Coronavírus: mais três fábricas de veículos param

Renault, Honda e Volvo suspendem atividades em suas unidades no Brasil. Ao todo, 11 marcas de veículos vão parar

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Coronavírus: mais três fábricas de veículos param
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A lista de fabricantes de veículos e fornecedores que suspendem as atividades industriais no país devido ao coronavírus não para de crescer. Em menos de dois dias, três novas montadoras anunciaram a paralisação na produção em suas unidades no Brasil: Renault, Honda e Volvo.

Com isso, elas se juntam às oito que já haviam optado pela suspensão das linhas de montagem em razão da pandemia do coronavírus. Veja o posicionamento de cada marca:

Honda

O fabricante informa que as fábricas Sumaré e Itirapina (SP) "passarão por ajustes" a partir da próxima quarta-feira, 25 de março. Na prática, a produção será suspensa por 20 dias, com retorno previsto para 14 de abril, mas podendo ser postergado para 27 de abril.

Em relação à fábrica de motocicletas de Manaus, as atividades seguem operando. Mas a marca japonesa não descarta a interrupção na unidade.

Renault

A Renault avisa que irá suspender a produção no complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), no período de 25 de março a 14 de abril de 2020 "em função do crescente impacto do Covid-19".

Volvo

A unidade de caminhões do Grupo Volvo em Curitiba vai parar por quatro semanas, a partir de 30 de março, com férias coletivas para os funcionários. Porém, a marca sueca garante que manterá em atividade os serviços de atendimento das oficinas da rede - são cerca de 100 concessionárias no país.

Comentários