes dos anos 90 à venda por US$ 2,7 milhões
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Mercedes-Benz vai apresentar em setembro, no Salão de Frankfurt (Alemanha) o visual e as especificações técnicas do AMG R50, supercarro desenvolvido com tecnologias da Fórmula 1, incluindo o motor V6 turbo associado com propulsor elétrico atualmente utilizado pela principal categoria do automobilismo. Serão produzidas apenas 300 unidades, cada uma com preço estimado na casa dos US$ 2,3 milhões (cerca de R$ 7,3 milhões na conversão direta), e as primeiras serão entregues somente em 2019, com potência em torno de 1.000 cv.

Mercedes-Benz CLK GTR
Mercedes-Benz CLK GTR
Crédito: Mercedes-Benz CLK GTR

Se você ficou impressionado, saiba que já existe um superesportivo da Mercedes-Benz ainda mais raro e caro: o CLK GTR, que só teve 20 unidades homologadas para vias publicas produzidas com carroceria cupê, além de outras seis do tipo roadster, conversível, ainda mais raras.

 Mercedes-Benz CLK GTR
Legenda: Mercedes-Benz CLK GTR
Crédito: Mercedes-Benz CLK GTR

A unidade em questão é cupê, com capota fixa, e está à venda por 2,45 milhões de euros ou US$ 2,67 milhões (R$ 8,47 milhões), mais de US$ 400 mil (R$ 1,27 milhão) acima do valor que a montadora vai cobrar pelo AMG R50. Ele está no showroom da loja multimarcas Autohaus, localizada na cidade alemã de Recklinghausen.

Mercedes-Benz CLK GTR

O CLK GTR  foi criado em meados dos anos 90 para correr as 24 Horas de Le Mans e sua versão para as ruas está muito perto de um carro de corrida, trazendo motor V12 6.9 naturalmente aspirado de 612 cv de potência e 79 kgfm de torque, suficientes para acelerar de zero a 100 km/h em 3,8 segundos e para atingir a máxima de 344 km/h. Na mau para um carro de passeio produzido há cerca de 20 anos.

Mercedes-Benz CLK GTR

Veja também:

Comentários