Cinco dicas para deixar a documentação em dia

Saiba quando e quais tributos pagar para rodar tranquilo em 2018

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Cinco dicas para deixar a documentação em dia
Agência Infomoto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Quem já foi parado em uma blitz de fiscalização com os documentos do veículo em atraso sabe como isso é desagradável. Para não passar por essa situação e correr o risco de ter seu veículo apreendido, preparamos um guia para tirar suas dúvidas sobre como regularizar o documento da sua moto (ou qualquer outro veículo automotor) e rodar com tranquilidade. 


As informações são referentes aos veículos emplacados no Estado de São Paulo, onde está 30% da frota nacional, segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Em outros locais, as datas de vencimento e valores podem variar, por isso é importante consultar o Detran do seu Estado.

icon photo
Legenda: Especial: deixe a documentação do seu veículo em dia
Crédito: Divulgação



1 – O tal do IPVA 


Todo ano surgem dúvidas de como e quando pagar o Imposto de Propriedade de Veículos Automotores, o tal IPVA, cobrado anualmente. Neste ano, as dúvidas aumentaram, pois, o Detran-SP não envia mais os informativos pelo correio. 


O proprietário terá de pesquisar no site – www.valoripva2018.fazenda.sp.gov.br – com o número do Renavam (Registro Nacional de Veículo) e da placa do veículo para consultar o valor do imposto e a data de vencimento. 


Em São Paulo, há três opções de pagamento: em janeiro, em parcela única à vista e com 3% de desconto; o valor integral com vencimento em fevereiro; ou pode também dividir em três parcelas, desde que pague a primeira já em janeiro. Confira as datas de vencimento do IPVA, divulgada pela Secretária da Fazenda do Estado de São Paulo, de acordo com o final da placa do veículo (veja tabela abaixo).

2 - Seguro obrigatório


Outro imposto que vence em janeiro (para os veículos registrados em São Paulo) é o Seguro Obrigatório, cujo nome oficial é DPVAT é o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, conhecido também pela sigla DPVAT. O tributo tem valores que variam entre R$ 45,72 para automóveis; R$ 57,61 para ciclomotores e R$ 185,50 para motocicletas. 


O pagamento do DPVAT deve ser feito junto com a quitação do IPVA. Quem for parcelar o IPVA deverá pagar o Seguro Obrigatório logo na primeira parcela em janeiro. Quem optar por pagar o IPVA em parcela única com vencimento em fevereiro poderá pagar o DPVAT nesta ocasião. O pagamento também deverá ser feito na rede bancária ou em casas lotéricas.

3 – Não se esqueça de licenciar!


Um erro muito comum é pagar o IPVA e o DPVAT e depois esquecer de licenciar o veículo. Para emitir o CRLV (Certificado Registro e Licenciamento de Veículo) com exercício de 2018 basta ir a rede bancária (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Fcaptional, Citibank, HSBC, Itaú, Mercantil do Brasil, Safra e Santander, além das casas lotéricas) e digitar o número do Renavam nos terminais de atendimento. O valor do licenciamento é de R$ R$ 87,38, em São Paulo, e o documento pode ser retirado nos postos do Poupatempo ou Detran dos municípios (a partir de abril). Quem desejar receber pelo Correio deve pagar a taxa de envio de R$ 11,00.

icon photo
Legenda: Especial: deixe a documentação do seu veículo em dia
Crédito: Especial: deixe a documentação do seu veículo em dia



O Governo do Estado de São Paulo oferece a possibilidade de antecipar o Licenciamento para os proprietários que optaram por quitar o IPVA com desconto. Para aderir ao serviço é preciso pagar a taxa de R$ 87,38 mais o envio pelo correio de R$ 11,00 (obrigatório).


Só poderão ser licenciados veículos que não tiveram multas e outros débitos em atraso. A infração por rodar sem o CRLV, ou com o documento vencido, é grave. A multa é de R$ R$ 293,47 mais sete pontos no prontuário e o veículo poderá ser removido para um pátio.

Calendário de licenciamento 2018 – motos e veículos leves

Final de placa 1 abril

Final de placa 2 maio

Final de placa 3 junho

Final de placa 4 julho

Final de placa 5 e 6 agosto

Final de placa 7 setembro

Final de placa 8 outubro

Final de placa 9 novembro

Final de placa 0 dezembro

4 - Veículos isentos


Mesmo os veículos isentos de IPVA, com mais de 20 anos de fabricação, deverão pagar o DPVAT junto com o licenciamento. Os veículos de propriedade de portadores de necessidades especiais (habilitados), isentos de IPVA, também devem pagar o seguro obrigatório. E, claro, não se esquecer de licenciar o veículo.

icon photo
Legenda: Especial: deixe a documentação do seu veículo em dia
Crédito: Especial: deixe a documentação do seu veículo em dia

5 – Documentos de porte obrigatório


Os documentos de porte obrigatórios são a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que também vale como documento de identificação em todo o País; e o CRLV (Certificado Registro e Licenciamento de Veículo) atualizado.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors