Os 5 grandes rivais do recém-chegado Corolla Cross

Um dos principais lançamentos do ano, o SUV Toyota vai brigar desbancar Jeep Compass, mas há outros adversários. Confira

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Os 5 grandes rivais do recém-chegado Corolla Cross
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Um dos lançamentos mais aguardados de 2021, o Toyota Corolla Cross promete agitar o segmento de SUVs médios. A novidade foi apresentada na noite de quinta-feira (11) com credenciais que podem ameaçar a hegemonia do Jeep Compass, mas a marca japonesa também quer atrair os clientes de outros rivais da categoria.

Antes de apresentar os cinco principais rivais do Corolla Cross, vamos relembrar que o novato, desenvolvido a partir da plataforma da atual geração do Corolla sedã, é fabricado em Sorocaba (SP) em três versões com tração dianteira.

São quatro versões do Corolla Cross

As configurações XR (R$ 139.990) e XRE (R$ 149.990) são equipadas com o motor 2.0 flex aspirado com injeção direta, que entrega 177 cv de potência e 21,4 kgf.m de torque. O câmbio automático CVT simula 10 marchas.

Já as variantes XRV Hybrid (R$ 172.990) e XRX Hybrid (R$ 179.990) são híbridas. Isso significa que elas são movidas por um motor 1.8 flex de 101 cv e 14,5 kgf.m, que trabalha em conjunto a um propulsor elétrico de 72 cv e 16,6 kgf.m para fornecer 123 cv e cerca de 20 kgf.m de potência e torque combinados, respectivamente.

Aro Corolla Cross 9
Toyota Corolla Cross chega em quatro versões, duas delas como motorização híbrida
Crédito: Fábio Aro

Todas as versões são equipadas de série com sete airbags, controles de estabilidade e tração, frenagem autônoma emergencial, sensor de estacionamento traseiro, retrovisores com rebatimento elétrico, ar-condicionado digital com saída para o banco traseiro, faróis de neblina de LED e central multimídia de 8 polegadas compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

A partir da XRE, as rodas de liga leve de 17” dão lugar a um conjunto de aro 18” e o SUV ganha bancos de couro, faróis de LED, sensor de chuva, chave presencial e controle de cruzeiro.

Assistências de condução só nas versões híbridas

O pacote assistências de condução Toyota Sense está presente apenas nas variantes híbridas, que são dotadas de controle de cruzeiro adaptativo, farol com ajuste automático do facho alto, assistente de permanência em faixa e alertas de ponto cego e de tráfego traseiro. Na topo de linha XRX Hybrid são adicionados o ar digital de duas zonas, teto solar, revestimento interno na cor bege, banco do motorista com regulagem elétrica, painel com tela digital de 7” e rodas aro 18” com desenho exclusivo.

Medidas: 4,46 metros de comprimento, 1,82 m de largura, 1,62 m de altura e 2,64 m de distância entre-eixos. Porta-malas: 440 litros.

Principais rivais do Corolla Cross

Jeep Compass

O atual líder do segmento é o único da lista que possui opção de motorização a diesel, mas apenas as versões flex concorrem com o Corolla Cross por questões técnicas e de preço. O SUV fabricado em Goiana (PE) é oferecido nas seguintes versões: Sport (R$ 138.320), Longitude (R$ 153.576) e Limited (R$ 175.953).

O motor 2.0 flex aspirado gera 166 cv e 20,5 kgf.m, sempre combinado a um câmbio automático de seis velocidades e tração dianteira. No entanto, essa motorização será substituída pela inédita 1.3 turbo flex (potência estimada em 180 cv), que será introduzida com novos equipamentos na atualização visual prevista para o primeiro semestre.

Thumbnail Jeep Compass
Jeep Compass é o atual líder do segmento, e principal alvo do Toyota Corolla Cross
Crédito: Divulgação

Somente a versão Limited pode receber o pacote de assistências de condução (controle de cruzeiro adaptativo, alerta de mudança de faixa, frenagem autônoma de emergência) no pacote opcional de R$ 8.951, que também adiciona banco do passageiro com ajustes elétricos, abertura elétrica do porta-malas e sistema de som Beats.

Medidas: 4,42 metros de comprimento, 1,82 m de largura, 1,64 m de altura e 2,64 m de distância entre-eixos. Porta-malas: 410 litros.

Volkswagen Taos

O SUV médio da marca alemã já foi apresentado, mas as versões e os preços serão revelados somente no lançamento, que será ainda no primeiro semestre – os valores deverão ser parecidos com os do Toyota Corolla Cross e demais rivais.

O Taos será vendido ainda no primeiro semestre com apenas uma opção de motorização: 1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 kgf.m, com câmbio automático de seis velocidades e tração dianteira.

Volkswagen Taos Highline 250 TSI
VW Taos já foi apresentado pela marca alemã, mas versões serão reveladas apenas no lançamento
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

Embora a Volkswagen ainda mantenha em segredo a lista de equipamentos, sabe-se que a versão mais completa terá faróis de LED, assistente autônomo de estacionamento, controle de cruzeiro adaptativo com frenagem emergencial, painel totalmente digital de 10,25”, central multimídia VW Play de 10”, carregador de celular por indução, entre outros.

Medidas: 4,47 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,62 m de altura e 2,68 m de distância entre-eixos. Porta-malas: 455 litros.

Ford Territory

O SUV que a Ford importa da China estreou por aqui no ano passado com o objetivo conquistar os clientes das versões mais completas do Jeep Compass flex. Apesar do logotipo da marca norte-americana, o Territory é baseado no chinês Yusheng S330.

A motorização 1.5 turbo a gasolina fornece 150 cv de potência e 22,9 kgf.m de torque, combinada à transmissão automática CVT com simulação de oito marchas. A tração é dianteira.

Importado da China, Ford Territory estreou aqui no Brasil no ano passado
Crédito: Divulgação

O Territory está disponível nas versões SEL (R$ 179.900) e Titanium (R$ 197.900). A última possui assistências autônomas de condução entre os itens de série.

Medidas: 4,58 metros de comprimento, 1,93 m de largura, 1,67 m de altura e 2,71 m de distância entre-eixos. Porta-malas: 348 litros.

Chevrolet Equinox

Entre os rivais do Corolla Cross, o Equinox é ligeiramente maior. O modelo produzido no México possui duas versões que entram na faixa de preços do Toyota: LT (R$ 150.740) e Premier AWD (R$ 178.900), ambas equipadas com a motorização 1.5 turbo a gasolina e câmbio automático de seis marchas.

O propulsor entrega 172 cv de potência e 27,8 kgf.m de torque. A diferença entre as versões é que na LT a tração é apenas dianteira, enquanto a Premier possui tração integral.

Pouco maior que o Corolla Cross, o Chevrolet Equinox tem duas versões na faixa de preço do novo concorrente
Crédito: Divulgação

O Equinox Premier AWD oferece controles de estabilidade e tração, faróis de LED com acendimento e ajuste automático do facho alto, frenagem automática de emergência em baixa velocidade, alerta de colisão frontal, controle de velocidade em descida, banco do motorista com ajustes elétricos e alertas vibratórios, assistente autônomo de estacionamento, teto solar panorâmico, entre outros.

Para quem deseja maior desempenho, a versão Premier AWD tem a opção com motor 2.0 turbo a gasolina de 262 cv e 37 kgf.m, combinado a uma transmissão automática de nove velocidades.

Medidas: 4,65 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,69 m de altura e 2,72 m de distância entre-eixos. Porta-malas: 468 litros.

Caoa Chery Tiggo 7

Agora oferecido em versão única, o SUV montado em Anápolis (GO) é equipado com o motor 1.5 turbo flex de 150 cv e 21,4 kgf.m. A transmissão automatizada de dupla embreagem possui seis marchas.

Chery Tiggo 7, produzido em Anápolis, é oferecido em apenas uma versão
Crédito: Divulgação

Tiggo 7 STX (R$ 129.990) é equipado de série com seis airbags, controles de estabilidade e tração, ar-condicionado automático de duas zonas, central multimídia compatível com Android Auto e Apple CarPlay, câmeras de manobras em 360º, teto solar panorâmico, chave presencial, rodas de 18 polegadas, freio de estacionamento eletrônico, entre outros.

Medidas: 4,50 metros de comprimento, 1,83 m de largura, 1,67 m de altura e 2,67 m de distância entre-eixos. Porta-malas: 414 litros.

Comentários