Segunda geração do Audi Q3 é maior e mais moderna

SUVganhou painel de instrumentos digital e tecnologias semiautônomas e pode pintar no Salão do Automóvel de São Paulo

  1. Home
  2. Notícias
  3. Segunda geração do Audi Q3 é maior e mais moderna
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Após revelar pequenos detalhes do Q3, a Audi resolveu divulgar as primeiras imagens oficiais do SUV. Como previsto, a dianteira ganhou traços do Q8, especialmente no contorno da grade.

O visual ficou mais esportivo, há grandes entradas de ar nos dois lados do para-choque, enquanto os faróis trazem projetores em LED, há ainda a tecnologia Matrix LED como opcional, que evita o ofuscamento dos motoristas na outra mão de condução.

O Q3 era vendido em sua primeira geração desde 2011, somando 1,1 milhão de unidades vendidas em todo o mundo. Apesar da idade avançada, o modelo ainda é o mais vendido da marca no Brasil. A primeira grande mudança para a segunda geração foi a utilização da plataforma modular MQB. Graças a ela, o Q3 ganhou 9,7 centímetros de comprimento, passando para 4,49 metros, internamente são 7,8 cm a mais, totalizando 2,68 metros. A largura é de 1,85 m, enquanto a altura perdeu um centímetro e ficou com 1,59 m. Outra novidade que contribui com o espaço são os bancos traseiros corrediços. Eles afastam até 15 cm para gerar mais 174 litros de capacidade no porta-malas e totalizar 675 litros.

icon photo
Legenda: Interior do novo Audi Q3

O interior ganhou linhas mais modernas e itens de tecnologia. Entre eles a central multimídia que pode ser até de 10,1 polegadas dependendo da versão. Há também o painel de instrumentos digital Virtual Cockpit, já conhecido na linha Audi, mas com duas opções de tamanho: 10,25 ou 12,3 polegadas.

Como era esperado, o modelo também ganhou diversos itens de assistência ao motorista, entre eles: controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, Park Assist, câmera 360º e assistente de frenagem de emergência.

icon photo
Legenda: Lanternas receberam novo formato e tecnologia LED

Na Europa, o modelo terá três motores: 1.5 TFSI com 150 cv e 25,5 kgf.m de torque; 2.0 TFSI (o mesmo do Golf GTI) com duas calibrações: 190 cv e 32,6 kgf.m ou 230 cv e 35,7 kgf.m; além do 2.0 TDI, a diesel, também com duas calibrações: 150 cv e 34,6 kgf.m ou 190 cv e 40,7 kgf.m.

De acordo com a Audi, o modelo começará a ser fabricado em novembro em Gyor, na Hungria. Não há informações se o modelo continuará com fabricação no Brasil. Por outro lado, é provável que o SUV seja o maior destaque da marca alemã no Salão do Automóvel de São Paulo, que será realizado em novembro.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors