Volkswagen confirma perua 100% elétrica

Fabricante montará station wagon baseada no conceito ID. Space Vizzion; produção deve começar em 2023

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Volkswagen confirma perua 100% elétrica
Marcus Celestino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Volkswagen confirmou esta semana a produção de uma perua 100% elétrica. Baseada no conceitual ID. Space VIzzion, a station wagon será produzida em Emden, na Alemanha, a partir de 2023. O anúncio foi feito por Ralf Brandstätter, CEO da VW, em seu perfil no Linkedin.

O modelo, que atenderá pelo nome de Aero B, utiliza a última versão da arquitetura MEB. A plataforma modular é a base dos veículos elétricos da Volkswagen. "Graças à nossa arquitetura MEB aprimorada, o veículo poderá ser carregado rapidamente e oferecer um pouco mais de tudo: espaço, autonomia, aceleração e velocidade máxima", escreveu Brandstätter.

Volkswagen Space Vizzion perua elétrica
Perua deverá manter a identidade visual do conceito ID. Space Vizzion (foto)
Crédito: Divulgação

Com dimensões similares às da Passat Variant, a versão de produção da ID. Space Vizzion virá equipada com bateria de 111 kWh e poderá ter autonomia de até 700 km. Além disso, a Volkswagen Aero B terá dois motores elétricos que, combinados, poderão gerar até 340 cv. O conceito apresentado em 2019, vale lembrar, tinha bateria de 82 kWh e autonomia de 590 km. Seu propulsor elétrico traseiro entregava 272 cv.

Volkswagen Space Vizzion perua elétrica
Coeficiente aerodinâmico da station wagon conceitual é de 0,24. Versão final deve chegar perto
Crédito: Divulgação

Em termos visuais, o modelo deve seguir o mesmo caminho do ID. Space Vizzion. Além da perua elétrica, o fabricante também lançará uma variante sedã. Todos os dois serão produzidos na fábrica de Emden. De lá também sairá o ID.4, primeiro SUV 100% elétrico da marca.

A Volkswagen pretende lançar nove novos modelos elétricos até 2025. Esta semana, os alemães anunciaram investimento de 73 bilhões de euros (R$ 463,1 bi em conversão direta) em novas tecnologias. Desse montante, 35 bi (R$ 225 bilhões) serão dedicados à eletrificação de seus automóveis.

Comentários