Caminhão da Tesla tem aceleração de Porsche

Primeiro veículo de carga da marca de elétricos chega em 2019 com autonomia de 800 km e condução semiautônoma

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Caminhão da Tesla tem aceleração de Porsche
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Depois de fazer circular na internet em maio um teaser do seu primeiro veículo elétrico de carga, a Tesla finalmente apresentou em detalhes o utilitário durante evento na sede da companhia, em Hawthorne, na Califórnia, na madrugada desta sexta (17), no Horário de Brasília.

icon photo
Legenda: Tesla Caminhão Semitruck
Crédito: Tesla Caminhão Semitruck

O modelo, cuja produção começa em 2019, já pode ser reservado mediante o pagamento de US$ 5.000 (cerca de R$ 16,4 mil na conversão direta) por unidade, embora o preço final ainda não seja informado. A Tesla se limita a dizer, por enquanto, que o elétrico proporciona uma economia de combustível correspondente a US$ 200 mil (R$ 655 mil)  a cada 1,6 milhão de km rodados.

icon photo
Legenda: Tesla Caminhão Semitruck
Crédito: Tesla Caminhão Semitruck

Os números de desempenho e de autonomia do caminhão, chamado pela Tesla de BAMF (o significado da sigla não foi explicado), são expressivos. De acordo com a fabricante, o utilitário é capaz de acelerar de zero a 96 km/h em cinco segundos sem a carreta instalada (praticamente o mesmo tempo que um Porsche 718 Cayman) e faz o mesmo em 20 segundos puxando uma carga de 36,3 toneladas.

icon photo
Legenda: Tesla Caminhão Semitruck
Crédito: Tesla Caminhão Semitruck

Ainda em relação à performance, o caminhão é capaz de subir aclives íngremes a uma velocidade constante de 104 km, carregado, algo surpreendente considerando veículos de mesmo porte convencionais, com motor a diesel.

A autonomia também superou o que apontavam rumores e especulações antes da apresentação: em vez das 450 milhas (724 km) estimadas, o BAMF é capaz de rodar até 500 millhas (804 km) com uma carga completa das baterias, em ciclo rodoviário.

icon photo
Legenda: Tesla Caminhão Semitruck
Crédito: Tesla Caminhão Semitruck

Para alcançar tamanha quilometragem, o veículo não conta apenas com baterias de alta capacidade, como também traz foco na aerodinâmica, que, segundo a Tesla, tem cx (coeficiente de arrasto) de 0,36, melhor que o do superesportivo Bugatti Chiron (0,38) - nesse caso, quanto menor o número, melhor. Essa eficiência aerodinâmica pode ser verificada em detalhes como os para-lamas esculpidos, o piso plano e chapas que escondem o vão entre a cabine e o reboque de carga.

icon photo
Legenda: Tesla Caminhão Semitruck
Crédito: Tesla Caminhão Semitruck

Quanto ao tempo de recarga das baterias, a montadora vai disponibilizar um carregador de alta voltagem capaz de fornecer uma autonomia de até 400 milhas (640 km) com apenas 30 minutos plugado na rede elétrica.

Em relação à cabine, ela traz o assento do motorista centralizado, rodeado por uma tela colorida de cada lado, trazendo todas as informações e comandos do caminhão. Câmeras posicionadas na parte superior do habitáculo substituem retrovisores convencionais e também evitam  pontos cegos. A segurança também é ampliada com uma série de assistentes eletrônicos, incluindo recursos de condução semiautônoma - em um comboio, o veículo pode ser ajustado para seguir o caminhão líder de forma automática.

icon photo
Legenda: Picape Tesla Protótipo
Crédito: Picape Tesla Protótipo

No mesmo evento, a Tesla também mostrou rapidamente o visual de uma versão mais compacta do BAMF, equipada com caçamba (foto acima) e que, a julgar pela imagem apresentada em um telão, seria capaz de carregar picapes grandes - sua produção, no entanto, ainda não está confirmada. Na ocasião, a montadora também apresentou a nova geração do Roadster, conversível de alta performance que estava fora de linha.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors