WRX e WRX STI aparecem reestilizados em Detroit

Esportivos da Subaru ganham retoques no visual e acessórios, mas motores não mudam

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. WRX e WRX STI aparecem reestilizados em Detroit
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Em 2016 a Subaru redesenhou o Impreza, que estreou a plataforma modular global da marca japonesa, todavia, os nervosos WRX e WRX STI ainda desfilavam com o mesmo visual. No Salão de Detroit, a marca mostrou a reestilização de seus esportivos, que além das discretas mudanças visuais, receberam novos acertos para melhorar a dirigibilidade e ganharam acessórios para a linha 2018. 

Entre as alterações, a dianteira foi redesenhada e ficou mais agressiva, com entradas de ar ainda maiores no para-choque. Segundo a marca, a parte frontal do carro ainda ganhou um reforço estrutural para resistir a impactos frontais. As rodas têm novo desenho - de 18 polegadas em alumínio no WRX e liga leve de 19 polegadas no STI - e os faróis de led são adaptativos. 

O interior conta com materiais mais refinados no acabamento, além do sistema de som mais moderno e uma central multimídia de 7 polegadas com tela sensível ao toque. Para aumentar a segurança a marca vai oferecer um novo pacote (opcional) com o EyeSight Assist Monitor, um sistema que projeta alertas de segurança no para-brisa do veículo.

 Subaru WRX STI
Legenda: Subaru WRX STI
Crédito: Subaru WRX STI



Mas para quem gosta mesmo é de afundar o pé, saiba que o carro não ganhou cavalos extras. O WRX mantém o 2.0 turbo de 271 cv e o WRX STI, o motor de 2.5 litros e 309 cv de potência. A parte boa é que as suspensões foram recalibradas para maior estabilidade e foram feitas melhorias na direção e nos freios. Além disso, o Driver Controlled Center Differential (DCCD), que é o sistema de tração integral oferecido na versão STI, foi revisado.


Interior do Subaru WRX STI 2018
Interior do Subaru WRX STI 2018
Crédito: Interior do Subaru WRX STI 2018



Eles chegam às lojas ainda este semestre nos Estados Unidos, mas ainda não sabemos quando as mudanças aparecerão nos modelos vendidos no Brasil, tampouco as alterações no valor.

 

Comentários