Airbags 'fatais' da Takata causam mais uma morte

Pelo menos 18 pessoas perderam a vida no mundo por conta do defeito. Caso mais recente envolve um Civic 2004 nos EUA

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Airbags 'fatais' da Takata causam mais uma morte
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Honda e a NHTSA, órgão fcaptional de segurança viária dos Estados Unidos, anunciaram mais uma morte causada por airbags defeituosos da fornecedora japonesa Takata. O caso mais recente aconteceu na cidade de Baton Rouuge, no estado norte-americano da Louisiana, em um Honda Civic 2004 que tinha recall aberto, mas o proprietário ainda não tinha realizado o reparo gratuito.

Ainda de acordo com a montadora, o insuflador, equipamento que infla o airbag, não era o orginalmente instalado no veículo. Com esse caso fatal, já são pelo menos 18 mortes provocadas pelo defeito e cerca de 180 pessoas feridas em todo o mundo.

Ao menos nos Estados Unidos, muitas das bolsas infláveis problemáticas da Takata estão sendo retiradas de carros danificados em ferros-velhos e revendidas no mercado paralelo. A própria Honda informa que já retirou cerca de 100 mil unidades com defeito desses locais e solicitou a sites de vendas on-line de peças usadas que proíbam e interrompam a comercialização desses airbags.

Somente no Brasil, os airbags da Takata já causaram o recall de mais de 2,5 milhões de veículos. A falha está relacionada ao insuflador, que pode se romper quando a bolsa inflável é ativada, em caso de colisão frontal, projetando fragmentos metálicos na cabine, capazes de causar ferimentos fatais.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors