Como motoboys devem se prevenir do coronavírus

Confira dicas básicas para os profissionais que realizam serviços de entrega evitarem riscos de contágio pelo Covid-19

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Como motoboys devem se prevenir do coronavírus
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Em meio à pandemia do novo coronavírus, muitos profissionais precisam reforçar as precauções. É o caso de motociclistas que trabalham para serviços de entrega.

Por esta razão, reunimos recomendações para que o profissional possa seguir em suas funções sem se expor aos riscos de contaminação pelo Covid-19. São dicas simples que passam por observação ao estado de tudo que ele manuseia, assim como higienização de partes da motos e outros objetos.

Quais partes da moto devem ser limpas?

  • Guidão
  • Baú
  • Manetes
  • Alavancas do freio e da embreagem
  • O ideal é sempre passar um pano com álcool em gel por pelo menos 20 segundos nestas partes da moto. Faça isso três vezes ao dia. Se possível, lave a moto por completo uma vez por semana.

    Use todos os equipamentos obrigatórios de proteção para motociclistas. Além disso é recomendável usar luvas, já que a todo momento o profissional manuseia máquinas e embalagens que passam por várias pessoas.

    E, claro, sempre que possível lave as mãos e não esqueça do álcool em gel.

    Outros itens do motociclista que devem ser esterelizados

    • Chaves
    • Cordinha da chave
    • Capacete
    • Viseira
    • Máquinas de cartões
    • Luvas
    • Celular
    • Também é necessário ter certos cuidados na hora da entrega. Manter uma distância segura do cliente e, se possível, usar máscara de proteção - as simples têm eficácia de apenas três horas. E, como dito, sempre limpe o smartphone ou a maquininha toda vez que ela for manuseada pelo consumidor.

      Comentários