Ferrari lança nova Portofino

Máquina mantém motor V8 3.9 da California, mas agora retrabalhado para gerar 600 cv de potência máxima

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Ferrari lança nova Portofino
Lucas Cravo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Depois de homenagear um estado norte-americano (e um modelo do próprio passado) com a California, a Ferrari resolveu celebrar uma região mais perto de casa. Trata-se da nova Ferrari Portofino, nome de uma comuna na província de Génova com cerca de 520 habitantes e que ocupa uma área de apenas 2 km², mas atrai estrelas de cinema, da música e do mundo da moda.

 Ferrari Portofino
Legenda: Ferrari Portofino
Crédito: Ferrari Portofino

Para os puristas, a California não é considerada uma “Ferrari de verdade”, justamente por ter aberto mão dos princípios de esportividade e dirigibilidade, além de possuir um design questionável. O facelift solucionou esses problemas, com um design mais agressivo e sem excessos, e o primeiro motor turbo da marca desde o da F40.

E agora, a Portofino chega com um design mais compatível com a proposta, com linhas de coupé (sua silhueta lembra muito a da 812 Superfast), apesar do teto rígido rebatível, aerodinâmica, motorização e interior revisados. A montadora ainda não divulgou dados oficiais, mas podemos ter certeza de que o novo modelo produz mais pressão aerodinâmica, sem aumentar o arrasto.

O V8 3.9 biturbo foi mantido, continuando a se comportar como um aspirado, graças a um sistema de limita o torque disponível de acordo com as marchas e rotações, para que o motorista sempre sinta vontade de esticar as trocas. Novos pistões e bielas, junto com remapeamento, elevam a potência de 560 cv para 600 cv, e há um sistema revisado de escapamento, para uma melhor experiência auditiva, além de maior eficiência.

icon photo
Legenda: Ferrari Portofino
Crédito: Ferrari Portofino

O conversível passa a contar com o E-Diff3, diferencial eletrônico que já existe nos outros modelos, com os modos de pilotagem selecionados no manettino no volante. E é o segundo veículo da italiana a contar com direção elétrica em vez de hidráulica. O primeiro foi a 812 Superfast, e se tomarmos ela por base, o acerto de direção da Portofino pode ser o melhor do mercado.

Seu chassi de alumínio é 100% novo, e é produzido através de um novo método, menos complexo e que reduz o peso do veículo ao mesmo tempo que aumenta a sua rigidez torcional. A ergonomia também foi revisada, incorporando a enorme tela central (vista primeiro na GTC4 Lusso), além de apresentar um novo volante, mais “achatado               “, e até novos controles de ar condicionado.

Realmente, é a Ferrari para as massas. Mas será que agrada tanto a eles quanto aos puristas da marca? Só dirigindo para sabermos.

icon photo
Legenda: Ferrari Portofino
Crédito: Ferrari Portofino

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors